O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Esposa Cativa - Chantelle Shaw


Devia descobrir o verdadeiro Luc se quisesse saber a verdade!

Emily Vaillon vira-se obrigada a abandonar o seu marido há um ano. Não podia ficar com um homem que não a amava, sobretudo depois de descobrir que estava grávida. Agora Luc voltara e exigira ver o seu filho. Disposta a fazer qualquer coisa para o bem do pequeno, Emily aceitou mudar-se para o castelo para exercer o papel de mãe e esposa. Envolvida pelo seu lindíssimo marido, as desconfianças de Emily sobre o passado e sobre a ajudante de Luc só serviram para aumentar os problemas, do mesmo modo que aumentava a atração que existia entre eles.


Palavras de uma leitora...

- Dá até vontade de rir depois de ler mais uma vez essa sinopse. A sinopse diz que Luc exigiu ver o filho e que Emily aceitou mudar-se para o castelo... Só que na verdade Luc sequestrou o próprio filho e chantageou Emily a ir com ele se ela quisesse voltar a ver a criança. Essa atitude me deixou furiosa no início... Mas depois de conhecer toda a história do Luc, eu o perdoei pela maioria dos seus pecados... Maioria, mas não todos. O único pecado pelo qual não o perdoei foi confiar na víbora da sua assistente pessoal, mas desconfiar da própria esposa.... Daqui a pouco eu explico melhor a situação.


- A Chantelle caprichou nas tragédias do passado do Luc, nos fazendo sentir compaixão por ele e perdoarmos todo o mal que ele fez a Emily. Ele tinha motivos para ser mais frio do que o gelo e por abandonar a Emily quando ela estava grávida? Tinha muitos motivos, sim, mas eu acho que essas desculpas não são totalmente consideráveis... Eu acho que antes de casar com a Emily ele tinha que fazer um tratamento com um psicólogo ou psiquiatra. De verdade. Não estou falando brincando não. Ele passou por traumas demais e a maioria dos traumas deixa sequelas. E ele ficou com várias.


- Esse casamento entre a Emily e o Luc realmente estava em crise. E uma crise bem séria, mas acho que a Emily não deveria ter fugido e deixado o terreno livre para a cobra da ex-cunhada e assistente pessoal do Luc. Eu não faria isso. Ela deveria ter enfrentado a cobra e vencido! Ela era a esposa e a mãe do futuro filho do Luc. A Robyn era apenas a assistente pessoal. A Emily deveria ter enfrentado aquela sonsa como já vi muitas mocinhas fazerem. Acho que as mocinhas da Helen Bianchin, geralmente, enfrentam com coragem as rivais e defendem a posição delas. Mas também tenho que reconhecer que a Emily também tinha alguns traumas à ser superados.

Um pequeno resumo:

Emily havia tido uma infância infeliz. Seus pais nunca a desejaram e sequer chegaram a amá-la. Eles já tinham três filhas e queriam que ela tivesse nascido menino. Saber que mais uma menina havia nascido não os alegrou e despejaram a frustração deles em cima da Emily. Para completar, eles não a achavam bonita e nem talentosa e só desprezavam ela cada vez mais. As três outras filhas eram importantes e amadas, mas a Emily era o patinho feio pelo qual eles nem se preocupavam.


Emily cresceu com a ideia de que não era bonita, inteligente ou talentosa e passou a se afastar dos seres humanos e confiar mais nos animais. Era com os animais que ela se sentia amada e querida e seu cavalo, Kisem, era o seu melhor amigo. Ele a amava incondicionalmente e só deixava ela montá-lo. Nenhum outro ser humano sobreviveria se subisse em cima dele.


Mas a família de Emily precisava de dinheiro e para diminuir as despesas, venderam todos os cavalos, inclusive o único bem precioso que Emily tinha: Kisem. E foi quando ela estava em prantos pelo cavalo, que Luc soube que teria que fazer daquela menina de vinte anos, sua mulher...


O casamento aconteceu em pouco tempo e eles viveram apaixonadamente durante algumas semanas... Mas com o passar de poucos meses, essa paixão já não era suficiente para manter o casamento.


Luc vivia e respirava trabalho e só procurava pela esposa quando queria fazer amor (eu ia usar outra palavra, mas tenho que admitir que ele a amava). Não contava nada para Emily e nem prestava atenção nela. Ela não podia lhe ligar e nem fazer perguntas sobre a vida dele... Ele só revelava seus segredos a Robyn e ela era a única digna da confiança dele... Emily começou a ficar profundamente infeliz com o descaso de seu marido. Sentia-se rejeitada quando Luc dava carta branca para Robyn fazer qualquer coisa e a elogiava, admirava... Robyn podia interrompê-lo quando ele estava com a Emily... Robyn podia tudo. A única coisa que dava esperança a Emily de que seu marido não era infiel, era o fato dele procurá-la todas as noites para fazer amor...


Mas essa esperança se acaba no dia que Emily descobre que está grávida, dá a notícia ao seu marido e desmaia.


Luc fica horrorizado quando fica sabendo da gravidez de sua esposa... E como se já não bastasse todo o mal que estava fazendo a ela.... Ele se afasta.


Essa foi a gota que fez o copo transbordar e Emily achou melhor abandonar o casamento, a esperança de ser feliz ao lado do marido e ir embora...


Mas, um ano mais tarde, Luc a encontra e a obriga a voltar para ele. Usando como instrumento de chantagem o filho de ambos.


Ele acredita que agora pode fazer Emily feliz, mas suas próprias atitudes colocam em risco mais uma vez o casamento dos dois.... E dessa vez, talvez, ele não tenha outra chance.


Emily já desistiu e quer o divórcio... Será que somente os esforços de Luc serão suficientes para salvar esse casamento? Poderiam, se ele não confiasse na pessoa errada...

- O livro é maravilhoso e a maioria das cenas é do casal junto. Sabe... Não tem aquele grande espaço onde mostra outros acontecimentos... A maioria das cenas é do casal.


- Eu disse que o Luc tinha motivos para agir de maneira tão insensível e estúpida, mas não vou revelar os motivos...rsrsrs... Quero que vocês descubram! Só o que posso dizer é que são motivos bem fortes, incluindo diversa mortes... Tirem suas conclusões ou leiam o livro para saber....rsrsrs...


- O livro também tem alguns momentos engraçados: quando Emily desmaia de novo no celeiro, quando ela esquece que está dentro da banheira e resolve dormir... Quando ela manda o Luc ir para o inferno e depois ele a faz lembrar dessas palavras... Só lendo o livro vocês irão entender porque é engraçado... Ou talvez não. Eu achei graça...rsrs...


- Agora, entre os momentos estressantes estão aqueles em que o Luc chamou a Emily de vagabunda, ordinária.... Foi nesses momentos que desejei que ela quebrasse alguma coisa na cabeça dele. Mas ele não foi só um estúpido o tempo todo. Também tem seus momentos de bondade...rsrsrs...

4 comentários:

Anônimo disse...

Tenho que colocar esse na lista.. :) Reparei que você pôs a capa original. Ele foi publicado no Brasil?

beijo
Carla

Luna disse...

Carla,

Coloque sim. Vale a pena ler, eu acho. Não para todos...rsrsrs... Enfim...

Acho que não foi publicado no Brasil, não. Eu fui no 4 shared e procurei um livro dessa autora e me interessei por esse título, mas quando fui procurar a sinopse na internet, não o encontrei. Digitei o nome dos personagens e encontrei o título e a capa em inglês.

Bjs!

Beatriz Solano Pinzon disse...

Nossa vou procurar outros romances dessa autora. Adorei o livro, muito bom, intenso, dinâmico sem enrolação, com diálogos interessantes e sinceros. E o melhor é que ela mostra os pensamentos dos dois. Embora tenha gostado da trama, por mais que me esforce não consegui me simpatizar pelo Luc. Durante o livro, mesmo ele reconhecendo em várias passagens que ele só agiu errado com a esposa, ele não deixou de ser arrogante e de humilhá-la. Pra mim a autora só teve uma falha: faltou o confronto entre o Luc a peçonhenta da ex-cunhada, afinal a vaca foi uma das culpadas pelo fracasso do casamento dele, além do próprio Luc, é claro. E esteve, indiretamente, presente no livro todo! E afinal, Luc iria demitir a vaca ou não? Agora chegar no fim e a cobra só dizer que lamenta o mal que causou? E outra coisa foi que Luc não acreditou cegamente em sua esposa ele teve que investigar tudo primeiro, mas queria a confiança plena da esposa né! Mas, no geral é um excelente livro, que prende a atenção do início ao fim. Eu gostei muito...

Luna disse...

Olá, Beatriz!

A Chantelle Shaw é uma autora incrível! Eu costumo gostar muito dos livros dela.

Te entendo bem. O Luc também me irritou ao longo da leitura. Ele não é um personagem fácil. Comete vários erros, faz a mocinha sofrer bastante, mas no fim eu o perdoei.

Lembro que no livro tinha uma rival bem venenosa, muito amiga do mocinho, mas não lembro quase nada sobre ela.

Fico feliz que tenha gostado da história! :D

Bjs!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.