O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Missão: Seduzir - Penny Jordan


1º Livro da Série Doce Vingança/Sedução

Preste atenção na sinopse:

Kelly Harris sempre fora cautelosa no controle da própria vida. Até conhecer Steve Mass.
Aquele homem traíra sua melhor amiga e Kelly decidiu se vingar! Seu plano era simples: seduziria aquele arrogante sem coração e depois o abandonaria. Afinal, ele precisava provar do próprio veneno! O problema era que Steve era muito, mas muito sensual. E, de repente, Kelly percebeu que o jogo da sedução que ela armara estava fazendo uma única vítima: ela mesma!

Esqueça essa sinopse: ESTÁ EQUIVOCADA!

Agora leia:

Kelly Harris sempre fora cautelosa no controle da própria vida. Até entrar em um jogo perigoso em busca de vingança e encontrar... a paixão!

Sua amiga havia sido publicamente humilhada por Julian Cox, e Kelly, junto com outras duas amigas, traçaram um plano para fazer o canalha provar do próprio veneno... Mas Kelly não contava com a aparição de Steve Mass em sua vida.

Logo no primeiro encontro, foram trocados beijos e ofensas... E uma paixão avassaladora começou a surgir entre eles...

Só que o jogo começou e Julian Cox já fez sua jogada.... E nesse jogo de sedução, intrigas e vingança... Kelly corre o risco de sair perdendo. E sua maior perda pode ser o amor da sua vida!


Palavras de uma leitora...

- Bem... Demorei alguns dias, mas finalmente estou postando o primeiro livro da série...

Quem leu minha resenha anterior sabe que comecei a série pelo livro errado: pelo segundo livro. E também sabem que estou ansiosa para ler o livro que fala sobre a Andrea. Pois é. Por isso, não se surpreendam se eu falar mais da Andrea do que dos protagonistas desse livro, tá? rsrsrsrs...

Bem... Apesar de achar que não iria gostar tanto, eu acabei gostando desse livro. Cheguei a achar ele melhor do que o segundo... Até porque, após lê-lo eu entendi um pouco melhor a série...rsrs...

-Kelly e Steve formam um casal perfeito. Eu achei linda a história dos dois, embora, acho que seja mais rápida do que a do livro anterior...rsrsrs... Tudo acontece em questão de pouquíssimos dias, mas é uma gracinha...rsrs... e o Steve ganhou meu coração ao acreditar na Kelly apesar das acusações odiosas daquele traste imprestável do Julian Cox (eu o odeio, sinceramente! O cara não presta!)

- O único problema do livro é que, embora seja melhor do que o segundo, nós sentimos ainda mais falta do 'tempo'. É que eles quase não tiveram tempo para eles... A história é linda, porém, além de ter poucas páginas, ainda tem a história dos outros personagens, o que deixa o tempo do casal ainda menor.

É isso mesmo! Apesar do livro ser sobre a Kelly e o Steve, nós ainda acompanhamos a história paralela do seguinte casal: Eve e Harry! Eve é irmã de Steve e estava noiva de Julian. Harry é primo da Andrea e se apaixonou pela Eve. A história deles também é bonita, embora eu ache a Eve ingênua demais para o meu gosto. Mas ela é legal..rsrs...

Também, é claro, conhecemos melhor a Andrea. Embora o segundo livro desperte a curiosidade de quem começou por ele...O primeiro me deixou mil vezes mais ansiosa. E há diversos trechos que nos chamam a atenção para a história dela. Esses trechos irei colocar depois do "um pequeno resumo", tá? rsrs...


- Enfim... Não tenho muito o que criticar no livro, apenas a falta de tempo para o casal. Mesmo assim, vale a pena ler o livro. Eu não me arrependi.


Um pequeno resumo:

Kelly soube desde o início que ele não prestava. Talvez um sexto sentido a estivesse alertando contra ele.... Mas o que fazer? Beth estava completamente enfeitiçada por ele e falar mal do cretino seria o mesmo que jogá-la ainda mais em seus braços. E, Julian Cox, sabia mexer muito bem as peças ao seu favor... Chegando a tentar jogar as amigas uma contra a outra. Mas a amizade delas era forte e ele podia fazer qualquer coisa, menos destruir essa amizade.

Mas Kelly não se sentiu tão amiga ao se inteirar do que Julian havia feito com Beth.

Depois de conquistar Beth, jurar amor eterno e a pedir em casamento, ele a trocou sem hesitar quando avistou uma presa ainda mais fácil... Destruindo assim o coração de sua amiga, sua crença no amor e sua reputação.

Kelly ficou revoltada e ainda mais, ao chegar em casa e ver sua amiga quase morta encima da cama. Embora Beth houvesse jurado que tomara os remédios por acidente... Ela sabia qual era a verdade.

Mas Kelly não foi a única a se revoltar. Anna e Andrea também ficaram furiosas ,e em meio à revolta e ao álcool, traçaram um perigoso plano de vingança...

Nesse plano, o papel de Kelly era seduzir e abandonar Julian Cox, fazendo-o ficar mal publicamente; e se tem uma coisa que Julian valoriza tanto quanto dinheiro, essa coisa é sua "boa imagem".

Kelly aceitou o plano e teve início uma perigosa sedução...

Mas algo inesperado surgiu em seu caminho. O amor por Steve Mass.

Agora Kelly teria que escolher entre a lealdade e o amor...

Agora irei deixar para vocês alguns trechos que falam sobre o passado da Andrea:

"Lembre-se de que não estamos falando de um homem qualquer, mas de Julian Cox - interveio Mary(Andrea) - E ele já tirou o dinheiro de várias mulheres inocentes e ingênuas... e não só o dinheiro. - concluiu ela, baixando o tom de voz.

Algo em sua expressão fez com que Kelly a estudasse mais atentamente. O vinho começava a deixá-la zonza, mas sabia que não estava imaginando coisas e que aquela estranha combinação de vulnerabilidade e mágoa nos olhos amendoados da amiga era real. Havia algo ali e se sentiu impelida a descobrir" 

"Mary (Andrea) fechou os olhos. Não devia pensar no passado, e sim no futuro... Juliax Cox receberia exatamente aquilo que merecia.

Não conseguira acreditar quando soubera que Julian pretendia dar mais um de seus antigos golpes. Mas, dessa vez, não permitiria que ele obtivesse sucesso. Dessa vez ele descobriria quanto o desejo de vingança de uma mulher poderia ser poderoso."

" - Sem essa de pobre Beth - ralhou Mary- Ela teve muita sorte em não ter se casado com Julian. Desse modo será mais fácil esquecê-lo.

Instintivamente, Mary olhou para o próprio dedo anular da mão esquerda. Em seguida, desviou o olhar."

"- Você devia fazer algo em relação a esse seu instinto maternal - sugeriu Harry, porém, ao se dar conta do que dissera, ele arrependeu-se. - Desculpe-me, Mary, não tive intenção..."

"Apenas uma vez a viu perder o controle da situação, justamente quando suas emoções falaram mais alto do que a razão. Harry não se atrevia a mencionar aquele fato, verdadeiro tabu em suas conversas, pois preferia não provocar a ira da prima." 

" - Você o odeia muito, não é? - perguntou Kelly.
- Sim, odeio - concordou Mary. Em seguida, desligou.

Kelly pensou tê-la ouvido acrescentar baixinho: "mas não tanto quanto odeio a mim mesma". 

"Mas, aos vinte e um anos, uma garota queria muito mais da vida do que apenas uma farta conta bancária. Mary sonhava com um homem para amar e ser amada. A perspectiva de um relacionamento duradouro e que incluísse amor, casamento e filhos a encantava.

E, por um curto período de tempo, ainda cursando a faculdade, ela julgou ter encontrado o amor e o homem ideal, mas enganara-se."

"Por muito tempo esperou pela oportunidade de desmascarar Julian Cox, de colocá-lo em uma posição vulnerável e insegura, como ela própria estivera certa vez. Ah, sim, ela um dia também fora vulnerável..."

"De uma forma ou de outra, Mary estava decidida a cobrar de Julian Cox, tudo o que ele lhe devia, e com juros, por tê-la feito passar por momentos de extrema angústia e desespero.

Não havia dor maior que a de uma decepção amorosa, com sonhos destruídos e o fim de um futuro promissor." 

"Particularmente, Harry pensava o mesmo, em sua opnião Cox era um idiota. E não apenas isso, refletiu. Vieram-lhe à mente certos comentários que ouvira em sua casa. Mas ele não era de se intrometer no que não era da sua conta. Se Mary escolhera enterrar as lembranças do passado, não seria ele quem as traria de volta" 

"Esperara tanto tempo por uma chance de puni-lo pelo mal que lhe causara... puni-lo de uma forma que o fizesse sofrer tanto quanto ela sofrera..." 

OBS: só espero que a autora não me decepcione quando finalmente descobrir o que aconteceu entre Andrea e Julian.



0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.