O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Lerulian - A Queda da Cidade dos Homens - Dan Albuk




1º Livro da Saga Lerulian



"Uma busca desenfreada começa a procura das duas partes de Lerulian, mas o tempo, impiedoso, varre a memória dos homens ao longo dos séculos. A espada tornou-se uma lenda, a lenda tornou-se um mito, e assim Lerulian foi esquecida e enterrada por muitos anos."


A ponte Colossal havia sido acesa novamente, e na Ilha de Neihnhamp, dentro dos portões da Fortaleza de Almuk-Rahn, exércitos de silcs saíam para achar o pacote carregado por Vaan Sorg.

Uma guerra por poder, vingança e liberdade ganhará forma na Província de Ilen-Hol.

De que lado você está?


Vida Longa à Mão Branca!


Junte-se à resistência.




Palavras de uma leitora...



- Respondendo a pergunta da sinopse "De que lado você está?" eu digo que estou do lado da Mão Branca! Estou do lado da resistência e louca pela continuação desse livro! :)


- Bem... Estou muito feliz e muito triste ao mesmo tempo. Estou feliz por ter tido a oportunidade de ler esse livro. Foi realmente uma experiência mágica, incrível... Eu me senti dentro da história e adorei cada instante. Bem... Tirando os momentos em que os personagens eram atacados. Esses momentos eu não adorei não, óbvio...rsrs... Mas a história me encantou muito e eu estou completamente apaixonada por alguns personagens especiais. E é por isso que estou triste. Porque vou sentir saudades... Na verdade, já sinto. Muita, muita saudade mesmo! Não quero me separar deles, sabe? É como se ao longo da história eles também se tornassem meus amigos... Sei que parece loucura, mas eles são tão maravilhosos, tem algo tão bom dentro deles que me fez amá-los. Tem bondade, generosidade, amor, coragem, amizade, força.... Humor, também, é claro. Principalmente o Lothar que me divertiu muito...rsrs... Ele é muito engraçado e eu sinto um carinho muito especial por ele. O Rus, com seu jeito grosseiro e sério também me encantou... Sem falar no Vaan, nosso protagonista, que enfrentou o Rus, acabou derrotado e mesmo assim continuou com a língua afiada..rsrs... Ele só parece tímido. De tímido não tem nada. Tem é um gênio bem difícil. É muito irônico quando quer... Mas acho que ainda não é o momento de eu falar dos personagens, né? Tenho que explicar a história primeiro.


- Bem... Antes de fazer o "um pequeno resumo" vou falar uma coisa. Pessoas que não são amantes do spoiler não precisam ficar com medo dessa resenha...rsrs... Não terá spoiler. Vou contar somente o necessário. Não revelarei nada que estrague a leitura de vocês...rsrs... Por isso, podem continuar lendo a resenha tranquilamente... :D



Um pequeno resumo:


Tudo começou muito tempo atrás... Antes mesmo dos homens pensarem em entrar em guerra... Tudo começou quando o grande criador, Fal-Hal, decidiu presentear seus três filhos com armas especiais. Sua filha recebeu a balança do equilíbrio, seu segundo filho, recebeu o pergaminho da sabedoria e... Seu primogênito, Val-Grahn, recebeu Lerulian, a espada da força. Três presentes maravilhosos e poderosos, dados com amor aos seus filhos... E Fal-Hal não poderia nem imaginar a grande destruição que um dos seus presentes causaria. E muito menos que seria traído por um de seus filhos...


Val-Grahn, o primogênito do grande criador, não estava satisfeito com o que tinha. Ele se achava o melhor, a criação mais perfeita e não admitia os erros das outras criações. Achava os homens imperfeitos demais e seu pai muito piedoso. Por isso, decidiu destruí-los... utilizando-se de Lerulian para isso. Ele lutou, destruiu, matou muita gente... Mas tudo tem seu preço e quanto mais ódio ele sentia, quanto mais lutava como os homens, mais homem ele se tornava. E como todo homem, em algum momento morreria. E isso não tardou à acontecer. Como homem, ele morreu e seu espírito, destruído pelo ódio, buscou abrigo dentro da fortaleza de Almuk-Rah.


O grande criador, sentindo uma tristeza profunda dentro de si, separou Lerulian em duas partes, jogando cada uma num extremo do continente de Yvion, antes governado por Val-Grahn.


Alguns homens, ambiciosos e conhecendo o enorme poder que Lerulian tinha, começaram uma busca pelas duas partes da espada. Mas tudo foi em vão. O tempo foi passando e quanto mais passava, mais Lerulian ia sendo esquecida... Até se tornar uma lenda. Será que realmente havia existido? E era realmente tão poderosa ou tudo não passava de invenção?  Bem... Depois de muitos anos, alguns puderam ter essas perguntas respondidas...


Vaan Sorg era um rapaz comum de dezessete anos, calado e que ajudava o pai na loja de ferragens Fogo Amigo. Todo dia de manhã ele ia trabalhar com o pai e voltava ao anoitecer. Comia a comida maravilhosa que só sua mãe sabia fazer e, antes de dormir, ficava admirando o céu... Sonhando acordado e desejando viver algumas aventuras... E foi numa dessas noites que eles as viu pela primeira vez... Naquele momento não sabia o que eram ou o que significavam. Nem sequer podia imaginar o quanto sua vida mudaria instantes depois daquele primeiro encontro.

Ele estava admirando o céu como sempre quando viu treze vultos passarem. Eles dançavam uma dança macabra e um daqueles seres desconhecidos, carregava algo nas mãos. Após ver aquelas criaturas estranhas, Vaan se sentiu angustiado sem entender o motivo. Simplesmente sentia que algo estava errado. Após alguns instantes ele decidiu voltar para casa, mas antes de conseguir entrar em casa, viu outra coisa muito estranha. Rhynna, sua vizinha misteriosa, o olhava fixamente, mas não foi isso que surpreendeu Vaan. Rhynna sempre o olhava assim. Não. O que chamou a atenção de Vaan foi a criatura horrível que estava no ombro de Rhynna. A criatura parecia concentrada no que fazia e falava baixinho no ouvido de Rhynna, que parecia estar sentindo dor. Era uma criatura horrível, sem unhas e com dedos compridos e afiados. Quem era aquela criatura e o que sussurrava no ouvido de Rhynna? Depois de ter falado tudo que queria, a criatura resolveu partir e Rhynna foi para casa. Vaan, sem entender nada que estava acontecendo naquela noite, resolveu entrar também e dormir. Na manhã seguinte poderia fazer as perguntas que martelavam na sua cabeça ao seu pai. Ele saberia responder algumas coisas. Pelo menos, Vaan queria acreditar nisso.

Na manhã seguinte, Vaan acordou cedo como sempre, mas após alguns instantes percebeu que algo não estava certo. Não sentia o cheiro delicioso da comida da sua mãe e após procurar pelos pais no quarto, não os encontrou. Embora sentisse que algo muito errado estava acontecendo, Vaan resolveu manter a calma e ir para a loja do pai, acreditando que ele estaria lá e que, por algum motivo, havia levado sua mãe com ele. Mas eles não estavam.


Vaan trabalhou o dia inteiro na loja, atendendo os pedidos dos clientes impacientes e desejando poder voltar para casa logo e ver seus pais. Desejava que tudo voltasse ao normal. No caminho de volta para casa, ele ficou pensando que quando chegasse seus pais estariam lá e teriam as explicações necessárias para aquele desaparecimento repentino. Mas ao chegar em casa, ele finalmente teve que encarar a realidade. Nada mais seria como antes. Algo errado demais estava acontecendo... E as consequências seriam terríveis.

Ele não pôde entrar em casa logo quando chegou. Da porta de sua casa escorria sangue, fato que o deixou desesperado. Seus pais deveriam estar feridos e ele correu para ajudá-los, mas foi impedido de entrar, pois a porta e as janelas bateram com violência, deixando-o do lado de fora. E depois disso, mais sangue começou a escorrer da sua casa... Sangue demais. Vaan usou toda a força que possuía até conseguir derrubar a porta e... seus olhos jamais esqueceriam o que viram...


Após aquela visão horrível muita coisa ainda acontece na vida de Vaan Sorg...

Perseguido por seus próprios vizinhos, ele tem que lutar com todas as forças contra a morte que parece decidida a alcançá-lo. E quando está prestes a perder as esperanças de sair daquele pesadelo com vida, ele encontra um estranho que coloca um cordão em seu pescoço e o manda ir ao encontro do rei. Ao chegar lá, Vaan recebe a ordem de partir da Cidade dos Homens. Ele precisava sair de lá com urgência e cumprir as ordens do rei...

Mesmo sentindo-se triste por abandonar sua cidade, Vaan sabia que devia realmente partir embora não entendesse bem o porquê. Tudo que sabia é que teria que chegar com vida em Gravelt e entregar algo que o rei havia lhe dado... No caminho, ele encontra um homem que o acompanha em sua jornada e um pacote pesado lhe é entregue... Um pacote do qual ele não poderia se separar por nada nesse mundo. O que será que há nesse pacote? E por que ele foi entregue à Vaan Sorg? Quem realmente é Vaan Sorg? Por que ele tinha que sair da Cidade dos Homens? Com o tempo algumas dessas perguntas serão respondidas, amizades serão formadas e uma luta contra o tempo começará...


Será que Vaan conseguirá chegar com vida em Gravelt? E nessa luta entre o bem e o mal... Quais pessoas queridas ficarão para trás? Porque, infelizmente, nem todos conseguirão encontrará o final daquele longo caminho... Pelo menos, nem todos o encontrarão com vida, pois uma força poderosa está disposta a fazer de tudo para impedir que Vaan e seus amigos cheguem com vida ao seu destino e deixem o pacote em segurança...



- Bem... Sabe aquele livro que depois que você começa a ler simplesmente não consegue parar? Aquele livro que prende a sua atenção e faz você virar cada página desejando conhecer mais e mais da história e nunca encontrar o final dela? Aquele livro que você deseja que não acabe? Pois então... Lerulian - A Queda da Cidade dos Homens é esse tipo de livro. Ele me prendeu de uma forma, me conquistou de uma maneira, que eu o lia desejando que ele não acabasse... rsrs... Se o livro tivesse mais páginas, eu o leria com a maior vontade, pois ele tem uma história única, mágia e especial. Maravilhosa! E eu não esperava por isso...rsrs... Apesar de ter apostado nesse livro, de ter acreditado que ele seria muito bom, eu não imaginava que ele pudesse realmente se tornar especial para mim. Não esperava tanto dele, entende? Esperava muito, mas não tanto. E tive a agradável surpresa de me ver apaixonada pela história. Eu estou com o livro no meu colo, pois ainda não tenho a coragem de me separar dele...rsrs... Isso sempre acontece quando o livro é especial para mim e quando tenho que lutar contra a vontade de chorar de saudade!kkkk... Sim. Realmente estou a ponto de fazer isso. Não podem rir de mim! Não posso fazer nada para evitar esse tipo de coisa. Sou meio estranha... Enfim... Depois que terminar essa resenha, vou reler as melhores partes do livro. Bem... Isso depois de enviar um email para o autor perguntando pela continuação da história. :)


- O que mais posso falar sobre essa história sem revelar demais? Dessa vez realmente não posso revelar segredos da história, pois isso estragaria a leitura de vocês. Vale muito a pena ler o livro sem saber tudo sobre ele. Até eu que gosto de ler spoiler, iria ficar decepcionada se soubesse de certas coisas antes de ler o livro. Não teria a mesma magia, sabe? E por isso estou tentando segurar minha língua. O que não é fácil quando se trata de livros, mas eu vou conseguir. No meu resumo pessoal feito logo acima (um pequeno resumo) não há absolutamente nada de tão importante contado. Somente uma introdução, digamos. Disse o que é Lerulian, mas isso é revelado de início e não é o mais importante. Não o nome Lerulian, pelo menos. Não vou dizer o que de tão errado estava acontecendo na Cidade dos Homens. Isso vocês terão que descobrir lendo... Estou pensando aqui e... sabem de uma coisa? Eu não posso falar mais nada sobre a história, pois todo o resto é muito importante. Esse é o problema com os livros de suspense... rsrs...


- Então vou falar mais um pouco sobre a minha opinião sobre o livro. Como disse, ele me surpreendeu e de uma forma muito agradável. Tenho a vergonha de admitir que quase não leio livros escritos por autores brasileiros, então, não os conheço bem. Apesar de brasileira, leio mais livros de autores estrangeiros e não tinha, digamos, muita confiança nos autores do meu país, sabe? Li alguns livros de autores brasileiros no passado e me decepcionei, por esse motivo não confiava neles. Alguns meses atrás criei coragem e li um livro da Lu Aluada. Um romance que me surpreendeu por ser maravilhoso. Ela é brasileira e foi depois de ler o livro dela que eu decidi confiar mais nos autores do meu país. Passei a acreditar que eles mereciam uma chance e estava certa. Eles merecem, pois estão crescendo, amadurecendo e criando histórias tão perfeitas quanto as estrangeiras. O mundo de Lerulian é simplesmente fantástico. No momento que você começa a lê-lo, entra num mundo diferente e se sente parte desse mundo, sabe? Ou pelo menos deseja fazer. É o meu caso. As descrições dos lugares eram tão preciosas que eu passei a desejar conhecer esses lugares...rsrs... Pura loucura, eu sei, mas me peguei fechando os olhos várias vezes e tentando imaginar a beleza daqueles lugares. Tanto a Floresta Viva, Floresta do Lago, Cidade dos Homens, Vale Ygara quanto a tribo Halluanda ganharam meu coração. Eu fechava os olhos e desejava conhecer aqueles lugares... fazer parte daquela história e do grupo de amigos do Vaan. Dos corajosos que enfrentariam todos os acontecimentos terríveis ao lado do Vaan. Queria ser um deles...rsrs... Só pelo prazer de viver história tão mágica, conhecer lugares tão fantásticos e fazer amizades sólidas e preciosas.


- Sim. Amizades preciosas foram feitas durante a jornada de Vaan Sorg até Gravelt. No caminho, Vaan encontrou vários amigos que estavam dispostos a darem a vida por aquela causa e por Vaan, se necessário. Pessoas que se arriscaram e não o deixaram para trás. A amizade entre aquelas pessoas que nem se conheciam antes me tocou muito e quando o Vaan lembrou do que cada um tinha feito eu senti uma emoção muito forte. Acho a amizade algo de grande valor. Muito importante para todos nós e ver isso nesse livro só o tornou mais especial. Quando houve perdas irreparáveis, eu senti meu coração se apertar, pois não desejava aquilo e havia me apegado a quem teve que partir. Enfim...E apesar de ser um livro de fantasia, os sentimentos que ele desperta na gente são bem reais. Fiquei tensa em muitos momentos, angustiada em outros, senti amor, ódio, alegria, tristeza... Senti uma mistura de vários sentimentos durante essa leitura. Nem dá para explicar... É algo que simplesmente sentimos. Não é uma história que nos deixa indiferente. Ela mexe com a gente, nos faz senti-la, sabe? E falando em sentir... Também é impossível não sentir medo..rsrs... Eu senti e muito.

- Além de amigos preciosos, nosso corajoso mocinho, também encontrou criaturas horríveis no seu caminho. Criaturas que tinham dois únicos objetivos. Primeiro, matá-lo e depois arrancar dele o pacote que ele carregava. E Vaan e seus amigos não passam por pouca coisa, não. Mas disse que não iria falar demais, então...rsrs... Os personagens mais especiais nessa história para mim foram o Vaan, Rus, Lothar, Null, Ahranny, Hélora, Axel,Ypê, Yuna, Yi e alguns outros dos quais esqueci os nomes... O Vaan é nosso protagonista, corajoso e de língua afiada. O Rus... Bem... Ele é um grosseiro de marca maior, mas um amigo fiel capaz de tudo para proteger quem ama. É o mercenário exilado contratado para proteger o Vaan e quem o nosso mocinho decide que pode enfrentar...rsrs... Quem ler esse livro verá quais foram as consequências da ousadia do Vaan... Null é um bobo, mas muito amigo também. Hélora é irmã de Axel e uma personagem que me cativou, pois a presença dela significou o início do que eu esperava com ansiedade: uma história de amor! rsrs... Quem acompanha meu blog sabe... Adoro romances! E estava louca para ver nem que fosse um pouquinho de romance nesse livro... aquele romance de amor, sabe? E fico grata por ter tido...rsrs... Só espero ver um casamento num dos próximos livros dessa série. Não custa nada, certo? E vai me deixar muito feliz! :D Enfim... Todos os personagens que mencionei tem um lugar especial no meu coração. Nunca poderei esquecê-los. Nem mesmo o atrevido do Lothar, que adorava provocar todo mundo. E sabe de uma coisa? Ele é o personagem que mais me cativou. Todos os que citei são mais do que especiais para mim... Mas o Lothar... Ele é único. Quase todas as vezes em que abria a boca, me fazia rir. Dei graças a Deus por estar lendo em casa e não em algum lugar movimentado. Por culpa do Lothar, as pessoas pensariam que sou louca...rsrs...


- Acho que já falei demais, certo? Vou só deixar aqui um trecho do livro que me tocou muito. Ele não revela nenhum segredo, por isso não se preocupem:


"Nunca esqueceria de Rus, que o protegera com tanta eficácia durante todo aquele tempo, e que agora era um grande amigo, alguém que o tempo não iria carregar. Daria boas gargalhadas quando lembrasse de Lothar e Null, para aqueles dois o tempo nunca fechava, nem mesmo nas situações mais complicadas. Sorg aprendeu a enfrentar seus medos, assim como Axel aprendeu que o equilíbrio é uma das virtudes que todo homem deve ter dentro de si, até mesmo o mais talentoso dos feiticeiros, ou o mais bravo dos guerreiros.


Seu coração acelerava só pelo simples fato de olhar Hélora dormindo, talvez fosse o sentimento mais forte e mais puro que já tinha sentido na vida, e dentro de seu peito machucado, arranhado, cortado e dolorido, Sorg sabia que não poderia deixar que escorresse pelos dedos.




[...] Todas as lembranças que tinha juntado nesse curto espaço de tempo fazia suas entranhas se retorcerem, como se a qualquer momento pudessem ser arrancadas de seu corpo com violência."


- Bem... Esse livro tem uma narrativa viciante e nele você irá encontrar fantasia, aventura, mistério, suspense, um toque de terror, amor, amizade, alguns momentos de angústia e outros de humor... Enfim... É um livro completo e que eu recomendo. Não creio que você irá se arrepender de lê-lo. Nem todas nossas perguntas são respondidas nesse livro, mas isso é normal já que o livro terá continuação. Aí sim creio que poderei saber o que ainda não sei. Fico muito feliz por ter lido esse livro e agradeço ao autor pela confiança. E também por não ter me decepcionado, é claro. E fico muito orgulhosa por ele ser brasileiro. É muito lindo, maravilhoso saber que os autores do nosso país estão crescendo e merecendo espaço nas livrarias e bancas e nas nossas estantes também, é claro. Espero que cresçam cada vez mais e conquistem leitores do nosso país e do mundo. Eu, eles já conquistaram e pretendo ler mais livros nacionais. Ah! E sabe outra coisa que descobri ao ler esse livro? O motivo das histórias desse autor terem sido proibidas na escola na época em que ele estudava...rsrs... Eu sabia que era porque elas eram fortes demais para serem permitidas na escola, mas só lendo esse livro pude entender melhor...rsrs...



Bjs e até a próxima!

1 comentários:

Mil suspiroos disse...

Luna!

Adorei sua resenha!
Esse livro parece ser ótimo, vou atrás!

Bjosss

Renata Cristina

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.