O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sábado, 23 de abril de 2011

Chantagem do Desejo - Lynne Graham


Feliz Dia Internacional do Livro!!!!


Mãe solteira de gêmeos, Katie não desejava o pai das crianças, o bilionário grego Alexandros Christakis, novamente em sua vida. No entanto, dificuldades financeiras a forçam a pedir sua ajuda.

Alexandros exige que Katie se case com ele. Os dois não têm nada em comum, exceto a atração mútua e ardente, mas a resistência é inútil: as crianças e Katie precisam dele. Será que ela se submeterá a Alexandros e se tornará sua amante?





Palavras de uma leitora...




"— Primeiro... casei-me porque você ameaçou contestar minha custódia dos garotos. 


— Eu não faria isso! Bem se vê que você ainda não sabe nada a meu respeito.


— Segundo... fique calado e apenas ouça. Não quero dormir com um homem que me faz sentir que só sou boa o suficiente para sexo!


— Não quero dormir com uma esposa que pensa que pode usar seu corpo como barganha!


— Terceiro — continuou Katie obstinada —, eu...


Alexandros ergueu as mãos numa demonstração de raiva.


— Vou embora daqui!


— Não! — protestou Katie, passando por ele, e colocando-se junto à porta para bloquear a saída."






- Maravilhoso! Simplesmente maravilhoso! Eu sabia que havia escolhido o livro certo para homenagear mais uma vez o Dia Internacional do Livro! Mas confesso que tive minhas dúvidas...rsrsrs...


- Como vocês já sabem, hoje é um dia especial. É o dia dos nossos amados livrinhos! Eu já prestei uma pequena homenagem aos meus amados romances no dia 21/04 e se vc quiser conferir, basta clicar AQUI. Porém, eu queria postar um livro que pudesse indicar a todos sem problema nenhum. Que todos que acompanham meu blog pudessem ler... O livro tinha que ser de banca, ser de uma autora especial pra mim e ainda ser maravilhoso. Não podia ser menos do que isso. E foi difícil escolher. Escolher o livro, mas não a autora, pois Lynne Graham é minha preferida e eu não poderia escolher outra de jeito nenhum! E todos aqui também sabem: seus livros provocam amor e ódio ao mesmo tempo. É impossível não se irritar com seus mocinhos, não desejar matá-los algumas vezes... Porém, ela sempre tem um jeitinho de nos fazer perdoá-los...rsrs... Embora já tenha tido vezes que não fui muito compreensiva com alguns dos seus mocinhos, não... Enfim... Mas amo os livros dessa autora! Adoro seu jeito de escrever, seus mocinhos donos da verdade, do mundo e do coração da amada! Adoro aquele jeito arrogante, o arquear das sobrancelhas, o sorriso irônico... e toda a vulnerabilidade ao admitir que durante todo aquele tempo estava lutando contra o amor que sentia por sua amada... que estava tentando impedi-la de ter o controle, pois tinha medo de amar e se machucar. Tão arrogantes no início e tão vulneráveis no final... Eu queria isso. Queria ver um mocinho ser transformado pela amada, queria me estressar e me divertir ao mesmo tempo... Queria amar e odiar determinado mocinho... Queria que a história fosse perfeita! E se tivesse criança seria melhor ainda, não? E nunca faltam crianças nos livros dessa autora. Seus mocinhos sempre contribuem para perpetuar a espécie humana...rsrsrs.... E aí eu li as sinopses de alguns livros que a Monica havia me indicado da autora e eu ainda não havia lido. E acabei escolhendo "Chantagem do Desejo". Por quê? Tinha criança, casal com história (já haviam tido um caso no passado, então era um reencontro), mocinha precisando da ajuda do mocinho, o que, obviamente nos livros da LG, significa chantagem... e até o título já diz isso. E tinha grego. Os gregos da LG me encantam! rsrs... E como já disse, acertei na escolha, felizmente! Amei com todo o meu coração essa história! E fico muito feliz por isso, pois se a história não me agradasse, não haveria resenha nenhuma hoje! rsrsrs... Não iria postar um livro que não fosse perfeito pra mim num dia tão especial.


- Esse livro tem quase tudo que a maioria dos livros da autora tem. Quase... Pois não há vingança. Bem... não da parte do mocinho, pelo menos...rsrs... Tem mocinha que perdeu a virgindade com seu amado, gravidez, chantagem, reencontro, desencontro, mocinho que é podre de rico e mocinha que está precisando urgentemente de ajuda e precisa fazer tudo que o mocinho quiser... Os ingredientes perfeitos para fazer uma ótima história de amor e ódio...rsrs... Mas são ingredientes que a autora sempre usa... E mesmo assim há mocinhos e até livro dela que não perdoei... Qual é a diferença dessa histórias para as que desprezei? Alexandros Christakis!!! O livro "Chantagem do Desejo" tem o Alexandros que é perfeito apesar de toda sua imperfeição. Ele errou sim. Cometeu várias idiotices. Abandonou a mocinha, duvidou de que os gêmeos eram seus, exigiu o teste de DNA e chegou a ameaçar tirar os filhos da mocinha! E essa última estupidez é a que menos tolero, mas ele é tão fofo, gente! E teve um momento que me acabei de rir, pois a mocinha pensou algo que eu já tinha pensado: apesar de tudo o que ele fazia, era impossível ficar aborrecida com ele por muito tempo. Mesmo se estivesse errado, a culpa batia se ele ficasse triste, se ela negasse algo. E eu fiquei com tanta peninha dele quando a mocinha decidiu que tinha que se vingar, pois ele havia errado feio. Eu sabia que ela estava certa, mas não queria que ela se vingasse! Como pode? Mas, se vocês lerem esse livro, sem preconceitos para com os livros da autora, sem receio, vão se apaixonar pelo Alexandros. Ele é muito cabeça dura, é verdade. Irritante, algumas vezes. E acabou fazendo a mocinha fazer tudo que ele queria, mas é tão fácil amá-lo. Ele é tão maravilhoso em vários momentos! E quando tenta sozinho cuidar dos gêmeos? kkkkkkkkkkk.... Aquela cena foi hilária! Ele tentou trocar, banhar e alimentar aqueles dois pequenos traquinas, mas fracassou completamente...rsrs... Ficou com a roupa manchada de suco, biscoito, leite... e não conseguiu de jeito nenhum vestir as roupas nos bebês. Teve que levá-los para casa sem roupa mesmo..kkkkkkkkkkk... E quando ele admite que fracassou para a Katie é fofo. Ele é um amor! E me conquistou antes do livro chegar na metade. Posso dizer que é um dos meus mocinhos preferidos dessa autora.


- Bem... Creio que vocês precisam de um pequeno resumo, certo? :)


Mas antes... Leram o trecho que coloquei logo acima? Onde a mocinha fala: primeiro, segundo, terceiro? rsrs... Então... Eu achei essa parte muito engraçada por duas coisas: a mocinha disse "fique calado e apenas ouça". Não me pergunte porque, mas essa frase me fez rir muito...rsrs... Talvez seja por ela estar falando assim com alguém como ele. E o outro motivo é que ela começou a briga, mas depois não queria que ele saísse do quarto. Entrou na frente da porta para impedi-lo de sair... e vocês sabiam que ela tem um gênio "explosivo"? Sim. Ela gosta de atacar as coisas nele! kkkkkk...



Um pequeno resumo:


A mãe de Katie havia ficado doente e ela largou tudo para ir cuidar da mãe, onde esta morava, na Irlanda. Katie era assistente pessoal em Londres e tinha uma vida agradável. Mas após a viagem para Irlanda toda sua vida virou de cabeça para baixo... Ela nunca mais foi a mesma, perdeu tudo que tinha, incluindo seu coração... e de quebra ficou grávida de gêmeos.


Sua mãe não podia trabalhar e temia perder o emprego por isso. Katie então, decidiu ocupar o lugar da mãe como diarista e zeladora numa mansão perto de onde sua mãe morava. A casa quase nunca era ocupada, porém um hóspede misterioso estava para chegar e ela tinha que deixar tudo perfeito... Mal sabia ela que aquele homem iria mudar toda sua vda....e roubar seu coração.


No início, eles não se deram bem. Apesar de achá-lo irresistível, Katie não suportava seu jeito autoritário e nem ser tratada como empregada. E foi por isso que, em um determinado dia, ela explodiu, demitindo-se do emprego.


Após o momento de raiva passar, Katie percebeu que havia cometido um grave erro. Ela não havia se demitido, e sim demitido sua mãe do emprego. E foi pensando nisso que ela voltou, disposta a pedir perdão e suportar o gênio do seu patrão temporário.


Alexandros não aceitou facilmente as desculpas de Katie. Ele detestava gente incompetente e ela não sabia fazer nada direito. Como se não bastasse, ainda ficava flertando com ele descaradamente...Esse não era o comportamento adequado para uma empregada que tinha como uma das suas obrigações, ser invisível. Foi somente quando Katie admitiu que estava ocupando o lugar da mãe, que ele decidiu lhe dar uma chance... e conquistá-la.


Eles viveram alguma semanas de amor... Katie se sentia amada e no céu. Alexandros era perfeito e parecia conhecer todos os seus segredos e o que a fazia feliz... Ela se sentia amando pela primeira vez e era algo tão forte que não pôde guardar para si mesma. E num belo dia, ela confessou que o amava. Foi seu erro. Depois daquelas palavras, Alexandros não quis mais nada com ela e a dispensou como se não tivesse significado nada. Como se não passasse de um objeto de prazer, como se não tivesse sentimentos... Pouco tempo depois, Katie descobriu que estava grávida.


Ainda tentou entrar em contato com ele algumas vezes, porém ele nunca podia atender. E num determinado dia, cansada das ligações insistentes de Katie, a secretária revelou que ela nunca poderia falar com Alexandros, pois seu nome não constava na lista. Katie nunca mais ligou.


Dezoito meses se passaram... Katie havia voltado para Londres e sua vida era um inferno. Ela não tinha emprego, casa ou algo para alimentar seus filhos. Estava vivendo com a assistência do governo, porém nem com isso podia contar. Seus bebês choravam muito durante a noite e ela tinha que estar sempre se mudando e já não aguentava mais viver assim. Estava quase entrando em desespero, quando percebeu que teria que engolir seu orgulho e procurar Alexandros se não quiser matar seus filhos de fome.


Ela passou noites em claro, mas tomou a decisão. Foi até a empresa na qual Alexandros estaria naquela dia, sua única chance de falar com ele, e o enfrentou... revelando que ele a havia engravidado... Como será que termina essa história?


- Bem... A Katie se encontrava numa situação muito difícil. Ela realmente estava vivendo um inferno. E nesses momentos eu desprezei o Alexandros. Ainda não o conhecia direito e sabia apenas o lado da Katie da história. Que não deixava de ser verdadeiro. E uma cena, na qual ela viu roupinhas de bebê que queria levar para os filhos, mas não tinha dinheiro para comprar, me deixou furiosa com o Alexandros. E eu disse uma frase que não é muito agradável...rsrs... Essa frase é usada pela minha mãe até hoje, mas eu não gosto de usar. Porém a irritação falou mais alto e eu acabei falando...rsrs... Não vou dizer qual foi, somente que ela significa: ela não fez sozinha. Ela não havia feito os filhos sozinha e era mais do que obrigação do Alexandros ajudar! Ele nem procurou se prevenir e depois nem sequer ligou para saber se sua estupidez havia tido consequências. Não. Ele seguiu com sua vida e nem sequer pensou nisso. Engraçado é que ele não queria ter filhos. Mas pelo que o livro diz, tbm esqueceu de se prevenir. Mas quem pagou por isso foi a Katie, que abandonou o trabalho maravilhoso que tinha e estava quase passando fome para tentar criar os filhos, vivendo da ajuda do governo e ainda tendo que aturar todo tipo de coisa, como a intolerância dos vizinhos que não gostavam de choro de criança. Ela estava quase enlouquecendo. Não sei como suportou. Mas ela tem uma crise histérica quando reencontra o mocinho, chegando a ameaçá-lo, o que faz nosso Alexandros ir atrás dela depois.


- Ele duvida da paternidade. Isso me irritou bastante, pois além do pedido de teste de DNA ser ofensivo, ele sabia que ela era virgem quando dormiu com ele. E a idade das crianças batia com a época do namoro. Ele não tinha direito nenhum de pedir esse teste. Nossa mocinha ficou indignada, é claro, mas aceitou. Não era nenhuma surpresa para ela; já o conhecia muito bem. Porém, Alexandros percebe que não seria necessário nenhum exame quando vê pela primeira vez os dois traquinas. Eles eram a cópia do pai e um era idêntico a ele até no gênio. E esse primeiro encontro é engraçado, pois um dos bebês começa a chorar, a mocinha coloca o menino no colo do pai, pois precisava se vestir de modo decente... e aí o mocinho não sabe o que fazer. Segura a criança como se estivesse segurando um animal perigoso e quando o choro do menino aumenta ele o coloca no chão! kkkkkkkkk.... E como se não bastasse, fala com o menino como se ele tivesse sete, oito anos... A criança só tinha dez meses! rsrs... A mocinha não acredita que ele foi capaz de colocar seu filho no chão e pega a criança nos braços de modo protetor, olhando para o Alexandros de modo agressivo. A desculpa dele é que nunca tinha pegado um bebê nos braços e não sabia o que fazer. Eu adorei! Esses momentos do mocinho tentando aprender a ser pai  foram sempre engraçados. Mas ele aprende, gente! E se torna um pai maravilhoso!


- Bem... Se deixarem, irei contar o livro todo e por isso creio que é melhor parar. Já disse que o livro é maravilhoso e com certeza darei as cinco estrelas que ele merece. E o livro ainda se tornou um dos meus preferidos da Lynne Graham. Muito fofo, com um casal intenso, teimoso e apaixonado. Um mocinho arrogante, mas super carinhoso quando quer... e ele é carinhoso muitas vezes nessa história. Tanto que eu fico com pena dele quando a mocinha decide se vingar por ele ameaçar tirar os filhos dela. Mas ela não consegue ficar firme por muito tempo, não. Principalmente depois que ele admite que ela estava certa e que ele havia feito tudo errado. Ele disse que ela estava certa! E uma coisa dessas vinda de um mocinho dessa autora é um grande avanço! rsrs... Ele disse com todas as letras e ainda pediu desculpas depois. Mas ele não foi muito mau nesse livro, não. Para o padrão da autora, ele é até muito bonzinho. Protetor, compreensivo, carinhoso... o casamento da mocinha foi lindo! Ele fez tudo ser perfeito e conhecia cada um dos seus gostos. Fez cada coisa linda por ela. Não pude deixar de amá-lo!


- E é claro que recomendo o livro a todos! Creio que não irão se arrepender. Não se esqueçam, é claro, de que é um romance da Lynne Graham. Estresse é garantido, mas diversão tbm. E vcs vão se apaixonar pelo mocinho e suspirar depois...rsrs... O livro é ótimo! Pelo menos, pra mim é. Perfeito!

5 comentários:

Gisele disse...

ehehehe, nossa... vc "quase"contou o livro todo...ehehe adorei.

Nunca li nenhum livro de banca, mas já anotei esse na lista, parece muito bom, fiquei com muita vontade de ler.

Ótima resenha.

Bjus
Gisele
http://dicasdelivrosefilmes.com.br/

Luna disse...

Olá Gisele!

Livros de banca são maravilhosos! E nos fazem viajar por lugares incríveis e viver lindas e inesquecíveis histórias de amor! Tenho certeza de que vc vai gostar e vai querer ler vários outros! :D

Bjs!

Anônimo disse...

olá querida luna!!! ainda não tinha visto alguém falar com tanta paixão sobre livros como você, você passa a emoção do livro em suas palavras. Eu adoro ler, e sigo as sugestões que você dá, e que bom que nós temos o mesmo gosto! rs... Você já pensou em escrever? porque daria uma ótima escritora, não sei se você é como eu, mas eu adoro inventar histórias antes de dormir, e fico viajando nelas até pegar no sono... Bem, só queria dizer que amei o seu blog e já sinto que somos amigas mesmo sem nos conhecermos, beijos e fica com Deus.

Anônimo disse...

ah! meu nome é sinézia...

Luna disse...

Olá, Sinézia!

Muito obrigada pelo carinho, querida! Fico feliz por saber que temos gostos parecidos e que você gosta do que escrevo. :) Eu sou uma pessoa muito emotiva, sabe?rsrs... Até demais. Me envolvo demais com as histórias e preciso fazer as pessoas sentirem o que eu senti pelo livro. Preciso colocar em palavras os meus sentimentos pelas histórias... Enfim... Fico muito feliz por saber que você gosta das minhas resenhas como elas são. :)

Eu escrevo.rsrs... Não costumo criar histórias antes de dormir, como você, mas algumas músicas me fazem imaginar histórias e eu as coloco no papel. Só concluí um livro até hoje (os outros estão em processo de criação.rsrs...) e estou modificando algumas coisas nele no momento. Quando terminar de modificar algumas coisas, falo dele aqui no blog. Darei a chance de todos vocês lê-lo. :D

Mais uma vez te agradeço pelo carinho. :)


Bjs!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.