O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Desafiando o Destino - Lynne Graham

(Título original: Challenging Dante
Tradutora: Tina Jeronymo
Editora: Harlequin
Edição de: março de 2015)

Noivas Desafiadoras 4/4


Uma mulher em busca da verdade...

Desconfiado da nova acompanhante de sua mãe, o ardiloso bilionário Dante Leonetti está determinado a expulsar aquela intrusa de seu castelo. Afinal, o que uma mulher jovem, linda e inteligente iria querer de sua família além de um pedaço da fortuna? 

A busca de Topaz Marshall por seu pai a levara até Dante. Agora, ela está presenciando a reputação feroz dos Leonetti em primeira mão. Sabendo que ele a julga uma aproveitadora, fica chocada ao virar o foco do charme lendário de Dante. Ele planeja seduzi-la até conseguir arrancar a verdade de seus lábios, e Topaz fará de tudo para resistir aos encantos desse italiano implacável..


Palavras de uma leitora...


" Acredito que criamos a nossa própria sorte."

- Tudo que ela mais queria em sua vida era a verdade... Por esse motivo, largara sua vida em Londres e viajara à Itália para conhecer um pai que nem sequer sabia que ela existia. Só que nada poderia tê-la preparado para o que encontraria naquele país... um homem que não preenchia a sua lista de exigências, que passava há quilômetros de distâncias do homem ideal, mas que ainda assim era capaz de enlouquecê-la como ninguém. E o que ela não deixava de se perguntar era por quanto tempo seria capaz de resistir à tentação. Entregar-se a Dante seria como visitar o paraíso apenas para ir em queda livre para o inferno. Ela só se perguntava se a condenação valeria a pena...

"-Trabalho para sua mãe, não para você. Não tenho que fazer nada do que me diz."

- Topaz não poderia reclamar de sua vida. Pelo menos, não o tempo inteiro. Diferente das irmãs, tivera uma infância feliz e segura, que contribuíra para torná-la a pessoa independente e descontraída que era. Que sabia o que queria e não aceitaria menos da vida. Sua irmã mais velha assumiu a responsabilidade por ela quando Topsy tinha apenas seis anos e a livrou dos traumas que as outras carregavam. Embora tenha sofrido bullying na escola por causa de sua inteligência acima do normal, o amor de Kat fez com a irmã a colocasse num colégio apropriado, onde tais problemas não se repetissem e Topsy pudesse ter todas as oportunidades para ser exatamente o que quisesse. Agora aos 24 anos, já conquistara um doutorado em matemática avançada e tinha todas as portas abertas para seguir a carreira de sucesso que sempre desejou. Mas sabia que lhe faltava algo. E precisava fazer aquela pausa em sua vida para ir em busca de uma parte de si que jamais tivera a oportunidade de ter. 

Ela viaja à Itália, inventando desculpas às irmãs, e consegue um trabalho como secretária na propriedade em que seu possível pai vivia, com a recente esposa. A felicidade do casal da mesma forma que contagia Topsy a deixa insegura sobre revelar sua verdadeira identidade, já que tudo que ela menos queria era causar o sofrimento de um pai que nunca sequer soube que tinha uma filha e que, portanto, não podia ser culpado pelo vazio que ela sentia dentro de si. Mas a necessidade de conhecê-lo mais a faz permanecer na propriedade até... que seu caminho acaba cruzando com o de Dante. O fruto proibido. O homem que poderia fazê-la esquecer o que era pensar e se entregar a um relacionamento que poderia magoá-la como nada nesta vida. Ela não queria aquele homem em sua vida, por mais charmoso e irresistível que ele fosse, e lutaria com todas as suas forças para mandá-lo ao inferno. 

Só que ela não poderia contar com o fato de Dante de modo algum aceitar um "não" como resposta... e ser tão teimoso e determinado quanto ela. Nesse duelo de vontades... Quem seria mais forte? 

"- Deixe-me fazer amor com você. 
 - Não use palavras que não são sinceras. Não seria 'fazer amor', seria sexo sujo! - retrucou Topsy sem rodeios. - E valho mais que isso!"

- Eu não deveria mais me surpreender, certo? Desde o primeiro livro pude perceber que esta série da LG conseguiria entrar para a minha lista de preferidas! Tirando o livro dois, todos os outros são lindos, apaixonantes e nos deixam com aquele "gostinho de quero mais", aquela necessidade de que os livros tenham mais páginas e que a história, de preferência, não termine de modo algum!rsrsrsrs... Mas ainda assim a autora conseguiu me surpreender. Porque criou uma mocinha que, na minha opinião, é bem diferente das outras mocinhas da autora. Quando quer a LG consegue criar mocinhas independentes, que sabem o que querem e não permitem que o mocinho sapateie em cima delas. Mas a Topsy vai além disso. Ela é toda única, dona de uma personalidade marcante, capaz de colocar o mocinho em seu devido lugar e mesmo sofrendo, manter a dignidade e saber que realmente não merece qualquer coisa. Que não merece ser magoada e nem pisada só porque o mocinho é tão sensível quanto uma porta. Ela vai atrás do que quer e não permite que a manipulem ou que os sentimentos que começam a invadi-la a façam se esquecer de quem é. O Dante é que tem que dançar ao som da música dela e não o contrário. Por mais que ele lute para derrubar as defesas dela e fazer seu joguinho, a Topsy não lhe dá tal chance. Isso para mim foi... não tenho nem palavras!kkkkkkk... É por isso que amo tanto essa autora!rsrsrs...

" - Então diga 'não' agora - avisou-a Dante.
  - Não... - respondeu ela com firmeza.
  - Mais alto e com maior convicção. 
  - Não, Dante, não! - gritou Topsy furiosamente, desejando que ele aprendesse o que era levar um 'não' como resposta."

- Se existia uma mulher capaz de desconcertá-lo e atraí-lo apesar de sua evidente rejeição, essa mulher era Topsy. E ele não estava gostando nada da experiência. Como ela podia ser capaz de dizer "não" ao que sentiam? Como se atrevia a contrariá-lo, insultá-lo e irritá-lo daquela forma? Estava acostumado a ter as mulheres fazendo todas as suas vontades e ver-se de repente atraído por uma que fazia todo o contrário era frustrante e o fazia ansiar cada vez mais por fazê-la sentir a mesma loucura que começara a tomar conta dele... 

"- Você simplesmente não escuta, não é mesmo? - replicou Topsy com impaciência."

- Ao iniciar a leitura e conhecer o Dante, eu antipatizei com ele à primeira vista. Ele conseguiu me enfurecer já na segunda página quando se referiu a uma de suas amantes como "sua atual garota". O termo me pareceu tão ofensivo que eu me convenci de que terminaria a leitura detestando-o. E ele não fez nada para melhorar minha opinião conforme ia formando "pré-conceitos" acerca da mocinha, dando por certo a imagem que tinha dela e não estando disposto a ouvir nada que tirasse aquela visão de sua mente. Eu senti uma vontade tão intensa de quebrar algo em sua cabeça que vocês nem imaginam. Confesso que as aparências podiam enganar qualquer pessoa. Ele foi até a propriedade onde sua mãe estava vivendo com o marido porque um amigo dele levou até ele uma preocupação sobre o que estava se passando no local. Sua mãe, que até então era uma mulher cheia de vida e muito dedicada às obras de caridade, mal saía da propriedade enquanto sua atual secretária ia de um lado para o outro com seu marido. Tal fato começara a fazer com que os boatos circulassem e nosso querido mocinho, que considerara o padrasto um interesseiro desde o início, sequer hesitou antes de saber o que se passava. Sim! Porque ele já sabia. Era o que ele acreditava e ponto final. Quando se aproximou da Topsy tudo que ele quis foi seduzi-la para tirá-la do caminho de seu padrasto. Não parando para pensar nem por um segundo que poderia estar enganado e que colocá-la naquele jogo acabaria por feri-la. 

"- Vai sentir minha falta - disse-lhe rouco contra os lábios cheios. - E eu vou sentir a sua.
 - Mas sobreviveremos, certo? 
 - Para uma mulher que quer um homem romântico, esse foi um comentário sem um pingo de romantismo. - Ele tinha um brilho bem-humorado no olhar. - Você trouxe a diversão de volta à minha vida, cara mia."

- Mas, da mesma forma que as defesas dos dois vão caindo conforme se conhecem, o mesmo se passa com a gente. O Dante realmente é insensível. E cretino. E arrogante. E diversas outras coisas nada agradáveis.rsrsrs... Além de ser muito possessivo, ciumento e temperamental. Só que a maneira como a mocinha vai envolvendo-o nos permite conhecer um outro lado dele. Aquele lado que ele gostaria de manter oculto. O lado que se importava com ela. Que gostava de fazê-la rir e que se divertia com sua resistência e seus ataques de fúria. O lado que não suportava vê-la perto de outro homem e que queria ser o mais importante em sua vida... que desejava que ela fizesse dele sua prioridade, seu mundo. O homem que não se encaixava em sua lista de exigências, mas que gostaria de ser exatamente o que ela precisava. Quando o Dante começa a nos mostrar que não é assim tão péssimo mocinho, abre-se um espaço em nosso coração para ele e passamos a torcer para que as coisas entre ele e a Topsy deem certo. Que eles encontrem um no outro o que procuram. O que precisam

- Nesta história, conseguimos sentir o envolvimento do casal. O que de início não passa de uma atração física da qual ela quer lutar, e o mocinho, se entregar, com o convívio vai se tornando algo mais. Há aqui a oportunidade para que eles se conheçam antes de se deixar levar pelo que sentem. Como temos uma mocinha que sabe impor limites e reconhecer o seu valor, não se permitindo ser humilhada e nem ser apenas um corpo que o mocinho usaria e depois descartaria, ele precisa correr atrás e mostrar que vale a pena ter algo entre os dois. E não importa o quanto ele demore para admitir o que realmente sente, porque nós leitoras percebemos tudo antes dele. Sabemos que o que existe entre os dois é real e que no momento em que ele deixasse de ser idiota, poderia ter exatamente a vida que sempre desejou e que não se permitia encontrar. 

- Enfim... A história é maravilhosa, lindíssima! E se tornou a minha preferida da série! Na minha opinião, encerrou a série de maneira marcante, já conquistando um lugar entre os melhores do ano. Sim. Ainda estamos longe do fim de 2015 e eu já sei que esta história estará entre as melhores. Porque coloriu o meu dia. Me encantou, me apaixonou, fez com que eu largasse tudo para me dedicar de corpo e alma ao livro. Eu realmente abandonei tudo para estar com a história, até mesmo almocei depois das quatro da tarde porque não suportava a ideia de deixar o livro de lado sequer para isso!kkkkkk... Desde quando um livro da LG não faz isso comigo? Suspiros... Mesmo tendo amado com todo o meu coração o primeiro e o terceiro livro da série, foi somente este que fez eu me esquecer da vida.rsrs

"A vida que eu conhecia terminou no dia em que vi você pela primeira vez, amata mia"

- Nós ainda temos o prazer de reencontrar os casais dos livros anteriores, e a Kat e o Mikhail têm um papel relevante nesta história. A Kat continua sendo exatamente aquela mocinha que conquistou meu coração no primeiro livro. Alguém que eu admiro muito por tudo que fez pelas irmãs e que vê na Topsy uma filha, agindo exatamente como uma mãe. Contagiado pela relação que existe entre as duas, o Mikhail acaba agindo como um pai também!kkkkkkk... O que, de modo algum, a Topsy poderia lhe agradecer!rsrs... Senti imensa pena da mocinha nesses momentos!rsrs

- Recomendo a história?! Sem pensar duas vezes, sem sequer hesitar! O livro não merece 5 estrelas. Claro que não! Merece muito mais! Mil estrelas ainda seria pouco. Quero muito que a LG continue escrevendo histórias como esta. Ao conhecer a história do Dante e da Topsy, ela conseguiu me mostrar que realmente vale a pena eu seguir apostando nela. Sempre acreditando que ela tem a capacidade de me surpreender. De criar histórias apaixonantes. Não são só os antigos livros da autora que merecem ser lidos. Os novos, que sigam o estilo de Desafiando o Destino, também merecem. :)

Série Noivas Desafiadoras

Amante Seduzida 
O Direito do Sheik
Imagem Real
Desafiando o Destino

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.