O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Encontro com o Destino - Kay Thorpe

Trabalhar naquela companhia de danças representava a grande chance na vida de Lian. No entanto, quando ela chega a Buenos Aires, descobre que a companhia tinha partido para outro país. Sozinha e sem dinheiro, pede ajuda a Ricardo Mendoza, um homem prepotente, que concorda em tirá-la das dificuldades em que está metida mas cobra um alto preço: Lian tem de casar-se com ele no dia seguinte.



Ter uma esposa — mesmo que só no papel — é a única maneira de impedir que seu meio-irmão herde a estância do pai. No prazo de seis meses o casamento seria anulado e Lian nunca mais veria aquele homem cruel. Mas Ricardo tinha outros planos. .


 Atualizado: 04/08/2010 19:16 h
 
  Palavras de uma leitora...
 
É uma história que já começa a prender sua atenção desde o início... Envolve culturas diferentes e pode ser muito divertida... Mas para quem tolera romances com agressão e estupro.

-Faz um bom tempo que li esse livro. Não me lembro bem de todos os detalhes, mas posso dizer que não tenho a menor intenção de relê-lo. Ricardo é cruel, chantagista e desumano. Queria que Lian o amasse, idolatrasse e ficasse satisfeita em ser sua escrava sexual em troca de nada. Ele não estava disposto a lhe dar amor e tinha uma estúpida mania de querer que o mundo gire ao seu redor. Quando Lian já não aguentava mais aquela situação e fugiu para ter sua vida de volta, ele a impediu e consumou o casamento por meio da violência.

-Achei que a Lian foi muito estúpida e não simpatizei com ela, pois ela aceitou a situação numa boa como se nada tivesse acontecido e ainda se culpou por ele ter a estuprado. Isso é demais!

-É o que eu disse... Nem parece escrito pela mesma autora...

1 comentários:

Chacomcreme disse...

Livro gostoso de ler. Fala do ‘velho clichê’ de casamento forçado. Mocinho arrogante e machista subjugando mocinha desamparada.
Lian ( nossa mocinha) no entanto, apesar de desamparada sabia se impor quando era preciso.
Ricardo queria domá-la como se ela fosse um dos cavalos do seu estábulo.
Momentos revoltantes de puro machismo em algumas frases e posicionamentos de Ricardo: “... você quer sentir o peso da minha mão?” e “... você é minha propriedade”. Afff!!
No entanto, Lian com ótimas tiradas o enfrentava sem medo.
Momento hilário em que ela e acunhada se trancam num dos quartos impedindo que os maridos entrassem.
Deliciosa história para um final de semana sem nada para fazer. Vai dar vontade de reler, reler... rsrsrsrs

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.