O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Seis Anos Depois - Harlan Coben

(Título Original: Six Years
Tradutor: Ricardo Quintana
Editora: Arqueiro
Edição de: 2014)

Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas.

E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la.

Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa... durante seis anos.

Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa.

Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.

Em Seis Anos Depois, Harlan Coben usa todo o seu talento para criar uma trama sensacional sobre um amor perdido e os segredos que ele esconde.


Palavras de uma leitora...


"- Você quer tanto isso, essa segunda chance, a oportunidade de redenção que não consegue enxergar a verdade.
- E que verdade é essa, Benedict?
- Ela se foi - disse ele, apenas. - Largou você. Nada vai mudar isso."


- Seis anos antes, num dos piores momentos de sua vida, Jake conheceu a mulher que o ensinaria a amar, apenas para partir seu coração em vários pedaços depois. No momento em que ela lhe dissesse adeus e se casasse com outro, como se o tempo que viveram juntos não tivesse significado nada. Como se todo o amor, a sensação de que tinham sido feitos um para o outro, não passasse de uma ilusão. Um amor que só ele viu, mas que ela jamais chegou a sentir. 

Destroçado pela maneira como ela jogou fora tudo o que partilharam, ele compareceu ao casamento e assistiu, com uma dor que não saberia explicar, sua mulher trocando votos diante de um altar, encerrando a história deles dois. Mas antes de partir, ela fez questão de fazê-lo entender que estava realmente tudo acabado. Que ele não deveria procurá-la. Nunca mais. 

"- Prometa que não vai nos seguir, telefonar nem mandar e-mail.
A dor no peito aumentou, incisiva e pesada.
- Prometa, Jake. Prometa que vai nos deixar em paz."

- E assim os anos se passam... Por mais que tenha pensado em ir atrás dela durante todo aquele tempo e não tenha existido um só dia no qual não a recordasse, ele manteve sua promessa. Se ela não queria vê-lo, tudo bem. Não a incomodaria. Não roubaria sua paz ou prejudicaria de alguma forma a sua felicidade. A amava tanto que estava disposto a passar a vida em tormento se isso significaria que ela estaria bem, que poderia ser feliz. Mas, então, Todd, o marido de Natalie, morre e ele não consegue resistir ao desejo de vê-la mais uma vez. Nem que fosse no velório do marido. Quebraria sua promessa, por alguns instantes, e depois seguiria em frente. Só precisava vê-la. Nada mais. Uma última vez. 

"Faria o que Natalie me pedira. Iria deixá-la em paz. Pensaria nela todos os dias, mas nunca telefonaria, não tentaria me aproximar nem a procuraria on-line. Manteria a promessa.
Por seis anos."

- Porém, ao comparecer ao velório de Todd, toda sua vida toma um novo e arriscado rumo, quando ele percebe que a viúva daquele homem não é a mulher que ele conheceu anos antes e o abandonou. A viúva não era Natalie, mas sim uma mulher completamente diferente. O que estaria acontecendo ali? Teria aquele homem duas famílias? Ou... tudo não passara de uma grande mentira, de uma farsa muito bem armada para forçá-lo a desistir dela? 

Completamente atordoado por aquela descoberta, Jake vai atrás de resposta. E quanto mais perguntas faz mais perto da morte também fica. Seis anos antes... Natalie desaparecera de sua vida. E não existia nenhuma pista de seu paradeiro. Agora... ao mexer naquele passado, ele colocava em perigo não só a própria vida, mas também a de muitas outras pessoas. O que se esconderia por trás do desaparecimento de Natalie? Que segredos ela ocultaria? Fosse o que fosse, ele iria descobrir. Precisava encontrá-la. Necessitava entender o que a levara a partir. E mais do que tudo, necessitava ter a certeza de que a sua amada não estava em perigo. Estava disposto a arriscar o que fosse preciso para achar a mulher da sua vida. Ainda que isso, literalmente, custasse a vida dele. 

"- Escute-me com toda atenção. Eles podem encontrar Natalie primeiro. [...] - ou nós podemos. A escolha é sua. 
Era verdade. Porém, mais do que isso, ele tinha deixado de fora uma última possibilidade, por mais remota que fosse.
Eu poderia encontrá-la antes de todos."

- Assim que iniciei a leitura desta história, não consegui parar. Quanto mais eu lia mais queria ler. Porque o autor nos envolve bastante ao criar todo aquele mistério e não temos coragem de largar o livro enquanto não descobrimos tudo.rs Eu queria saber que segredos Natalie escondia, o que a levara a ir embora, se estava viva ou morta... e se Jake conseguiria encontrá-la. Não me atreveria a parar de ler enquanto não tivesse a resposta para todas as minhas perguntas. 

E, no final das contas, eu descobri tudo antes mesmo do protagonista.kkkkkkkkk... Quanto mais o Jake obtinha respostas que ele ainda não conseguia interligar, mais informações ele me dava para montar o quebra-cabeças, ainda mais quando eu tinha como base um livro anterior do autor, que jamais pude esquecer: Não Conte a Ninguém. Por mais diferente que Seis Anos Depois seja, se já tivermos lido Não Conte a Ninguém é muito fácil seguir uma determinada linha de raciocínio e chegar a todas as respostas. Foi fácil, fácil.rs E até mesmo a maneira como o livro terminaria eu pude imaginar. E isso não prejudicou em nada o livro. Porque tinha que terminar exatamente daquele jeito. Eu ficaria decepcionada com outro final. 

"Todos têm um tipo próprio de loucura." 

- E não há dúvidas de que Jake é 99% louco.rsrsrs... Porque somente uma pessoa nada normal faria as coisas que ele fez. Bem...somente uma pessoa louca ou... completamente apaixonada, certo? Não tem como duvidar do amor que ele sentia pela Natalie. Ela era todo o seu mundo. Sem ela... ele apenas respirava sem de fato viver. E me surpreende muito que ele tenha conseguido manter a promessa por seis anos, que não tenha ido atrás dela antes. Todo esse amor é lindo, de nos fazer suspirar... mas é também um amor perigoso, que o faz bater de frente com a morte várias vezes. E nem mesmo assim ele desistia. Só conseguia pensar que precisava encontrá-la. Que tinha que salvá-la. Quem não iria querer ser amada assim?! Suspiros...

- A história só não ganhou 5 estrelas porque eu achei que algumas coisas poderiam ter sido melhor desenvolvidas, que outros personagens deveriam ter tido um papel mais ativo por serem importantes para os acontecimentos... Mas eu amei o livro! E o recomendo muito! Vale a pena! A história nos envolve do começo ao fim e ficamos com uma sensação muito boa depois. Eu simplesmente amei! :)

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.