O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

domingo, 31 de outubro de 2010

Estigma de Mulher - Sandra Canfield



Seria aquela paixão mais uma cilada do destino?

Jeff exigia uma coisa quase impossível de Tricia: amor

O passado nunca estaria acabado para a repórter Tricia Kent. Ódio, vergonha, medo... Estupro! Desde aquele dia em que ela fora submetida à força bruta, ofendida, humilhada, os homens passaram a lhe causar asco. Queria distância deles todos.

No entanto, os olhos castanhos do deputado Jefferson Cole Damon provocaram em Tricia sensações bem diferentes. E, quando ele roçou seus lábios com um beijo suave, ela quase desmaiou. Estaria se apaixonando?

Não. Tricia não podia amar de novo.Não podia entregar seu corpo martirizado às carícias de um homem.Nunca mais! Jeff, porém, não pensava assim...


Palavras de uma leitora...


- Não sei nem por onde começar... Depois de ler esse livro parece que fazem séculos que li Dança do Destino. Esse livro me curou do mal que o outro causou...

Após ler Dança do Destino senti um desânimo com relação à leitura, sabe? O livro tinha realmente me feito mal e por isso o odeio com todas as minhas forças... Aí lembrei do livro Uma Sombra Dentro da Noite e logo, lembrei também que nossa amiga Carla tinha me recomendado livros com homens que choram e que nos fazem chorar...rsrs... Não de tristeza, mas de felicidade... emoção... Enfim... Fui caçar nos emails esses livros que ela me recomendou. Sabia que era de Sandra alguma coisa...rsrs... Aí encontrei Lição de Ternura e Estigma de Mulher, entre outros... Mas Estigma de Mulher me chamou a atenção porque tbm fala de estupro, e como exatamente um livro com esse mesmo tema tinha me feito mal, eu resolvi ler esse para notar a diferença... E a experiência foi incrível! Dá vontade de chorar só de lembrar de quantas cenas lindas esse livro tem.... Até o momento que a Tricia conta para o Jeff sobre o estupro... é um momento emocionante. E até uma das melhores cenas... Enfim... O livro é muito lindo.... como quase não vemos mais hoje em dia.


" - Está tudo bem - tranquilizou-a, como se estivesse esperando por aquele momento. [...]
 
Jeff acariciou as faces pálidas dela, enquanto a fitava nos olhos amplos e assustados. Então murmurou, carinhoso:
 
- Do que quer que você esteja fugindo, fuja na minha direção."
 
- Lindo, né? E ela foge...para os braços dele sempre que a tristeza e a dor ameaçam derrubá-la e juntos, sempre juntos, eles enfrentam todos os problemas... Só em falar do livro eu já me emociono. O livro é pura beleza, romantismo, amor... As cenas de amor? Estão entre as cenas mais belas que já li. Duvido que qualquer um que leia pode dizer o contrário. Tudo no livro é lindo. Duas palavras resumem o que essa história é: linda e perfeita. Não tenho nada pra criticar sobre o casal. Na verdade, eles me ensinaram muito.
 
Mas antes de continuar, vamos ao "um pequeno resumo":
 
Um pequeno resumo:
 
Ela tinha tudo: uma carreira agradável e satisfatória, um marido que a amava, uma família unida e a felicidade plena. Nada mais podia querer da vida e sequer imaginava algo que pudesse estragar sua felicidade... sua vida. Até...
 
... O dia que aquele homem a ameaçou com uma faca, obrigando-a a fazer tudo que ele queria. Naquele dia, teve início o seu sofrimento... E era mesmo isso: apenas o início.
 
Enquanto aquele homem violava seu corpo, a humilhava e ameaçava... Tricia ouvia pela televisão o som da voz do seu marido... Que apresentava um programa de televisão naquele exato momento... Ela se desligou do que estava lhe acontecendo e só esperava que acabasse logo... E quando acabou... Ela já não era mais a mesma.
 
O caso foi à julgamento, mas seu agressor, que tinha um imenso talento para ser ator, conseguiu convencer o júri de que era inocente. E assim... de vítima, Tricia passou a ser ré.
 
Ela teve o apoio de amigos e familiares que não hesitaram em acreditar nela... Mas seu marido, com quem ela vivia há mais de seis anos... foi se distanciando cada vez mais dela. E, embora negasse, ela sabia que seu casamento também estava chegando ao fim...
 
Ela tentou... Lutou contra o medo que passou a ter do relacionamento físico, e tentou fazer amor com seu marido... Mas após ser rejeitada, pegou suas coisas e partiu. Estava tudo acabado.
 
Dois anos se passaram... E novamente o Natal estava chegando... Uma época tão agradável para muitos e tão torturante para ela. Tudo que ela queria é que passasse. O mais rápido possível.... Porém, foi exatamente naquela mesma época que ela o encontrou....
 
Jefferson também lutava contra seus próprios fantasmas. A culpa pela morte de sua esposa, dois anos atrás, ainda o perseguia. Se ele não trabalhasse demais, se a tivesse ouvido, se não tivessem brigado... Se... E esses "se" o atormentavam. E ainda mais saber que ela esperava um filho seu.
 
Não conseguia assumir nenhum compromisso sério e dedicava-se de corpo e alma ao seu trabalho como representante do Estado da Pensilvânia na Câmara dos Deputados. Era o suficiente. Ele não precisava de uma mulher ao seu lado para ser feliz... Até conhecer Tricia Kent.
 
Após vê-la pela primeira vez e ter sido rejeitado pela mesma uma centena de vezes, ele soube que ela era a mulher da sua vida.
 
Mas Tricia não o queria. Não estava preparada para assumir um relacionamento com alguém. Relacionamento esse que, consequentemente, envolveria uma relação física....íntima. Mas sabia que estava apaixonada por Jeff. Ele a havia enfeitiçado logo naquele primeiro encontro e sua persistência estava começando a derrubar as suas defesas....
 
Mas o caminho para a cura de Tricia e a união deles seria muito longo e cheio de altos e baixos... Até quando Jeff esperaria por ela? Esperaria por sua cura?
 
Jeff não estava disposto a esperar: ele mesmo a curaria... Além do mais... O tempo não existe....
 
 
- Ele é maravilhoso. Sua maneira terna de tratá-la, seu carinho... suas palavras... Ah!.... Não tenho nem palavras.
 
- A Tricia tinha todos os motivos do mundo para não querer se envolver com ninguém. Imagine alguém entrar em sua casa, avançar com uma faca em sua direção e ameaçar matá-la se não fizer tudo que ele deseja? Horrível, né? É horrível só imaginar... Imagine o que ela sentiu nesse momento. E como se não fosse suficiente. Imagine ser considerada culpada por todo o júri e o resto das pessoas que estavam naquele julgamento?! Imagine ser considerada culpada por ter seduzido seu estuprador!!!!! É o cúmulo do absurdo! E depois ainda vêem com campanhas para fazerem mulheres denunciarem seus agressores e estupradores! Só para depois a desgraçarem ainda mais... Sei... É só um livro e tal... Mas sabemos que nem sempre a justiça faz justiça... É inaceitável uma vítima de estupro ser considerada culpada pelo que lhe aconteceu!
 
E como se ainda não bastasse, a história sai no jornal e Tricia é mais uma vez considerada culpada pelo que lhe aconteceu... Acha que pode piorar? Pois pode sim:
 
" - Acho que não poderei enfrentar essa situação. Infelizmente, acho que não poderei enfrentar, Tricia.
 
- O que existe para você enfrentar? Fui eu quem passou por esse inferno. Eu é que fui violentada.
 
- Foi?
 
- O quê?
 
- Você foi violentada?
 
- O que quer dizer?
 
- Vamos, Tricia. Sabe muito bem o que estou querendo dizer. Você foi violada ou se ofereceu a ele?"
 
 
O próprio marido de Tricia, que deveria apoiá-la... Duvidou de sua inocência. E mais: mesmo se acreditasse de fato que ela havia sido violentada, ele teria se separado, pois a considerava impura, suja.
 
É óbvio que traumas assim deixam cicatrizes e Tricia estava lutando com todas as suas forças para conviver com elas. Não acreditava que um dia poderia voltar a ser igual. E não foi mesmo. Jeff a transformou numa nova mulher.
 
- Nossa! Quando ela lhe conta o que aconteceu no passado... Quando conta sobre o estupro em detalhes... Ele sofre tanto, gente! E se sente culpado pelo que lhe aconteceu. A cena é digna de lágrimas. E os dois choram. A cena é carregada de emoção.
 
 
" - Jeff?
 
- O que é, amorzinho?
 
Sua voz era suave, o olhar, gentil e acariciante. "Não Vá!", ela queria gritar. "Por favor, não vá! Não saia de minha vida!" No entanto, disse apenas:
 
- Você não vai me perguntar?
 
- Perguntar o quê?
 
- Se eu... se eu seduzi aquele homem?
 
- Não. - respondeu Jeff, com a voz carregada de emoção.
 
[...] - Eu não o seduzi - disse, com voz trêmula - Eu não... eu não faria algo assim.
 
- Eu sei. - disse Jeff, enxugando-lhe as lágrimas.
 
- Ele me violentou! Ele...
 
- Eu sei, amorzinho. Oh, meu Deus, eu sei!"
 
 
E esse é só um pequeno trecho.... A cena é muito emocionante....
 
Enfim... O livro é lindo. O casal da história perfeito e eu recomendo o livro para todos! Esse é mais um livro que ninguém deveria deixar de ler....
 
E termino a resenha deixando mais alguns trechos para vocês:
 
" - Obrigada, Jeff... por devolver-me à vida."
 
" - Você estava certo. - murmurou ela.
- So.. sobre o quê?
- O desejo é maior do que o medo. Por favor, ajude-me a amá-lo."
 
" - Está tudo bem - tentou acalmá-la, levando a mão de Tricia para a parte interna de suas coxas. [...] - Sou apenas eu, amorzinho. Apenas outra parte de mim - com uma lentidão deliberada, ele a fez tocar o ponto mais sensível do seu corpo."
 
" - Como eu gostaria que fosse dada a todos nós a graça de revivermos determinados momentos das nossas vidas! Para mim, este seria um deles. Você nunca me pareceu tão linda... Nunca te amei tanto e nunca precisei tanto do seu amor."
 
"Voltaremos a chorar juntos outra vez? Rir juntos? Amar juntos?"
 
" - Psiu! Não chore, amorzinho. Por favor, não chore mais.
- Eu sabia... que isto iria acontecer. Sabia desde o começo. Oh, Jeff, não quero... não quero magoá-lo.
- Então, por que insiste em querer sair da minha vida? Não vê que, agindo assim, não só vai me magoar como também me destruir?"
 
 " - Eu te amo - murmurou ela.
- Eu te amo - respondeu ele, como um eco daquelas doces palavras."
  

2 comentários:

Anônimo disse...

Quando eu estou cansada de livro tudo igual, histórias vazias, cansativas, mal escritas, sem emoção, mocinhos chatos, prepotentes, etc.. eu pego na minha listinha de livros do coração e releio. Tem fases que eu até deixo de ler, fico deprimida, ambicionando ler alguma coisa que faça a diferença. Esse é um desses livros. Que bom que você gostou! beijos

Carla

Luna disse...

rsrsrs... Tem hora que cansa, né? Ler livros com homens que pensam que são deuses? rsrs...

Carla,

Eu amei mesmo a história e é um livro que sei que lerei quando tiver tempo... Não é aquela leitura agradável, mas que vc não leria de novo. É aquela leitura maravilhosa que a gente leria sempre que possível... É um livro muito bom mesmo.

Todos os livros do coração são assim?

Bjs!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.