O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

terça-feira, 15 de junho de 2010

Ilha da Perdição - Penny Jordan


Lá estava Chloe, numa pequena ilha gre­ga, prisioneira de seu próprio marido, Leon Stephanides! Após dois anos de separação, ele a atraiu para essa armadilha e prendeu-a: ela não tinha como escapar. Mas o que que­ria Leon? Reatar o casamento? Não. Ele queria um filho de Chloe, um herdeiro de sua imensa fortuna. E iria conseguir nem que fosse à força!
Presa à sensualidade que ema­nava daquele homem, Chloe sentiu renascer a antiga paixão... Ela nunca esqueceu Leon e, de repente, teve a esperança de que tudo poderia recomeçar entre eles. Mas Leon mantinha uma estranha relação com Marisa, a moça que odiava Chloe e que arruinou seu casamento...


Palavras de uma leitora...

Inicialmente, eu pretendia falar coisas nada gentis sobre o Leon e ainda pretendo, mas agora penso um pouco melhor dele.

Chloe e Leon acabaram com seu casamento. Não dizem que há tempo de calar e de falar? Pois é! Três anos atrás, era o momento de ambos falarem... Será que é tão difícil assim dizer EU TE AMO? Eles perderam tanto tempo a troco de nada. Marisa não poderia ter destruído o casamento deles se eles não tivessem permitido. O casamento já estava destruído muito antes, pois não havia algo essencial: a confiança. Já pensou se tivesse acontecido algo com um dos dois durante esses três anos? E se um tivesse morrido?

Leon é um típico grego que acha que é deus. Condenou a Chloe sm lhe dar ouvidos e ainda a agrediu (isso eu não perdoaria nunca). Foi o momento que verdadeiramente o odiei. Mas também, como um típico grego, não sabe governar a própria vida e precisa da orientação e o apoio da mulher. rsrsrs.

Chloe me decepcionou desde o início. Ela fugiu de uma situação ao invés de resolvê-la. Quando foi mantida como prisioneira de Leon, sua oposição foi fraca e ela se submeteu rápido e se deixou levar pelo desejo. E deixou que uma moça com problemas psicológicos quase destruísse sua vida.

Marisa foi a personagem pela qual mais senti compaixão. Achei o final dela triste e injusto. Ela tinha problemas mentais e precisava de ajuda. Quem a ajudou? Ninguém! Chloe só pensava nos ciúmes que sentia dela; Leon preferia se fazer de surdo e cego e o resto das personagens só queria ela fora do caminho. Não foi nada justo. Ela não era má ou louca. Estava doente e só precisava que alguém lhe desse carinho, apoio e toda ajuda necessária para se recuperar.

Gostei bastante do livro, mas não gostei do final.

Mas de qualquer maneira vale a pena ler!

Eu é que tenho um probleminha com alguns livros. rsrsrs. Mas é exatamente esse tipo de livro que estou sempre lendo.

2 comentários:

Leu disse...

oi tenho um selinho pra vc no meu blog http://romancesforever.blogspot.com/2010/06/olha-gente-que-coisinhas-mais-lindas.html....bjus

Gercina Romance e Poesias disse...

Estou lendo esse livro agora.
Achei-o perdido nos livros de romance
da minha irmã. Ela por sinal fala maravilhas
dele. Até agora para mim está "normal",
vamos ver se mudo até o final.

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.