O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

domingo, 14 de novembro de 2010

Impossível Te Esquecer - Penny Jordan



O que a memória perde o corpo não esquece...

Annie não podia acreditar no que Dominic Carlyle afirmava! Como ele podia ser seu marido? Por que ela o teria abandonado e como não conseguia lembrar-se que fora casada com aquele homem?

Para estimular a memória de Annie, Dominic insistiu em levá-la para sua casa. Ela se sentiu impelida a aceitar o convite... perseguida pela lembrança de um sonho no qual um homem fazia amor com ela... um homem idêntico a Dominic!



 
Palavras de uma leitora...


- Eu não lembro se alguém me recomendou esse livro ou se eu simplesmente o encontrei na internet e coloquei na lista de futuras leituras... Só sei que faz uma hora que terminei de ler essa história e continuo sonhando acordada com ela... A Penny Jordan estava em seus melhores dias quando a escreveu. A história é perfeita, romântica, linda... maravilhosa! O casal dessa história nasceu para ficar junto. A gente consegue sentir o amor que eles tem um pelo outro...a emoção, a dor por não saberem o que provocou a separação cinco anos atrás, o medo de não conseguirem superar os problemas e terem que se separar mais uma vez. O livro é simplesmente maravilhoso!

Um pequeno resumo:

Cinco anos já haviam se passado e ela ainda não conseguira recuperar a memória. E embora quisesse recuperá-la, temia o que poderia estar escondido em seu subconsciente... Temia saber porque sua memória se recusava a voltar...

Ela havia sido atropelada por um homem que dirigia embriagado e passou muitas semanas lutando contra a morte... Chegou a sentir que estava partindo, mas que algo a impedia de ir... como se tivesse deixado algo incompleto, como se tivesse deixado uma história inacabada.

Com o tempo, ela conseguiu se lembrar da infância e da adolescência, mas não lembrava das semanas que antecederam o acidente. Mas sonhava... sonhava todas as noites com seu amante perfeito... o homem que a amava com tanto carinho. Ela acreditava que ele era uma doce invenção da sua mente, mas... um encontro totalmente inesperado prova que ele é bem real...

Foi em um restaurante. Ela havia saído para comemorar o aniversário de casamento de seus melhores amigos quando o viu. O choque foi tão grande que ela perdeu os sentidos, mas não sem antes ver a hostilidade e o desprezo nos olhos de seu amante perfeito.

Annie não encontrava uma explicação coerente para sonhar com alguém que nem conhecia e ainda mais sonhar um sonho tão erótico e real. Até que ela começou a pensar que era coisa do destino. Que o acidente que quase lhe levou a vida lhe havia dado o poder de prever seu futuro... futuro no qual viveria ao lado desse homem... e em parte estava certa...

Guiada por um impulso incontrolável ela dirigiu até uma casa que não se lembrava de conhecer, mas que via em seus sonhos e lá o encontrou mais uma vez...

Viveram uma noite de amor inesquecível e ela teve certeza que ele era sua outra metade e que sempre havia esperado por ele... Mas ao acordar na manhã seguinte encara uma realidade muito cruel.

Dominic não era só seu futuro. Também havia sido seu passado e ainda era...seu marido. Nesse momento ela viu o futuro perfeito que pintara ser destruído, pois Dominic não só era se marido como também a desprezava. Ela havia fugido dele cinco anos atrás e ele a odiava por isso...

Com o coração dilacerado pela dor de ser desprezada pelo homem que amava, Annie saiu da casa dele e decidiu recuperar a memória de qualquer maneira e por um ponto final naquela história.

Mas não era só ela quem sofria... Dominic nunca sentiu dor tão grande quanto a que sentiu no dia que acordou e viu que sua mulher havia ido embora para não voltar. Por muito tempo ainda teve a esperança de vê-la voltar, mas o tempo passou e ele não recebeu notícias suas... Passou cada Natal, cada aniversário de casamento... sozinho e relembrando o tempo que viveram juntos.

Reencontrá-la lhe provocou um choque, uma dor e uma raiva muito intensa... Mas quando soube do acidente que ela havia sofrido, decidiu que deveria guardar sua amargura para si e ajudar a mulher que ainda amava a recuperá-la a memória. Decidiu ajudá-la naquele processo doloroso que iria machucar ambos...

Será que depois de cinco anos de separação, silêncio e mágoas eles ainda poderão encontrar a felicidade juntos? É claro que sim... Pois o amor que sentem um pelo outro é mais forte do que qualquer coisa... e tempo nenhum é capaz de destruí-lo...

- Gente... Cada instante deles juntos é lindo e emocionante... cada pequena lembrança, cada beijo, cada olhar. Nossa! Senti vontade de chorar quando no final ela disse que ia embora. A dor que ambos sentiram por causa dessa decisão... me tocou muito. Mas a parte mais emocionante é quando ela sai da casa com suas malas e o encontra ao lado de seu carro também carregando uma mala... Será que vocês sabem o que isso significa? "Se não quer ficar comigo, eu irei com você. Nunca mais permitirei que fuja de mim e do nosso amor" Lindo demais! Se ela queria partir teria que levá-lo junto, pois ele não deixaria ela ir sozinha... Eu não mudaria nada nessa história. A Penny Jordan está de parabéns por ter criado uma história tão linda.

- Os motivos da separação foram palavras ditas da boca para fora e uma interpretação equivocada de algumas delas. A Annie havia tido uma infância dolorosa e cresceu sentindo que seu sangue era ruim e que não merecia ser feliz. O Dominic cresceu no luxo, mas também teve uma infância infeliz e cresceu com a crença de que não seria um bom pai.

Um pouco antes da separação, Dominic estava de viagem marcada e Annie estava muito infeliz e tensa por isso, pois ele passaria, praticamente, três anos longe dela. Ela estava muito magoada e ainda por cima suspeitava que estava grávida. Ao tocar no assunto "filhos" com Dominc, ele disse que não queria ter filhos nem tão cedo e Annie pensou que o que ele queria dizer é que não queria ter filhos com ela, uma mulher de sangue "ruim". Isso destruiu seu coração e, como se não bastasse, ele disse que se ela estivesse grávida eles interromperiam a gravidez. Isso provocou a briga feia e a destruição total do coração dela e por isso ela foi embora. Amava Dominic, mas não mataria jamais um filho seu.

O Dominic não sentia as palavras que disse e nem se tocou que foi esse o grande erro que os fez se separarem e quase provocou a morte da Annie.

- Eles sofrem antes de finalmente se perdoarem e se acertarem, mas conseguem fazer isso. Conseguem superar o passado e nem há necessidade de pedido de perdão. Eles podiam ver quanto sofrimento haviam feito um ao outro e tudo que queriam era recomeçar e recomeçaram. Eu achei tudo muito lindo.

"- Vamos, diga que não me quer.

- Eu... não posso...

- Porque me ama. E sabe que eu a amo. Você é minha mulher, Annie. Meu único amor. Por favor, não me deixe. Sem você, nada mais fará sentido."

Atualizado: 14/11/10   18:47 h

Esse livro foi uma recomendação, sim, gente! Eu perguntei a Carla se ela havia me indicado o livro e ela disse que sim! Te agradeço muito, Carla. Eu amei esse livro.





8 comentários:

Anônimo disse...

Oi. Que bom que vc gostou! Assim já sei que posso reler com toda a certeza pois já não lembrava bem da história. Acho que com esse você se reconciliou com a PJ, não? :)

Bjs
Carla

Luna disse...

Carla,

rsrs... Me reconciliei sim com a PJ agora....rsrs... Ela me reconquistou!


Bjs!

Anônimo disse...

Oi, acabei de ler Ecos do Passado da Penny Jordan e gostei bastante. O mocinho é outro fofo. Mas achei nele o mesmo "problema" do livro "Amante Por Engano". Não consegui desfrutar do relacionamento deles, ver o amos nascer entre eles (da parte dela porque ele já gostava dela faz tempo).. foi tudo muito rápido. Parece que a história ficou mais curta do que as outras (que normalmente tb já são curtas). Fiquei com muita pena. Tinha tudo para ser uma grande história. (essa história tb tem estupro)

bjs
Carla

Luna disse...

Vc não chegou a gostar da história?

O estupro não é da parte do mocinho, não, né? Espero que não.

Estou lendo Paixão agridoce - Lynne Graham e já perdi o controle algumas vezes, mas a história parece ser muito boa. Vai depender muito ainda para eu decidir se vou gostar da história ou não... Na verdade vai depender de eu ler um pedido de perdão.

Bjs!

Anônimo disse...

Gostei, sim. Mas não fiquei com aquela sensação de "história perfeita" no final, como outras vezes, entende (apesar do mocinho ser maravilhoso)? É como se você estivesse vendo uma curta metragem.. kkk não sei se me faço entender. Achei a história muito curta. Não deu para ir saboreando a descoberta do amor... eles no cotidiano, etc. Não é estupro do mocinho, não.


Outro mocinho prepotente? rsrs

bjs
Carla

Luna disse...

Olá Carla,

Entendi. Tbm prefiro histórias que se desenvolvam melhor, embora tbm goste dessas. Mas é tão bom ir vendo o progresso do casal... as coisas acontecerem pouco a pouco...


É sim, Carla. Outro mocinho prepotente. O Dane faz a Claire chegar a passar mal. Ela chega a desmaiar e não estava grávida...ainda. Eu fiquei com muita raiva dele nesse momento, mas o cachorro se arrepende embora saiba dizer qualquer coisa, menos um pedido de perdão decente. Lá vem o "sinto muito" de novo!

Eu já terminei de ler o livro e comecei a fazer a resenha. Mas nem a publiquei, pois não tenho tempo de terminar agora.

Bjs!

Anônimo disse...

Aff eu odeio quando eles não se desculpam devidamente (ou não se desculpam de todo). Você é corajosa!! Você não tem ideia da quantidade de livros que eu chego no meio e desisto quando começa a não me agradar ou quando não sai da mesma "mesmice". rsrs

Bjs
Carla

Luna disse...

rsrsrs...

Carla,

Eu sou meio perfeccionista e por isso não sou de abandonar histórias. Acho que só cheguei a abandonar uma só. Se abandono uma história, não consigo ficar sossegada. Esse é um defeito que eu detesto em mim....rsrs...

Já publiquei a resenha. Gostei do mocinho apesar das coisas que ele fez. O perdoei porque ele gostava da mocinha e por algumas atitudes decentes que ele teve depois. Na verdade, o que mais contou foi ter deixado a mocinha partir. Ele tinha que sofrer um pouco e sofreu por meses imaginando que ela estava nos braços do Max...rsrs...

Bjs!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.