O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Um Gato entre os Pombos - Agatha Christie



Na distante Ramat, no Oriente Médio, um príncipe tenta manter a salvo suas joias enviando-as para a Inglaterra. Mas antes que elas cheguem a seu destino, algo inesperado acontece. 

Na tradicional escola para meninas Meadowbank, um assassino está aterrorizando alunas e professoras, que não sabem quem será a próxima vítima. Em um primeiro momento, essas histórias parecem não ter nenhuma relação. Mas para Hercule Poirot, o brilhante detetive criado por Agatha Christie, nenhuma informação pode ser deixada de lado quando se quer descobrir quem é o gato entre os pombos.


Palavras de uma leitora...


"Nada faria supor que dentro de poucas semanas Meadowbank estaria mergulhado num mar de problemas; que desordem, confusão e assassinato reinariam ali, e que certos acontecimentos já estavam se desenrolando."

- No início de um novo semestre num colégio de enorme prestígio, no qual era uma verdadeira honra para qualquer aluna estudar (já que só eram aceitas as melhores), o assassinato misterioso de uma das novas professoras provoca pânico nas outras professoras, alunas e pais e ameaça seriamente a reputação do colégio. O que levaria uma professora a ser assassinada nas dependências do colégio e justamente no novo pavilhão de esportes? Teria o crime sido cometido por algum delinquente juvenil? Ou por alguém acima de qualquer suspeita... alguém de dentro do colégio? O mistério só aumenta quando outro assassinato é cometido no mesmo lugar e uma das alunas é raptada... É aí que Hercule Poirot entra em cena para juntar todas as peças e solucionar esses crimes. 

- Costumo adorar os livros da Agatha Christie, que são quase sempre fascinantes, impossíveis de largar antes do final. Começamos a lê-los e esquecemos do mundo. Só que com Um Gato entre os Pombos não foi assim. A história é boa, mas muito previsível. Tudo que acontece na história era esperado e não foi nada complicado descobrir quem era o assassino. Além disso, a maior parte dos personagens são vazios, não despertando nossa simpatia, tornando suas participações quase desnecessárias. De interessantes mesmo só existem dois personagens: a única aluna inteligente da escola e Hercule Poirot, claro.rs Mas nem mesmo quando um dos meus detetives preferidos de todos os tempos entra em cena, a história melhora. Por esse motivo, considero um livro que eu bem poderia ter passado sem ler. 

- Não recomendo o livro, pois a autora possui várias outras histórias maravilhosas, que valem cada segundo de leitura, como Assassinato no Expresso do Oriente, O Natal de Poirot, Os Crimes ABC, O Misterioso Caso de Styles... 

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.