O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

domingo, 2 de agosto de 2015

Plano de Mestre - Penny Jordan

(Título original: The Most Coveted Prize
Tradutora: Marcela Pache 
Editora: Harlequin
Edição de: 2012)

Rivais Russos 1/2

Sua mais recente aquisição…

O oligarca russo Kiryl Androvonov tem um único rival: o bilionário Vasilii Demidov. Por sorte, Vasilii tem um calcanhar de Aquiles: a jovem, superprotegida e meia-irmã Alena... O principal plano de Kiryl é seduzir Alena e, depois de saciado, usá-la para chantagear Vasilii e conseguir o contrato que tornaria seus negócios um grande império. O magnata russo nem cogita perder a oportunidade, já que este acordo tem a possibilidade de ser o mais bem-sucedido do século... No entanto, Alena também é tudo o que ele mais cobiça. Como ela agirá ao descobrir a crueldade com que Kiryl a tem usado?…



Palavras de uma leitora...


"Então, não era um estranho no final das contas, mas seu verdadeiro amor. Logo que ela desse a mão... a si mesma, para Kiryl, sabia que seria para sempre."

- Crescendo sob a superproteção do irmão, nunca estando um só instante do seu dia sozinha, Alena não estava preparada para encarar a realidade da vida e muito menos para lidar com os sentimentos intensos que uma simples troca de olhar com Kiryl lhe provocava. Para ela, tudo era novo... como a primeira paixão de uma adolescente, que ela na verdade não tivera a oportunidade de vivenciar antes. Era a primeira vez que se apaixonava... e estava amando aquela experiência. Seu coração só faltava sair pela boca e ela sabia que precisava estar com ele... Sabia que amá-lo era o seu destino. E quando Kiryl correspondeu aos seus sentimentos... ela se sentiu no céu. Haveria algo mais maravilhoso do aquilo? Do que aquela relação tão perfeita e completa? Do que ouvir as palavras doces que saíam da boca do seu amado e sentir suas carícias? Ah, mas como o amor poderia machucar! E isso era algo que Alena não tardaria a descobrir..

"Não significava nada como pessoa. Era simplesmente uma peça de xadrez para ser usada e descartada."

- Para Kiryl, a doce e ingênua Alena era muito importante... mas não pelos motivos que ela imaginava. Sua importância estava no fato de ela ser a irmã querida de seu rival, alguém que ele precisava vencer para conseguir o contrato dos seus sonhos... aquilo pelo que ele vinha lutando há anos... a vingança contra um homem que já nem existia mais. A vingança contra o seu pai. E se para concretizar seus planos ele precisaria fazer em pedaços o coração de alguém inocente, ele não hesitaria. Se ela era estúpida o bastante para acreditar em suas palavras de amor e em todas as suas falsas promessas, então, talvez merecesse sair machucada. Porque no mundo dos negócios não há espaço para compaixão. E em seu coração muito menos. Na verdade, fazia anos que ele já não tinha um coração...

- Eu tinha esquecido o quanto certos mocinhos da Penny Jordan são capazes de esquentar meu sangue... e me fazer querer quebrar algo na cabeça deles. E Kiryl com certeza é um deles. Cruel, insensível, mostrando ser exatamente filho do pai dele. Alguém que para conseguir o que deseja não se importa em pisar nos outros, em destruir os sentimentos das outras pessoas. A insensibilidade desse mocinho me chocou. Porque tudo desde o princípio foi um jogo para ele... parte do seu plano. Ele não poderia nem usar a desculpa de que não iludiu a mocinha. Muito pelo contrário! Ele a iludiu desde o início! Procurou saber tudo sobre ela para poder derrubar suas defesas, para poder seduzi-la e enganá-la... para brincar com seus sentimentos por uma estúpida vingança contra alguém que já estava morto!!! Na minha opinião, estava mais do que na hora do Kiryl crescer. Não passa de um infantil, egoísta, com gelo nas veias! Seu suposto arrependimento tardio não me comoveu. Não foi suficiente. A relação deles não passou de uma farsa, de um jogo sujo. E de desejo. Nada mais. Poderia ter sentimentos da parte da mocinha, mas da parte dele não acredito nem por um instante! 

- A Alena não passa de uma menina que se apaixona pela primeira vez e se entrega de corpo e alma ao sentimento. Ela não sabia nada da vida, não tinha uma mãe para orientá-la e o irmão em vez de prepará-la para o mundo, preferia escondê-la, tornando-a ainda mais vulnerável. Foi muito fácil para o mocinho enganá-la. Ela acreditava totalmente em suas palavras, faria qualquer coisa que ele quisesse... estava realmente em suas mãos. E eu o desprezei ainda mais por isso. Ela era tola, mas era só uma menina e eu só pude lamentar por ela. Merecia muito mais do que alguém como aquele traste. Eu queria que aquela experiência a fizesse amadurecer, mandá-lo para o quinto dos infernos e se apaixonar por alguém realmente digno dela. 

- Dei 3 estrelas ao livro e isso porque estou muito boazinha. Espero não voltar a ver o Kiryl no segundo livro da série. Eu não mereço isso. 

2 comentários:

Beatriz Solano Pinzon disse...

Livro: "Plano de Mestre"
Em alguns pontos a mocinha era muito ingênua, porém até que pela idade dela (19 anos) até a achei bem mais madura que o ogro do Kiryl. O amor de kiryl não convenceu em nenhum momento. Ele foi o tempo todo um tremendo mau-caráter, egoísta, ambicioso, usou e pisou no amor que a mocinha dedicou a ele, tratando como uma simples peça do jogo sujo dele... torci para que a mocinha desse um baita pé na bunda desse cafajeste. Não me agradou em nada!

Luna disse...

Concordo completamente com você, Beatriz!

Esse suposto mocinho acabou com toda a minha paciência. Amor era algo que com certeza ele não sentia. Era um egoísta, um canalha!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.