O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

segunda-feira, 7 de março de 2011

Uma Doce Inimizade - Johanna Lindsey



ELE NUNCA A DEIXARIA IR E ELA NUNCA SACRIFICARIA SUA INOCÊNCIA...


Em temor trêmulo, ela ousou recusá-lo, embora sua beleza suave era o prêmio da sua espada. E ele, na sua necessidade violenta, podia tê-la tomado à força... Mas não... Ele queria muito mais.



Palavras de uma leitora...


"Ele saltou da cama para alcançá-la, mas a cólera deu a Shenna força para liberar-se. Ele tentou agarrá-la outra vez e ela estalou sabendo quão inúteis seriam seus esforços por desfazer-se dele. Enquanto tinha a oportunidade, esbofeteou-o com todas as suas forças. E quando Jamie levantou a mão para golpeá-la a sua vez, ela não se arrependeu de nada.

Mas ele não a golpeou. Os olhos dela lhe lançavam grandes faíscas azuis como safiras, desafiando-o, e apesar disso, ele não a golpeou.

- Por que vacila? - perguntou ela com uma voz que soou como uma chicotada - Já não tenho medo de você, Jamie. Não poderia me fazer mais mal do que já me fez.

- Não posso te bater.

- Por que não?

O peito de Jamie doía como se um grande peso o esmagasse.

- Porque acredito que eu sofreria mais que você - disse ele, furioso consigo mesmo por sentir-se assim - E não sei por que."


- rsrsrs... Um milagre aconteceu! Finalmente apareceu um livro da Johanna Lindsey onde a mocinha não sofre humilhação, estupro ou agressão por parte do mocinho. O mocinho é apaixonante!!! rsrs... Ainda estou chocada, sabe? rsrs.. Mas muito feliz por isso! Gostaria tanto de encontrar outro livro da autora assim... Se você já leu algum livro pesado da autora e tem conhecimento das maldades existentes em quase todos os seus romances, ao ler o livro "Uma Doce Inimizade" notará que esse livro não deixou de "prender" por não ter as tais maldades dos outros livros. Eu, sinceramente, prefiro esse livro que acabo de ler do que os outros livros da autora pelos quais passei os olhos ou o livro "Assim Fala o Coração", que foi o que realmente li antes desse.

Lembram-se que eu disse na resenha anterior (ou pelo menos acho que disse..rsrs...) que estava lendo trechos de livros da autora Johanna Lindsey, em busca de algo que me deixasse furiosa??? Pois é.. Estava e encontrei, sabe? Todos os livros pelos quais passei eram fortes, pesados, cruéis... exceto "Uma Doce Inimizade", é claro. Então... Se eu queria me irritar, por que não li esses livros??? Tenho a vergonha de admitir que fui covarde..rsrs... Pois é... Cheguei em um livro tão pesado e senti uma raiva tão grande que tive vontade de socar o computador que não tinha culpa de nada, tinha vontade de gritar e matar o mocinho-monstro... era tão perverso que me senti nauseada. Não consegui, gente! Sei que queria me enfurecer, mas acabei mudando de opinião depois disso... mas continuei pesquisando entre os livros da Johanna que tenho no pc... Eu deveria ter começado a ler o livro 'O Amor do Pirata', mas quando cheguei no livro "Uma Doce Inimizade" nada me fez desgrudar dele... Tive que olhar bem pra capa do livro para ter certeza absoluta de que tinha sido escrito pela Johanna...rsrs... E ainda fico me perguntando se existem duas Johanna Lindsey... Alguém sabe? :)

Bem... O que esse livro tem de especial que os outros livros da autora não tem???!!! O mocinho!!! kkkk... Ele é TDB, maravilhoso, perfeito mesmo sendo um completo machista. Ele é tão apaixonante! Ficava furioso quando a mocinha tinha medo dele (medo esse que ela teve durante boa parte da história.). Ele não queria isso. Não queria que ela tivesse medo dele e se perguntava o que tinha feito para despertar tal pavor (daqui a pouco eu explico o que ele fez). Então... ele já a amava desde a primeira vez que a viu... bem antes de saber que ela pertencia ao clã inimigo do seu. Ele sonhava com a fada que viu se banhando naquele lago, seu anjo, aquele ser surreal... enfim... e acabou até sendo capturado pelo clã da mocinha por causa disso..rsrs... Mas essa é uma longa história que terei o imenso prazer de explicar.


- Bem... Quando comecei a ler esse livro eu não esperava ternura, sabe? E eu nem comecei a ler o livro de verdade. Estava fazendo o que fiz com os outros livros da Johanna pelos quais passei na semana passada: apenas lendo trechos. Mas logo nas primeiras páginas há a cena do lago na qual o mocinho para (eu sei... "para" sem acento é muito estranho) e admira a fada que está se banhando...rsrs.. Eu achei a cena linda, o modo como ele realmente pensa que é uma "visão", algo imaginário...E tive que começar a ler o livro de verdade....rsrs...  E depois ele quase desiste de atacar o clã da mocinha, pois não conseguia tirá-la da cabeça... Bem... quase desiste e talvez até tivesse desistido se soubesse quem era ela: a filha favorita do chefe do clã inimigo do dele. Acho até que ele teria feito um tratado de paz através do casamento dele com a mocinha... Eu realmente tenho certeza de que ele teria feito isso... e faz na primeira oportunidade que aparece...rsrs... Sou uma fofoqueira quando se trata de livros, não é? :)


- Preciso fazer um pequeno resumo para que vocês entendam melhor o livro... Esse livro me faz lembrar de Romeu e Julieta que pertenciam à famílias inimigas e em guerra. Mas esse livro é mil vezes melhor do que "Romeu e Julieta" (na minha opinião!!!!). Tem mais romance, é mais encantador e os mocinhos não são idiotas o suficiente para se suicidarem (ok. Acabei de revelar porque não gosto do livro Romeu e Julieta. Além do livro ser chato, o motivo principal é o suicídio duplo. Eu achei aquilo uma completa falta de coragem para lutar pelo amor que sentiam e não simpatizei com esse casal covarde, não). Enfim... Não me esganem por isso! Sei que Romeu e Julieta é um clássico adorado por muitos, mas eu detesto esse livro! rsrs... E não gostei muito de lembrar dele, não.


Um pequeno resumo:


Há mais de quarenta anos os MacKinnion são inimigos dos Fergusson. Ninguém sabe ao certo quem começou a guerra, cada clã tem sua própria versão para os fatos. Só o que se sabe com certeza é que devem ser inimigos eternos.

Mas, dois anos atrás, o clã do Jamie (MacKinnion) e o da Shenna (Fergusson), fizeram as pazes... temporariamente. Ambos pararam de atacar e viveram em trégua por esse tempo. Porém, um ataque inesperado vindo, supostamente, do clã Fergusson, acaba com a trégua e provoca muitas mortes...

Jamie MacKinnion ficou arrasado e furioso ao passar pelo povoado e ver tanta gente inocente assassinada. Ele jurou que faria justiça e mal pôde acreditar quando soube de quem vinha esse ataque sangrento. Por quê? Se era o outro clã que desejava tanto a paz... por que eles começaram novamente essa guerra? Era uma pergunta que ele se fazia e custava acreditar que aquele determinado clã era realmente o responsável por aquele massacre... Mas não havia dúvidas. Haviam provas e testemunhas... Ele teria que contra-atacar e assim a guerra novamente começaria de vez...

Foi quando a viu... Ele estava nas terras de seus inimigos, avançando para o ataque e viu aquela fada se banhando nua no lago. As mortes, a guerra, a raiva... tudo desapareceu e ele não conseguia pensar em mais nada. Só queria se juntar a ela... fazer amor com sua fada... Será que era real? Não... Só podia ser sua imaginação.

Jamie avançou e atacou o clã Fergusson, mas jamais conseguiu esquecer aquela linda jovem de cabelos vermelhos... sua fada...

Shenna Fergusson adorava se banhar no lago. Era um dos seus prazeres da vida. Adorava sentir a água molhar seu corpo e não se importava de tomar banho sem roupas ali, pois ninguém ousaria se aproximar. Correria o risco de provocar a ira do seu pai, chefe do clã. E ela tbm contava com a proteção de seu irmão caçula, Nail, que avisaria se alguém se aproximasse... Mas Shenna ficou arrasada quando soube que não poderia mais banhar-se no lago, pois os selvagens MacKinnion haviam iniciado mais uma vez aquela antiga guerra. Naquele momento ela odiou ainda mais o chefe dos MacKinnion. Ele nem a conhecia, mas já fazia questão de atrapalhar sua vida.

Após os dois ataques que reiniciaram a guerra, a vida de Shenna sofreu drásticas e terríveis mudanças. Além de não poder mais se banhar no lago, ela tbm seria obrigada a se casar o mais rápido possível para poder fortalecer o clã de seu pai. Ela não queria se casar. Só se casaria e entregaria seu corpo ao homem que amasse, mas não tinha escolha. Por culpa do MacKinnion ela seria forçada a um casamento que não desejava...

Porém, Shenna somente enfrenta momentos de verdadeiro desespero, quando Jamie (chefe do clã inimigo) é capturado por seu povo. Ela fica apavorada. Não porque ele foi feito prisioneiro, mas sim por causa do acordo que seu pai faria para que Jamie recuperasse a liberdade: que Jamie se casasse com uma das filhas dele. E, se dependesse do tirano do primo da mocinha, ela seria a escolhida.

O que será que acontecerá? Shenna realmente será obrigada a se casar com o Jamie? E poderá existir amor entre duas pessoas que se odiaram desde o nascimento?


- Bem... Não vou contar! Contei demais....rsrs... Já disse que eles irão se casar, mas não vou dizer em que momento... Tanta coisa ainda vai acontecer... Haverá várias reviravoltas maravilhosas. Confesso que eu fiquei com muito medo, pois esperava maldade da parte do Jamie. Mas ele não é mau e isso posso afirmar. Em nenhum momento ele vai humilhar, violar ou agredir a mocinha. Ele sabe respeitá-la mesmo que seja um ditador...rsrs... Ele é daquele tipo de mocinho que me irrita, pois se acha o "senhor absoluto", mas ele compensa ao ser tão carinhoso com ela... e a cena de amor deles é digna de lágrimas. Muito linda! Ele se preocupa com ela, se importa com os sentimentos dela... Ai, gente! Ele é maravilhoso! E a cena que coloquei logo abaixo do título: "palavras de uma leitora", é uma cena que eu amei. Ela o desafiou, bateu no rosto dele... ele não permitia isso de ninguém e levantou a mão pra revidar... mas não fez isso! Fiquei muito feliz. Ele não teve coragem de magoá-la de nenhuma forma. A amava e preferiria arrancar o braço antes de ousar machucá-la. Custa-me acreditar que esse livro é realmente da Johanna! É algo incrível! Até a última página do livro eu fiquei esperando por uma cena de violência por parte do mocinho... e essa cena jamais chegou. Ele é realmente TDB! Estou apaixonada!

- Como disse, muita coisa vai acontecer nesse livro. Ele é longo, mas você nem perceberá o tempo passar ao lê-lo. É uma leitura deliciosa, divertida e angustiante em alguns momentos. Há momentos de sofrimento nesse livro, embora não sejam tantos... mas há aqueles que fazem nosso coração ficar apertado. Mas não se preocupem: tudo acaba muito bem, felizmente. O Jamie e a Shenna foram feitos um para o outro e formam um casal perfeito!

- Bem... e antes de terminar essa resenha, vou dizer só mais uma coisa (risos): o motivo da mocinha ter pavor do mocinho. Já sabem que as famílias deles são inimigas há muito tempo, certo? Então... quem nunca ouviu histórias por parte do avô, avó, pai, mãe??? Shenna ouviu. Durante sua infância inteira ela ouviu histórias terríveis sobre o Jamie. A família dela dizia que ele era um monstro que causou a morte da própria esposa. Segundo os boatos que ela ouviu, o Jamie violentou brutalmente a esposa e a coitada se suicidou por causa disso. Bem.. a história verdadeira não é bem assim, mas...rsrs... A mocinha ficou com essa imagem negativa na cabeça. O tempo passou e o medo em vez de diminuir foi aumentando cada vez mais. Lembram-se que falei que o mocinho é capturado e que teria que casar com uma das filhas do pai da Shenna? Então... A mocinha fica sabendo que ela seria a escolhida e quase tem um treco. Na cabeça dela, ele a faria sofrer e a mataria sem piedade. Ela realmente tinha um medo terrível dele... e esse medo aumentou quando o irmão mais novo da mocinha, após ter uma conversa com o mocinho prisioneiro, lhe contou o que ele pretendia fazer com ela: espancá-la e violentá-la pelo resto da sua vida...rsrsrs... O problema principal desse casal vai ser justamente esse: o medo que a mocinha tem do Jamie. Mas eles vão conseguir resolver susas diferenças, pois o mocinho é muito paciente... nem tanto assim, mas... enfim...


- Já falei demais, eu sei! Mas não contei tudo. Deixei de contar várias coisas importantes que vocês só descobrirão lendo. É uma leitura imperdível e que eu recomendo a todos! Não deixem de ler esse livro!

- Não. Ainda não estou totalmente de volta e por isso ainda não prometo nada. Até breve!



6 comentários:

Anônimo disse...

Ainda bem que vc divide.Porque esse foi o único incoveniente de ler esse livro.Ficamos logo apaixonada pelo cidadão e depois vamos ver se já tem uma fila enorme só para pegar a senha rsrsrsr...


Muito obrigado pela indicação Lú.Me encantei com o mocinho e tal como vc diz ele é perfeito apesar das imperfeições.Um lider,um chefe de clã tinha que ser um homem de temperamento forte,determinado,mas a docuçar dele vinha toda a tona quando o assunto era a mocinha e olha que ela o testou várias vezes e por isso eu gostaria muito de ter visto um epílogo,gostaria de saber um pouco mais da relação deles passado um ano,mas acho que não vai ser nada monotona e os servos vão ter muitas histórias para contar sobre esse casal rsrsrsr...

Quero um livro com o Penetrem já e um com o Nial.


bjs,

Luna disse...

rsrsrs... Com certeza! Aposto que a relação deles será muito intensa e divertida. Ela não é fácil. E ele é um arrogante apaixonado...rsrsrs...

De nada! :) E eu tbm gostaria de ler uma história sobre os outros mocinhos.

Bjs!

maxima slark disse...

vou correndo ler o livro por causa da sua resenha eu adoro a Johanna Lindsay, até os mocinhos malvados

Mari Mendes disse...

Leio os livros de Johanna,mas fico irada com esses mocinhos, eles são uns ogros...estupram as mocinhas,batem,humilham...porque então leio esses livros? :( é porque eles fazem tudo isso...mas se arrependem...amam... só não conseguem demonstrar...as vezes to lendo um livro dessa autora, para e xingo tanto esses mocinhos,quero que eles morram,que alguém os mate...rsrs ;) ler um livro de Johanna nos faz ter um emaranhado de emoções, ela mexe com nossos sentimentos, vou confessar amo os livros dela...apesar de querer matar os mocinhos... rsrs beijinhos meninas

Luna disse...

kkkkkkkkkk...


Mari, é realmente uma loucura ler os livros da Johanna Lindsey. Nossas emoções ficam bem balançadas. Os odiamos em alguns momentos, amamos em outros e a escrita da autora é maravilhosa. Só que existem mocinhos dela que não consegui perdoar. Ultrapassaram todos os limites para mim (o Tristán, de O Amor do Pirata. E o russo do livro Fogo Secreto).


Uma Doce Inimizade, na minha opinião, é o mais leve entre os livros que já li da autora. O mocinho é um fofo! :)


Bjs!

Anônimo disse...

Li e me surpreendi! Jamie é apaixonante! O mocinho perfeito s2

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.