O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sábado, 24 de julho de 2010

Mistérios do Prazer - Lynne Graham


Angelo Riccardi era do tipo de homem que não amava. Até conhecer alguém muito especial...
Enquanto Angelo quer vingança, Gwenna Hamilton adiciona uma outra dimensão deliciosa aos seus planos. Inocente e bonita, ela não tem escolha quando o magnata italiano lhe oferece uma barganha torturante: pagar pela liberdade de seu pai com seu próprio corpo.

Em sua ingenuidade, Gwenna acha que Angelo vai se cansar dela e de sua inocência rapidamente. Mas ele tem mais em mente do que apenas uma noite de prazer...

Palavras de uma leitora...

Quando comecei a ler essa história, me arrependi. De verdade. Já conheço o estilo da Lynne Graham... Já li mais de trinta romances escritos por ela. Claro que sabia que seus romances às vezes me revoltam e esse me revoltou... no início. Angelo Riccardi agiu como um mafioso. Foi cruel e como ele mesmo disse, "tentou brincar de Deus".

- Senti compaixão pela Gwenna. Parecia até que tinha nascido para ser infeliz. E o que me deixou mais irritada e enfurecida foi o Angelo saber que Gwenna era inocente e vítima da situação e mesmo assim, usar meios rudes e imorais para tê-la. Se aproveitou de seu amor pelo pai para poder tê-la sob seu poder. Como o avô dele mesmo perguntou: "Se é tão diferente de seus descendentes, por que quer o nome de Hamilton?" E seu avô depois afirmou: "Talvez também descubra que, no fundo, você tem muito mais em comum conosco do que quer admitir". Eu concordo com ele. Embora tentasse negar, Angelo provou que podia ser como seus parentes. Pessoas cruéis, envolvidas com o crime e que faziam justiça com as próprias mãos sem se importar se iriam ferir pessoas inocentes no caminho.

-Angelo magoou muito a Gwenna e eu sofri por ela antes dela descobrir o que ele planejou fazer desde o início. Eu não acreditei em tamanha maldade... Mas admito que perdoei Angelo porque seu arrependimento e desespero foram bem sinceros e comoventes. Ele ficou desesperado pelo que tinha feito e sofreu por magoá-la.

Um pequeno resumo:

Gwenna sempre se sentiu uma intrusa na vida de seu pai. Era filha ilegítima e fruto de uma aventura extraconjugal de seu pai. Após a morte de sua mãe, seu pai assumiu a responsabilidade por ela e perdeu seu casamento. Gwenna se sentiu muito infeliz por isso e após seu pai casar pela segunda vez, foi para um internato e mesmo não querendo viver lá, não reclamou. Gwenna amava muito seu pai e queria que ele fosse feliz... Mas não tinha ideia de quem seu pai realmente era e dos segredos que escondia...

Gwenna já tinha vinte e seis anos, quando finalmente soube o quanto o mundo podia ser cruel... Ou melhor: o quanto as pessoas podiam ser cruéis. Todos em sua cidade a adoravam e davam valor à pessoa maravilhosa que ela sempre foi. Sempre disposta a ajudar as pessoas e ver o mundo com alegria. Podia ser considerada uma santa. Só havia conhecido o amor uma vez... Mas a pessoa que amava era homossexual. Isso não a impediu de amá-lo e se tornou sua melhor amiga. Toby podia não amá-la como ela gostaria, mas amava de verdade sem querer receber algo em troca.

Gwenna pensou que nunca encontraria alguém que correspondesse ao seu amor... Mas também não estava disposta a viver uma aventura e entregar seu corpo sem que houvesse amor envolvido. Tinha princípios e moral. Não queria ser como sua mãe e ter o mesmo destino que ela... Mas teve que jogar seus sonhos, ideias, moral e princípios fora no momento que Angelo Riccardi cruzou seu caminho para infernizar sua vida e roubar seu coração.

Angelo Riccardi queria vingança e apesar de dizer que não era como seus parentes, foi desumano e não se importou em usar Gwenna para alcançar seu objetivo. O pai de Gwenna havia ferido profundamente o coração da mãe dele e a deixado na miséria. Ele não ficaria satisfeito enquanto não destruir aquele homem... E chantageou e seduziu Gwenna com um objetivo único: fazê-la se apaixonar por ele e depois abandoná-la, fazendo-a sofrer. Ele queria destruir a pessoa que Gwenna era e transformá-la numa pessoa "mais triste e mais sábia". Ele desejava destruir o coração dela!!!! Agora eu pergunto: O que ela tinha a ver com a história??? Nada.

Mas o jogo de Angelo se torna perigoso, pois ele não consegue mais viver sem ela... O feitiço acaba virando contra o feiticeiro. E arrependimento e remorso começam a fazê-lo infeliz.

Ambos estavam apaixonados, mas depois de tantos segredos, chantagens e traições é possível resgatar e dar uma chance à esse amor??? Ou será que é tarde demais para isso???

Angelo foi um patife, mas se redimiu. Sofreu bastante pelo mal que fez e perdeu seu coração para sua vítima. Uma frase que ele disse descreveu bem a confusão que ele fez e sua consequência: "Tentei brincar de Deus e fui queimado". E senti muita pena dele, pois sabia que ela iria deixá-lo. Ele também sabia, por isso queria esconder a verdade dela. Tentou consertar as coisas, mas como ele disse, já era tarde. Duas frases dele me fizeram sentir ainda mais piedade: "Eu simplesmente não queria que você saísse da minha vida". "Eu não queria perder você".

A história é muito linda e envolvente... Apaixonante. Eu me apaixonei pela história e pelo desenrolar dos fatos. A chantagem, a traição e os segredos, fizeram a Gwenna, o Angelo e os leitores sofrerem, mas também foram essenciais para tornar a história mais humana e linda.

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.