O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Noiva Rebelde - Lynne Graham

(Título Original: Ravelli's Defiant Bride
Tradutora: Angela Monteverde
Editora: Harlequin
Edição de: 2014)

Heranças do Poder 1/3


Uma esposa inesperada!

Cristo Ravelli caminhava pela propriedade irlandesa de seu pai lastimando o dia em que ouviu o nome Brophy. Que o seu pai tenha morrido e deixado um bando de filhos ilegítimos era dificilmente uma surpresa. Mas, para silenciar esse escândalo, Cristo precisava incluir a guardiã de seus irmãos em seus planos. A única preocupação de Belle Brophy era com seus meio-irmãos, que agora estavam sob seus cuidados. Ela faria qualquer coisa para proporcionar a eles a segurança que nunca teve. Então, quando um belo italiano a pede em casamento, ela não recusará. Entretanto, assim que a aliança está em seu dedo, Belle logo descobre que um casamento significa muito mais do que apenas dizer "eu aceito".



Palavras de uma leitora...



- Depois da raiva que Segredos de Amante me provocou, eu comecei esta leitura com os dois pés atrás.rs E a "simpatia" inicial do mocinho só fez eu ter certeza de que detestaria a história e terminaria odiando profundamente quem eu já considerava suposto mocinho. E não tenho nenhuma vergonha de admitir que me enganei. Noiva Rebelde é uma história que devoramos em poucas horas e nos faz recuperar a fé na autora e em seus personagens. Fiquei simplesmente encantada por este casal tão emotivo, apaixonado e divertido. Amar esses dois foi fácil, fácil e não pude deixar de lamentar quando a história chegou ao fim. Será que era pedir demais que tivesse ao menos mais 183 páginas?!rsrs

- Quando Cristo e Belle se conhecem é desejo e ódio à primeira vista. Bem... Não exatamente, pois o ódio é só da parte dela.kkkkkkk Ela sentia verdadeiro desprezo pela família Ravelli, pois um membro desta maldita família havia iludido e magoado sua mãe por mais de 15 anos. Belle era só uma menina de 8 anos quando Mary se apaixonou perdidamente pelo patrão e se entregou a um relacionamento que arruinou sua reputação, destruiu a infância de Belle e fez com que ambas fossem consideradas indignas de conviver com as outras pessoas da pequena cidade na qual moravam. Agora... tanto tempo depois, sua mãe já não estava mais entre eles. Havia falecido pouco tempo depois daquele verme que ela sempre idolatrou e com tivera 5 filhos ilegítimos. Como se não bastasse a dor pela perda da mãe, Belle via-se agora responsável por 5 crianças e com a ameaça de Cristo Ravelli, meio-irmão das crianças por parte de pai, de entregá-las à adoção, pairando sobre sua cabeça...

... Tudo porque ele queria evitar o escândalo que a existência dos meninos provocaria. A adoção seria a solução perfeita para todos. Só que ele jamais poderia imaginar que a mulher que mexera tão intensamente com ele pudesse se tornar uma adversária e tanto no intuito de proteger aqueles que amava...

"- Não ouse se aproximar mais! - avisou.
 - Costuma agir como louca sempre? - perguntou Cristo dessa vez com suavidade, dominando a fúria.
 - Vou levá-lo ao tribunal e forçá-lo a reconhecer as crianças! - replicou Belle com paixão. - Elas têm direitos legais a uma parte dos bens de seu pai, e você nada poderá fazer. E não sou louca."

- Guiada pelo amor que sente pelos irmãos, ela resolve enfrentar Cristo e fazê-lo perceber que ela poderia ser uma grande ameaça para ele...

"- Acalme-se - pediu. - Vamos conversar.
 - Não confio em você! - replicou Belle. - Deixe-me ir embora ou jogo esse vaso na sua cabeça!
 Cristo não compreendeu a própria reação, porque continuou avançando sem prestar atenção na ameaça.
 Belle atirou o vaso na sua direção e se encolheu ante o som de porcelana quebrada sobre o chão de mármore."

- Chocado com o descontrole emocional dela e refletindo sobre o seu comportamento, ele acaba por perceber que existia entre aquela louquinha de cabelos vermelhos e os irmãos uma ligação profunda, que ele jamais teve com ninguém na vida. É então que ele entende que não conseguiria, e nem sequer desejava, tirar as crianças dela. E que ele sentia um desejo louco de usar todo o seu poder de convencimento para fazer dela sua esposa. Não importava que ela já viesse com uma família pronta. E que ele tivesse que se desviar de objetos voadores...

"Não havia nada ali que pudesse atirar na cabeça dele, então encheu um copo com água, deixou o banheiro, e atirou a água no rosto dele.
 Espantado, ele se sentou na cama muito viril e belo, com a pele morena e os cabelos negros em desalinho.
 - Que diabo foi isso? - perguntou, enxugando a água do rosto. 
 - Não ouse nunca mais falar comigo assim, seu cafajeste! - gritou Belle furiosa."

- Por que a autora não faz mais mocinhas como esta?! Belle é perfeita! Corajosa, ousada, explosiva... Capaz de enfrentar o mocinho de queixo erguido e de lhe dizer todas as verdades que ele merece ouvir. Ela podia até derreter em seus braços, mas nem toda a paixão e o amor que pouco a pouco começou a sentir por ele, a impediam de enxergar seus defeitos e arremessá-los em sua cara.kkkk Ela é a alma deste livro, gente. O Cristo se torna um fofo, irresistível, mas ela segue sendo minha personagem preferida desta história.rsrs

- Se recomendo??? Sem nem sequer precisar pensar! É uma história linda, divertida e maravilhosa que é impossível não amar. Bem... Pelo menos esta é a minha opinião. :D 

Que venha o próximo!!! Hora de conhecer a história de Betsy e Nik... 


Trilogia Heranças do Poder

Noiva Rebelde (Belle e Cristo Ravelli
Esposa Decidida (Betsy e Nik)
Por Um Ano Apenas (Ella e Zarif)

4 comentários:

*Maga do Chaos* disse...

Ok! Agora fiquei morrendo de vontade de ler esse livro AGORA!!! Huahuah

Procurando ele pra comprar em 3, 2, 1... Rsrs

Luna disse...

kkkkkkkkkkkkkkk... Espero que você ame a história tanto quanto eu amei! E que adore os outros livros da série também! :D

Bjs!

Beatriz Solano Pinzon disse...

Noiva Rebelde é o primeiro da trilogia que estou lendo. É um bom romance, sem grandes acontecimentos, sem grandes emoções, curtinho bom de ler!

Luna disse...

Eu amei esta história, Beatriz! Nunca pude esquecer a mocinha temperamental que não estava nem aí para a possibilidade de mandar o mocinho para o hospital.rsrs Ela era bem louca! Amei muito o livro, sobretudo a mocinha.

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.