O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Sussurros na Noite - Judith McNaught

(Título Original: Night Whispers
Tradutora: Vitória P. Mantovani
Editora: Best Seller
Edição de: 1999)

3º Livro da Série Segundas Oportunidades 


No mundo dos ricos, uma mulher de hábitos simples conhece o fascínio do luxo e da sedução

Os agitos da alta sociedade eram totalmente desconhecidos para Sloan Reynolds. Até ela entrar no mundo superfcial e sofisticado em que vivem seu pai e sua irmã, frequentados assíduos das colunas sociais. Quando Sloan vai visitá-los, riqueza, glamour e luxo formam uma embriagante e explosiva mistura.

Sloan está no controle da situação até conhecer Noah Maitland, um poderoso e atraente empresário e um dos principais suspeitos do FBI. Ela sabe que Noah é o tipo de homem com quem sempre evitou se envolver e, principalmente, amar. 

Emoção e razão travam uma árdua batalha, lançando Sloan em um redemoinho de sentimentos conflitantes.


Palavras de uma leitora...



Ainda haveria tempo para uma segunda chance? Para ter aquilo que a vida lhe roubara?

Sloan não saberia dizer. No fundo, desejava acreditar que aquilo fosse possível. Que após todos aqueles anos, ela ainda pudesse ter a família que tanto desejara e não era capaz de admitir nem para si mesma. Ela havia pedido para a mãe esquecer o passado... fingir que só existiam elas duas e sua melhor amiga. Com quem crescera. E quem ocupara o lugar que pertencia a uma irmã que ela jamais acreditava que iria ter a oportunidade de conhecer. Alguém que tinha uma vida bem diferente da sua. E que, provavelmente, nem lembrava que ela existia. E durante muito tempo ela conseguiu seguir o próprio conselho. Até receber aquele telefonema. E ver-se de repente diante de uma chance que não sabia se estava pronta para aceitar. 

Nunca realmente esperara que seu pai fosse um dia entrar em contato com ela. Estava acostumada a não ter um pai. Sempre o vira apenas como pai de Paris, pois somente com sua irmã ele se importava. Nunca em toda sua vida recebera sequer um cartão de aniversário. Nunca ouvira sua voz até aquele dia... quando ele ligou para o seu trabalho. Pedindo que Sloan fosse ao seu encontro e passasse as férias com ele e a irmã. Como se todos aqueles anos de ausência nunca tivessem existido...

Invadida de repente pelas lembranças do passado... pelas lembranças que possuía de uma garotinha que ansiava por um afeto que nunca viera... e pela dor que sua mãe suportara com o abandono e a distância que colocaram entre ela e sua outra filha... Sloan recusou o convite. Não podia trair a mãe e nem a si mesma aceitando reatar os laços com alguém que tanto as feriu. Mas acontecimentos inesperados acabam por fazê-la mudar de ideia... e mergulhar numa teia de mentiras, segredos e disfarces... onde não existia espaço para amor ou perdão. Onde cada segundo da sua vida não passaria de uma grande mentira....

Sloan não demora a perceber que não é a única a se esconder por trás de disfarces... Só que percebe tarde demais que estivera confiando nas pessoas erradas. Um erro que pode fazê-la perder o único homem que conseguira fazê-la baixar as defesas e acreditar... desejar tornar um antigo sonho realidade... Ao seu lado

E quando um assassinato é cometido... Sloan percebe de repente que aquela viagem... aquele reencontro é bem mais do que ela poderia imaginar. Algo que pode não só partir seu coração, mas também custar a sua própria vida... 

"Sloan imaginou se ele continuaria achando-a tão franca e honesta se ela lhe dissesse a verdade. [...] Ela não era inocente e sincera. Na verdade, talvez fosse a pessoa mais mentirosa que ele já conhecera. Mas, também, estava tão atraída por ele que chegava a sentir um nó no estômago só de pensar em como ele reagiria quando descobrisse toda a verdade."


- Por onde começar? rsrs... Eu não faço a menor ideia.kkkkkk... Talvez devesse começar dizendo que amei esta história. Que ela não é aquilo que costumo encontrar nos livros da Judith McNaught. Mas que é uma deliciosa diferença. Não é um romance. Não ao estilo Alguém para Amar ou de qualquer outra história que eu tenha lido da autora. É um suspense, uma história familiar, com todos os seus dramas, mágoas, traições e tentativas de reconciliação. Mas com um toque de romance. Porque a JM jamais conseguiria escrever uma história sem romance. Sem amor. Sem nos encantar com um amor que surgiu em meio à muitas mentiras e nos deixou com um gostinho de quero mais.

- Eu comecei a leitura sabendo que esta história não agradou tanto assim os fãs da JM. Alguns acreditam que a história não possui romance ou que o casal principal não possui química. O que me deixou um tanto chocada. Desde quando a JM consegue escrever uma história que não possua romance?! Impossível!rsrsrs... Eu sabia que ainda que a história não fosse centrada no romance entre o casal, teria romance. E me conquistaria. Invadiria meu coração e faria eu me apaixonar pelo casal e sofrer com seu sofrimento, torcer para que tudo entre eles desse certo. Para que os segredos e todas aquelas mentiras não fossem capazes de destruir aquele sentimento. Um amor que surgiu tão naturalmente e era uma novidade para os dois. Algo que eles não esperavam. E no fundo, temiam. Eu sabia antes mesmo de ler, que acabaria amando a história.rsrsrs... Porque Judith McNaught é sempre Judith McNaught!rsrsrs... Até mesmo quando ela decide arriscar algo novo e fugir do padrão ao qual nos acostumou. :) 

- A história me pegou ainda na primeira página, pois já começa com um certo suspense. Eu não fazia muita ideia do que encontraria na história. Fiquei um tanto tensa com o que surge na primeira página. Formando um monte de ideias na minha cabeça e temendo todas elas.kkkkk... Mas logo que a história segue e a autora vai nos situando, fazendo a gente conhecer a vida da Sloan e das pessoas que a amavam e que, de uma certa forma, ocupavam o lugar da família que ela não tivera... eu comecei a perceber como a história seria e o motivo do livro não ter agradado tanto assim alguns fãs da autora. Só que isso não me desanimou. Muito pelo contrário!rsrs... Quanto mais eu lia, mais queria ler. E conforme fui conhecendo alguns personagens, desejei que eles tivessem sua própria história ou que a autora me desse a chance, neste livro mesmo, de conhecer mais profundamente a história deles. O romance deles.rsrsrs... 

- Eu me apeguei muito a alguns personagens. Ao ponto de ter ficado com o coração partido por alguns acontecimentos que de modo algum eu estava esperando. Foram coisas que me pegaram totalmente desprevenida e me roubaram o fôlego. Parecia que tudo aquilo que eu tinha construído, toda a história que eu tinha formado na minha cabeça e a confiança que eu tinha depositado em certos personagens, estivesse desmoronando. Sendo destruído cruelmente pela minha autora, deixando meus olhos cheios de lágrimas e uma sensação de ter sido traída pelos personagens. A autora provoca várias reviravoltas, algo que garantiu ao livro 5 estrelas, mas também me deixou com o coração acelerado e uma dificuldade enorme para respirar.kkkkkk... Em certo momento da história... você começa a duvidar de tudo e todos. Fica com a sensação de que todos escondem algo e que entre eles pode estar um frio assassino. E confesso que isso me deixou muito tensa e muito triste. A autora bagunçou tanto a minha cabeça que eu não sabia se ria ou chorava pela capacidade dela de me confundir.rsrsrs... Foram momentos muito tensos para mim. E seguidos de perto por outros momentos que me fizeram suspender a respiração e sentir uma dorzinha aguda no coração. :( 

- Geralmente, os mocinhos da JM são misteriosos... sempre escondendo algo, seja um sentimento muito forte que eles não querem admitir... seja um passado que os marcou... Mas sabemos no fundo quem eles são. O que podemos ou não esperar deles. E eu sempre espero que eles façam uma grande besteira, que os farão se arrepender amargamente e me farão sofrer com eles e desejar consolá-los. Mas com o Noah... foi diferente. Porque a história é diferente. Então, eu não sabia realmente o que esperar. E tive muito medo de esperar demais. De apostar que ele era um tipo de pessoa e acabar me surpreendendo de uma forma negativa. O Noah sempre pareceu ter muito o que esconder. Ele sempre foi todo um mistério para mim (e claro que a autora o tornou assim de propósito! Eu percebi!rsrs...) e eu confiava desconfiando.rsrs... Temendo me decepcionar. Temendo vê-lo fazer algo que destruísse o sentimento que ele havia despertado em mim. A JM nunca permitiu que eu o conhecesse profundamente. Ele ia se revelando aos poucos e nunca completamente. Mas uma coisa que fui capaz de enxergar... de perceber era a forma como a Sloan começou a invadir a vida dele e transformar seu mundo. Ele não queria gostar dela. E muito menos amá-la. Mas quando ele deu por si... já estava totalmente entregue. Desejando passar sua vida ao lado dela... confiando nela como jamais confiara em ninguém. E tal confiança... Bem... Deixarei que vocês descubram o que tal confiança irá causar...


"Na mente de Sloan, ecoava o mesmo refrão que ela já ouvira antes: ela não o conhecia. Não, mesmo. Fora para a cama com ele, fizera coisas íntimas com ele, mas não o conhecia."

- Eu não costumo acreditar que algum relacionamento possa se sustentar quando há entre as duas pessoas segredos importantes e mentiras capazes de prejudicá-los. Sempre vi a relação entre a Sloan e o Noah como algo muito frágil... profundamente delicado... que poderia ser destruído facilmente. Não o amor entre eles, mas o relacionamento. Porque a única verdade que tinha ali era o que sentiam um pelo outro. E isso não basta. E quanto mais tempo se passava e mais eles se entregavam ao que sentiam... mais desesperada eu ficava.rsrsrs.... Eu já poderia prever o quanto eu sofreria depois.kkkk... 


- Não há muito o que eu possa dizer sobre a história. Tenho tentado me segurar para não revelar nenhum segredo. Para manter o mistério, o suspense e os segredos que a autora constrói e vai revelando somente nas páginas finais do livro. Não posso sequer falar muito sobre o Noah, pois creio que cada pedacinho dele que temos a oportunidade de conhecer... devemos conhecer por nós mesmos. Porque como eu disse... não é uma história centrada no romance. Não espere por isso. Foi justamente por esperar algo assim que alguns fãs se decepcionaram. 

- Muita história é contada no livro. A autora abre espaço para alguns personagens queridos e para o drama familiar que a Sloan possui (daí eu entender o sentido do livro pertencer a uma série chamada Segundas Oportunidades). Então, a história não é só sobre ela e o Noah. Na verdade, o nosso mocinho surge para completar a história dela, entende? Mas nem por isso o livro perde seu brilho. A história brilha por si mesma, e nos conquista por si mesma. Cada personagem, com seu jeitinho (seja um jeitinho bom ou ruim... assassino ou não.rsrs...) contribui para criar uma história da qual eu não esquecerei. Mas ainda que o romance entre a Sloan e o Noah não seja o foco da história, será o que eu mais lembrarei.kkkkkkkk... Eles me conquistaram. Cada oportunidade que eles tiveram para estarem juntos... cada pequeno momento, cada pequeno detalhe foi importante para mim e eu aproveitei ao máximo, lendo nas entrelinhas aquilo que a autora deixou ali realmente para ser lido nas entrelinhas. Para ser visto com o coração. Para que pudéssemos enxergar além do que foi escrito, do que nos foi mostrado. 


" - E adoro crianças - ela acrescentou, penosamente. As lágrimas invadiram seus olhos e teve dificuldade em vê-lo.
Com os olhos fixos nos dela, Noah abaixou-se e puxou a colcha da cama, num movimento rápido.
- Você não quer filhos...
Ele abriu o primeiro botão da camisa.
- E eu acabaria querendo ter um filho seu.
Ele abriu o botão seguinte..."

2 comentários:

Mónica Ferreira disse...

não lembro de você comentar sobre esse livro. A resenha está linda como sempre.

bjs

Luna disse...

Muito obrigada, amiga :)

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.