O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Um Marido... E Um Bebê? - Penny Jordan


(Título Original: The Blackmail Baby
Tradutora: Elizabeth A. Bueno
Editora: Nova Cultural
Edição de: 2002)


MAIS DE TRÊS MILHÕES DE DÓLARES... PARA DORMIR COM O MARIDO... E TER UM FILHO DELE!?

O que Maggie mais queria na vida era ser a esposa de Patrick Barrington! Mas no dia do casamento, uma chocante revelação mudou tudo, e ela fugiu da vida de seu marido...

Quatro anos mais tarde, ao saber que Maggie precisava de dinheiro, Patrick fez uma proposta ultrajante: mais de um milhão de dólares se ela voltasse para ele... e mais outro milhão e um pouco mais se ela desse à luz um filho seu!



Palavras de uma leitora...


- As coisas colocadas da maneira como estão na sinopse não são lá muito agradáveis, certo? Claro que não. Mas acontece que a história não aconteceu exatamente assim. Não era uma questão de dinheiro em troca do corpo e de um filho. Era mais uma questão de agarrar qualquer oportunidade que tivesse para ter de voltado aquilo que ela havia deixado para trás. Que ela tinha abandonado quatro anos antes... Mais que tudo, era pedir uma segunda chance. 

" - Acho que o odeio, Patrick - sussurrou, trincando os dentes. Depois, se corrigiu: - Não, eu sei que o odeio."

Maggie mal poderia recordar um momento de sua vida em que Patrick não estivesse. Desde que ela era criança, ele estivera presente, ensinando-a andar de bicicleta... preenchendo os seus dias e tornando-a totalmente dependente dele. De seu sorriso, de seu abraço, de sua companhia. E foi mais do que natural para ela se apaixonar... de uma forma que não conseguia ocultar de ninguém, muito menos dele. Mas seu amor não parecia correspondido, já que Patrick fazia o possível para ignorar o que ela tão inocentemente lhe oferecia. Até a morte de seu pai... quando para todos parecia apropriado um casamento entre os dois, embora Maggie tivesse apenas dezoito anos. Todos esperavam que Patrick retribuísse a confiança que o pai de Maggie depositara nele ao longo dos anos, casando-se com ela e tornando-se seu protetor. 

Porém, poucos instantes após o casamento, ao ouvir algo que fizera em pedaços o seu coração, Maggie fugiu. Para longe da casa que a madrasta decidira vender, para longe das lembranças do tempo em que era feliz ao lado dos seus pais, para longe de seu país e, sobretudo, para bem longe de Patrick, pois ela sentia que se passasse mais um só segundo ao seu lado, acabaria não suportando. Porque nenhuma dor poderia se comparar com a que ela sentira após descobrir que ele não passava de uma grande mentira. Que tudo que ela tinha compartilhado com ele não passou de uma ilusão. Apenas isso... uma ilusão... que ela teria amado viver para sempre...

"Patrick virou-lhe as costas e ficou olhando a escuridão da noite pela janela do quarto.

- Pode me odiar o quanto quiser, mas, mesmo assim, vai me dar um filho, Maggie."


- Agora... quatro anos depois... quando ela acreditara que tinha conseguido matar todo o amor que sentia por ele... Patrick reaparece em sua vida, exigindo aquilo que ela lhe negara. E se Maggie fosse bem sincera consigo mesma, admitiria que esperara, ao longo de todo aquele tempo, que ele fizesse exatamente isso. Que estivesse disposto a recuperá-la, custasse o que custasse. Ela tinha a chance de recusar... poderia pegar um avião e voltar para sua vida tranquila e segura, ao lado das crianças que ela tanto amava... ou poderia ficar... e ter aquilo que só tivera em seus sonhos... A escolha era sua. 

- Eu não gostei muito da sinopse desta história, porque se fosse por ela eu nem leria o livro. Li o livro apenas por ser da Penny Jordan e posso dizer que não me arrependi. A história é tão querida como a que li recentemente. Tem aquela mesma simplicidade dos livrinhos que tanto preencheram os meus dias no passado. E o Patrick me fez lembrar de vários outros mocinhos da PJ. :D Os de verdade, sabe? Não aqueles ogros que ela sabia criar às vezes.rsrs...

O amor do Patrick pela Maggie é lindo e fiquei muito triste por todo o tempo que eles perderam pelas mentiras e intrigas de uma pessoa que qualquer um poderia perceber que não valia absolutamente nada. Não pude deixar de considerar a Maggie uma grande imbecil por ter dado ouvido às mentiras daquela mulher. Mas eu até a compreendo. A outra conhecia bem a nossa mocinha. Sabia exatamente o que dizer para magoá-la e colocar dúvidas em sua cabeça. Era especialista em manipular as pessoas. E fez o próprio Patrick se condenar, por dizer a coisa errada e no momento errado, fortalecendo as mentiras que ela havia contado para a Maggie. O coitado sequer sabia o que tinha feito. Quando percebeu... já era tarde demais. 

Mas a verdade é que nenhum dos dois estava preparado para um casamento, quatro anos antes. Por mais que se amassem, estavam inseguros e confusos. Com muito medo de um relacionamento mais sério. Patrick se sentia culpado por amá-la, achava que ela era muito jovem e que merecia a chance de viver antes de se prender a ele. Ainda que deixá-la livre pudesse significar perdê-la. E Maggie, apesar de amá-lo, era realmente muito jovem e imatura, facilmente influenciável e de modo algum preparada para as responsabilidades que assumiria ao se casar com ele. Eu tive a sensação de que ela sempre tinha desejado fugir... e que apenas se aproveitou da oportunidade que apareceu para fazê-lo. Ambos estavam apavorados e precisavam crescer antes de ficar juntos. Aqueles quatro anos foram essenciais para eles adquirirem a maturidade necessária. 

Enfim... Eu adorei a história e fiquei torcendo para que aquela víbora acabasse se dando mal, depois de todo veneno que tinha distribuído. Mas as autoras insistem em esquecer-se de punir os vilões. É uma mania que elas têm.rs 

Achei que o livro tinha que terminar exatamente como terminou. Foi um final perfeito. :)

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.