O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sábado, 9 de janeiro de 2016

Esposa Decidida - Lynne Graham

(Título Original: Christakis's  Rebellious Wife
Tradutora: Maria Vianna
Editora: Harlequin
Edição de: 2014)


Heranças do Poder 2/3

Nove meses para salvar seu casamento!

Nik Christakis já tinha sido seu príncipe encantado. O indecentemente rico e belo magnata havia tirado Betsy de sua vida simples de garçonete e feito o inimaginável - casou-se com ela! Mas a vida de casada não era bem o que ela fantasiava. Enquanto sua mão deslizava sobre os papeis do divórcio, Betsy viu algo nos olhos de seu marido... Um lampejo do homem pelo qual ela havia se apaixonado. Quando esse encontro termina em uma paixão impetuosa, Betsy se depara com duas consequências bastante inesperadas e que irão uni-la para sempre ao homem que estava determinada a esquecer.



Palavras de uma leitora...



- E eu me faço a pergunta que várias leitoras que conhecem bem as histórias da LG devem se fazer ao ler esta trilogia: foi mesmo escrita pela Lynne Graham?!kkkkkkkkkkkkk... Com personagens tão humanos... tão reais?! Devo estar sonhando. Só pode.kkkkkkkkk

"Mas aquele era Nik, um homem encantadoramente complicado, cheio de mistérios, que nunca fazia o que se esperava e que nunca fornecia informações gratuitas. Sempre fora assim, e ela aprendera a conviver com aquele muro de reserva."

- Ela o conheceu quando trabalhava como garçonete num café que ele passou a frequentar. Jamais poderia imaginar que alguém como ele, tão diferente dela, pudesse chamá-la para sair. E muito menos que aqueles encontros pudessem evoluir para um relacionamento que culminaria num pedido de casamento inesperado. Era tudo que ela havia sonhado e que acreditava que jamais seria realidade. Claro que um conto de fadas assim não poderia durar para sempre...

"- O que houve com você? - perguntou ele, admirado com a ousadia que ela tivera ao atacá-lo.
 - Você me fez explodir, Nik... Literal e metaforicamente. Você foi um marido egoísta e ruim e saiu da minha vida de modo ainda pior..."

- Depois de 3 anos de um casamento que ela fizera de tudo para manter, por mais sozinha e infeliz que tenha se sentido ao longo do tempo... ela se via agora diante de um divórcio litigioso, no qual o homem em quem ela um dia confiara se transformava num inimigo, expondo seus segredos e tentando arrancar dela tudo que ela ainda amava. Se um dia ela fora apaixonada por aquele canalha, com certeza não era mais. Estava cansada de suas mentiras, de sua arrogância, de seus malditos segredos. Definitivamente não o amava mais. Não importava que seu coração gritasse o contrário...

"[...] Por onde você andou durante os últimos oito meses? Ah, sim: ocupado se divorciando de mim, levando o cachorro que sempre ignorou, tentando tirar o meu teto enquanto saía com outras mulheres. Se eu tivesse resolvido dormir com outros, sair com vários homens e me comportar como uma ex-esposa extremamente constrangedora, bem que poderia, porque ter sido boa para você durante anos não me trouxe nenhum benefício!"

- Ele ainda não entendia como tudo poderia ter desmoronado daquela forma... Num dia estava casado, feliz por voltar para casa após o trabalho e encontrá-la esperando por você, com aquele sorriso que mexia em alguma coisa dentro dele e o fazia sempre ansiar por tê-la por perto, ouvindo que o amava e que precisava dele. Nunca havia sido querido por ninguém na vida. E era estranho, mas delicioso saber que era amado por sua esposa. Mas de repente tudo terminou e ele ainda se sentia perdido, mesmo após todos aqueles meses. Um dia, Betsy simplesmente o expulsara de casa, dizendo que o odiava, que jamais iria perdoá-lo... lançando sobre ele acusações que ele não conseguia compreender. O que fizera de tão grave para que ela tivesse aquela atitude?! Nada! Não fizera nada que justificasse o desprezo dela. E sua raiva, confusão e revolta apenas aumentaram quando, durante o processo de divórcio, Betsy decidiu exigir metade de tudo que ele tinha. Será que no fundo ela só se casara com ele por dinheiro? Embora não conseguisse acreditar que tudo que viveu com ela não tivesse passado de mentiras, ele decide contra-atacar, tirando dela o cachorro que ela amava e disposto a arrancar até mesmo o seu teto. Se Betsy queria guerra... ela iria ter. O que ele não poderia imaginar é que não suportaria ver as suas lágrimas e aquele olhar tão magoado. Não poderia imaginar que voltaria atrás... em tudo. E tentaria salvar o que restava do seu casamento. 

"- Desculpe, o que disse? - perguntou ela em voz fraca. 
 - Eu quero voltar para casa - falou Nik, pronunciando lentamente as sílabas para se certificar de que ela iria entender. - Quero que nosso casamento volte a dar certo..."

- Quando comecei a ler esta trilogia não poderia sequer sonhar que a amaria tanto. E isso até aumenta a raiva que às vezes sinto da autora quando leio algumas "coisas" escritas por ela. Porque a Lynne Graham quando quer escreve histórias fantásticas, que nos encantam, nos fazem suspirar... nos apaixonam, entendem? E não dá para aceitar que ela simplesmente resolva escrever histórias péssimas de vez em quando, com mocinhos insuportáveis e mocinhas retardadas. Mas enfim... Eu estou amando cada segundo de leitura desta trilogia, é uma história melhor do que a outra e até agora eu não sei dizer qual é a minha preferida.rsrs

- Eu conheci um pouco do Nik ao ler o primeiro livro e não fui muito com a cara dele, confesso.rs Ele parecia tão intolerante, frio e egoísta que eu fiquei um tanto desanimada. Pensei que teria problemas com ele, mas só pensei mesmo.rs Porque o Nik é muito humano, um mocinho adoravelmente perdido, que luta com seus fantasmas enquanto tenta recuperar a mulher que ama sem sequer saber que o que sente é amor. Não vou revelar os segredos do Nik, mas posso dizer que são convincentes, que justificam suas atitudes, que nos fazem compreendê-lo. Ele não lidava bem com emoções, com relações humanas e tinha motivos para isso. Mas ele tenta. Ele quer aprender por ela... por causa dela. Para fazer sua Betsy feliz. E ver a forma como ele se preocupa com ela, como fica em pânico diante da possibilidade de que algo de ruim aconteça com ele, é muito fofo. Eu fiquei muito emocionada com os sentimentos dele por ela, quando ele próprio não sabia o que sentia. Ele ficava tão confuso, tão desorientado diante dessas emoções... Como não amá-lo?! :D

- E a Betsy também é uma querida! Ela não é tão corajosa e ousada quanto a Belle, mocinha do livro anterior. Mas ela ao menos tenta.kkkkkkkk... É muito mais sensível, frágil, porém tem seus momentos de raiva e aí explode, jogando na cara do mocinho tudo que ele fez e como ele destruiu seu coração. O que deixa o nosso mocinho ainda mais chocado e perdido, coitado.kkkkkk  Eu a adorei também! É uma mocinha da qual é impossível não gostar e a acho perfeita para ele. :)

"[...] Você partiu meu coração, Nik, e eu nunca vou perdoá-lo por isso."

- Vale mencionar que o Nik e a mocinha do primeiro livro, que é cunhada dele... não se dão nada bem.kkkkkk... Eles não se suportam! E posso dizer que terminam a história ainda querendo estrangular um ao outro. Será que no terceiro eles finalmente serão uma família unida?rs 

- Amei esta história! E recomendo MUITO! Espero que lhe deem uma chance e que a amem tanto quanto eu. Se a LG escrevesse sempre histórias assim o mundo seria tão melhor...rsrs Suspiros...


Trilogia Heranças do Poder

Noiva Rebelde (Belle e Cristo Ravelli) 
Esposa Decidida (Betsy e Nik)
Por Um Ano Apenas (Ella e Zarif)

9 comentários:

Naines disse...

Lynne Graham poderia colocar mais heroínas deste jeito,adorei!!!!

Anônimo disse...

Eu AMEI esse livro, mais que a primeira história da triologia. Pra mim na história da Belle faltou mais química entre o casal, achei-o bem morno! Agora essa .... gente o Nik é um fofo! E a Lynne caprichou nas cenas calientes, eles tem uma química incrível S2 S2
Eu fico pensando se na realidade é possível existir um casamento assim ... 3 anos e eles não sabiam nada um do outro! Faltou diálogo, mas que bom que eles se acertaram no decorrer da história... Que venha o terceiro irmão! Luna muito obrigada pelas suas resenhas, não leio um livro sem antes passar por aqui! ;-)
Katia, Rio de Janeiro, RJ

Luna disse...

Olá, Katia!

Sim, Nik e Betsy formam um casal belíssimo e muito humano. Não dá para não amá-los! Fico muito feliz que você também tenha ficado louca por eles! :)

Acredito que sim. Às vezes as pessoas passam muitos anos juntas sem de fato se conhecerem, por se esconderem, por ocultarem seus sentimentos. Muitos problemas se resolveriam se o casal simplesmente sentasse e conversasse. Divórcios seriam evitados se as pessoas se abrissem mais, se importassem mais em conhecer e compreender quem está ao seu lado. É algo que tem que ser recíproco, penso eu. Os dois precisam querer. E o casal desta história, felizmente, quis! :D

De nada, querida! Eu é que agradeço muito pelo carinho! São vocês, leitores queridos, que fazem com que o blog continue existindo. É o carinho de vocês que me incentiva a continuar escrevendo. Muito obrigada! :)

Bjs!

Anônimo disse...

Luna,muito obrigada por responder nossos comentários, essa troca é tudo de bom! Eu sempre participei do seu blog passivamente, mas agora que sei que você lê tudo vou postar mais!
Geralmente gosto muito das histórias da Lynne, ela faz parte do seleto grupo de minhas autoras favoritas ... tenho medo pois ela está envelhecendo ... sempre penso em quando vou ler: Lynne Graham se aposenta!! hahaha
O que me lembra ... por onde anda minha musa-diva-absoluta Helen Bianchin? Faz anos que não vejo nada novo, nem em inglês :-(

Beijos lindona!

Katia - Rio de Janeiro

Luna disse...

Olá, Katia!

De nada, querida! Eu é que agradeço muito por todo esse carinho. :)

Eu sempre respondo. Gosto muito de conversar com vocês, de trocar opiniões sobre os livros, indicações... Amo muito isso!

Lynne Graham também é uma das minhas autoras preferidas. Sempre corro atrás dos livros dela!kkkkkk... E nem me fale nisso, Katia! Não quero imaginar nossa autora parando de escrever, se aposentando. Não posso sequer pensar nisso!

Sim, faz já um tempo que não vejo livros da Helen Bianchin, mas creio que alguns meses atrás a Harlequin publicou algo dela.

Uma autora que a Harlequin não publicou mais foi a Candace Camp. Saudades dela. :(

Anônimo disse...

Olá Luna, não resisti a escrever novamente! Qual o nome do livro de Mrs. Helen? Perdi isso gente? :-O
Eu já li alguns livros da Candace, realmente deixou saudades ... o que me lembra uma outra das minhas antigas favoritas ... Suzanne Enoch, lembra dela? Sempre era publicada pela falecida Nova cultural ... devorava as histórias em um dia!
(Katia, RJ)

Luna disse...

Olá, Katia!

Eu não achei! Acho que perdi a noção de tempo, só pode.kkkkkkkk... Porque não achei nem entre os lançamentos de 2016 algum livro da Helen Bianchin. E eu tinha na minha cabeça que tinha visto. Estou doida.rsrs Desculpe pela informação equivocada! :(

Suzanne Enoch eu já ouvi falar bastante, mas nunca li nada dela.

Também sinto falta da Nova Cultural. O primeiro romance que li era dessa editora.

Bjs!

Anônimo disse...

Quando quiser ler Suzanne Enoch me avise, pois tenho todos os livros :-) Mas devo avisar, cuidado que vicia! Beijosss

Luna disse...

Muito obrigada, querida! :)

kkkkkkkkk... Eu acredito! Já ouvi falar muito bem dessa autora.

Bjs!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.