O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sábado, 31 de dezembro de 2016

Retrospectiva 2016



- Olá, queridos! :)

Confesso que ainda me custa acreditar que este ano finalmente está chegando ao fim. Se 2015 foi difícil, 2016 foi quase um pesadelo. Foi um ano de perdas bastante dolorosas, de mudanças indesejadas e de duras lições. Não desejo reviver determinados dias, semanas e meses deste ano. Existiram ocasiões em que eu pensei que não conseguiria seguir adiante. Eram tantas coisas acontecendo todas de uma vez... mas como tudo nesta vida, esse tempo passou... Foi uma fase. Porém, sofri demais pelo adeus das pessoas que ficaram neste ano que se encerra. Um vizinho querido, que sempre me passava conforto, por me lembrar de uma época distante... quando uma pessoa que eu amava muito ainda estava viva. Perder esse vizinho foi como perder esta pessoa uma segunda vez. E doeu muito. E foi também um golpe extremamente duro o adeus de uma adolescente que eu conheci quando era apenas um bebê e que muitos sonhos tinha para realizar. Uma menina linda, que uma doença infeliz levou. Sim. 2016 foi um ano cruel. Por isso, é um alívio enorme saber que ele está chegando ao fim. Que poderei deixar este ano para trás. É uma das coisas que mais desejo no momento.

Quero ter esperanças... Acreditar que 2017 será um lindo ano para todos nós! Quero ter fé que muitas coisas maravilhosas irão acontecer! Que será um ano de recomeços, de perdão, de reencontrarmos a nós mesmos e estarmos um passo mais perto do que sonhamos para nossas vidas. Que seja um ano de realizações e muitos risos! Que venha recheado de amor! Que o amor esteja no ar, invadindo cada coração! Que sejamos mais solidários! Que haja menos guerra, por favor! Que as crianças tenham suas infâncias preservadas... Que seja um ano de amor. Porque se há amor... há também pouco espaço para a maldade! Quero muito amor em 2017, queridos! Para todos nós! Neste mundo inteiro!

Bem... Este era para ser um post de Retrospectiva Literária.rsrs Mas não pude deixar de expressar um pouco da minha alegria por 2016 estar indo embora. E toda a esperança que tenho para o ano que logo se iniciará! :) Apesar de tudo, temos sempre que acreditar. E eu vou acreditar sempre! :D

Mas como eu estava dizendo, este é um post de Retrospectiva... Hora de falar dos melhores livros que li neste ano. Aqueles que mais marcaram meu coração. Ainda que nem todos sejam livros de amor e com finais felizes...




"Eu queria ser uma versão melhor de mim, uma com todas as feridas cicatrizadas. Mas isso não acontece na vida real. Na vida real não há ressurreição, ainda que você a deseje todas as noites."

- Não existia livro melhor para abrir esta lista... De todos os livros que li este ano, este, sem sombra de dúvidas, foi o que mais me marcou. Até hoje posso rever as cenas todas em minhas memórias. Cenas que eu preferia esquecer. Momentos que me deixaram em prantos, querendo gritar, desejando poder fazer algo para ajudar aquelas duas meninas. Por que ninguém era capaz de enxergar que elas necessitavam urgente de socorro? Por que todos preferiram olhar para suas próprias vidas? Foi uma leitura dolorosa. Que me marcou de uma forma impossível de esquecer. E a coragem dessas duas meninas não deixa de ser uma motivação. Não deixa de me inspirar a sempre seguir em frente. Se elas tiveram esperanças e jamais desistiram mesmo diante das situações mais insuportáveis, por que eu deveria desistir, verdade? Viver é um privilégio. 




"Ele vivia a aurora de um novo dia, a primeira página de um novo capítulo da vida. Era emocionante. E assustador. Porque Phillip não queria fracassar. Não agora, não quando finalmente descobrira tudo de que precisava. Eloise. Seus filhos. Ele mesmo."

- Claro que não poderia faltar Julia Quinn nesta lista!rsrsrs... Entre os mais belos romances que tive a oportunidade de ler, está este livro! Envolvente desde as primeiras páginas, nos conta uma história de amor divertida e preciosa, de duas pessoas que nos cativam por completo e que realmente foram feitos um para o outro. De início, pode parecer que nada vai dar certo. Sobretudo se considerarmos os dois pestinhas que o Phillip tinha como filhos.kkkkk... Mas não há como não amarmos e entendermos aquelas crianças. E mesmo com todos os desafios, irmãos dispostos a matar o mocinho e as reviravoltas que o livro dá... o final feliz é garantido. E lindo. :)




"Talvez o universo tenha nos brindado com uma justiça perversa no final. Ou talvez os riscos de viver no mundo exterior simplesmente fossem maiores do que havíamos calculado."

- Apenas me aproximar deste livro na estante me causa pânico. É uma história que nos mostra uma realidade que existe por aí... de pessoas que são sequestradas e vítimas de crueldades que nem conseguimos imaginar. Quando entramos nestas páginas... queremos fugir. Ir para o mais longe possível de todo o horror que encontramos ali... Como um ser humano é capaz de tanto? Nunca vou conseguir entender... O livro me marcou profundamente, me deixando mais atenta, mais "acordada" e desconfiada. É muito bem escrito e se desenvolve de maneira brilhante, com um final que nos rouba o fôlego e deixa um gosto amargo na boca. É uma história dura, mas que se faz necessário ler, sabe. Ela tem muito a nos ensinar, apesar de todas as cenas que partem nosso coração. 




"Entre as mulheres de seu futuro, haveria uma que conheceria seus segredos e carregaria seus filhos, e testemunharia as mudanças que os anos operariam nele. E essa mulher não seria eu."

- Não se trata de um romance como o que talvez esperemos ao começar a leitura... vai além de uma simples história de amor. Conta a história de uma mulher que sofreu significativos golpes ainda quando criança, conhecendo o amor jovem demais para lidar com tal sentimento, que passou pela complicada fase da adolescência tendo ao seu lado seu melhor amigo, seu maior amor e, ao mesmo tempo, sentindo sua ausência dia após dia, sabendo que o tinha perdido antes mesmo de tê-lo... que ele tinha ido embora bem antes de realmente partir. Acompanhamos os anos seguintes, sua tentativa de ser mãe da irmã que tanto dependia dela, enquanto buscava seu lugar no mundo e se deparava com um novo amor... sem saber se estava preparada para ter o coração partido outra vez. É um livro lindíssimo! Um dos melhores que li não apenas em 2016, mas em toda minha vida!




"E eu penso, como sempre penso durante esses momentos, que ainda o amo. Amo tanto que sinto meu coração se quebrar em mais pedaços que meus ossos. E agora, mesmo em um momento como este, preciso ter cuidado. Não quero machucá-lo."

- Até mesmo agora... enquanto lembro de algumas cenas, necessito respirar fundo para lidar com a confusão de sentimentos que ele me provocou. É uma história perturbadora, que não poupa os personagens e muito menos nós leitores. Encaramos uma realidade chocante e brutal. É impossível sermos as mesmas pessoas depois deste livro. Ele altera algo dentro de nós... nos torna mais conscientes, mais humanos... e nos faz chorar demais. Como esquecer a pequena Lucy? Meu coração ainda dói por esta menina... por tudo o que ela passou. Ah, Lucy! Nunca poderei te esquecer. 




"— Mas pensei que não pudesse me perdoar.
— Eu também pensei, até tentar imaginar a minha vida sem você — Vito admitiu, agachando-se para poder fitá-la nos olhos. — O perdão sempre esteve presente. Apenas não me dei conta de já o ter alcançado. [...]"

- Um dos melhores livros que a LG já escreveu... É uma história mais profunda do que as que ela geralmente escreve, com um mocinho maravilhoso, humano, que rouba nosso coração sem sequer pedir licença!rs Fala de perdão, de recomeço... e claro, de amor também. Nos emociona muito e deixa uma sensação deliciosa quando terminamos a leitura! Tudo o que desejamos ao terminá-la é poder encontrar outras histórias como esta. Suspiros...




"Mas a gente não vê muitos finais felizes por aí, né?, perguntava seu lado cético. As coisas raramente terminam do jeito que queremos."

- Voltando aos livros perturbadores... Seria impossível que estivessem entre os preferidos e mais marcantes do ano apenas romances, apenas lindas histórias de amor. O Menino da Mala é um suspense que acelera nosso coração e nos faz ter medo até mesmo de imaginar como a história irá terminar. E nos faz refletir em como o passado pode retornar... nos forçando a enfrentar aquilo que deixamos inacabado... e sobretudo, nos fazendo encarar aquilo que deixamos para trás quando jamais deveríamos ter feito isso. O livro é tenso e no fim... ensina muito. Muito mesmo. 




"- Eu te amo - repetiu ele. - Não há nada nesta vida ou na próxima que possa me fazer deixar de te amar."

- Está aí uma história que eu desejo ler outra vez. E mais outra... e quantas for possível.rsrs Impossível não amarmos Lucy e Gregory, mesmo quando desejamos sacudi-los por não enxergar que tudo o que mais desejavam estava bem diante de seus olhos. Ao alcance de uma mão. Eles perderam muito tempo, um por se acreditar apaixonado por outra... e ela por não acreditar no amor... por temer tanto um sentimento tão lindo. Eles sofrem bastante para ficar juntos, mas tudo vale a pena. É um romance mágico, que me recordou Um Perfeito Cavalheiro e me deixou sonhando acordada! :) Julia Quinn sabe bem como escrever belos contos de fadas. Suspiros...




"Quando voltou a falar, sua voz, que não passava de um sussurro, fraquejou ainda mais. - Por que... por que Deus não me protegeu?
 Eva deixou que a pergunta pairasse no ar. Aquela mesma pergunta era feita por um bilhão de outras vozes, em sepulturas, mesquitas, igrejas, escritórios, celas de prisão e becos escuros. Atrás dela, um rastro de fé abalada e corações destruídos. Aquela pergunta clamava por justiça e implorava por milagres que nunca vieram."

- Um livro que reconta de maneira diferente e emocionante a história da Criação... e a triste queda de Adão e Eva. Acompanhamos os acontecimentos do Princípio de uma maneira totalmente nova e ao mesmo tempo fiel à Bíblia. É um suspense que transborda amor, apesar de tratar de um tema doloroso e mostrar a vida de uma menina quebrada de diversas formas pelo mundo, pelas pessoas que deveriam protegê-la... alguém que já não tinha mais fé, que já não acreditava em nada... Lilly passou por coisas que nenhuma criança, adolescente ou qualquer outro ser humano deveria passar... sua dor pode ser sentida por nós enquanto viramos página após página. E é nos braços de Deus, daquele no qual ela já não acreditava mais, que ela encontra consolo, um lugar seguro para abrir sua alma, para chorar tudo o que sentia. É uma história forte, linda e extremamente emocionante.




"Não havia nada ali que pudesse atirar na cabeça dele, então encheu um copo com água, deixou o banheiro, e atirou a água no rosto dele.
 Espantado, ele se sentou na cama muito viril e belo, com a pele morena e os cabelos negros em desalinho.
 - Que diabo foi isso? - perguntou, enxugando a água do rosto. 
 - Não ouse nunca mais falar comigo assim, seu cafajeste! - gritou Belle furiosa."

- Eu dei muita sorte com os livros que li da minha querida autora este ano. E foi difícil escolher quais fariam parte desta lista. Mas Belle não poderia ficar de fora.kkkkkk... Uma mocinha que me divertiu demais, que colocou o mocinho em seu devido lugar diversas vezes e se tornou a alma do livro com seu espírito livre, seu temperamento explosivo e a forma linda como protegida os irmãos. Ela faria qualquer coisa por aquelas crianças, até mesmo enfrentar alguém como o mocinho e arremessar objetos em sua direção. Adoro esta mocinha! Tem personalidade e toda a coragem que costumo admirar nas mocinhas dos livros! Sempre fico imaginando como é o dia a dia dela com o mocinho.rsrsrs... 




"Os maus não chegam até nós vestidos de preto. Nem tampouco irradiam uma energia maligna. Eles não se distinguem de seus vizinhos."

- Um lado de mim não gostaria de incluir este livro na lista... Mas não tenho como evitar o fato de que ele me marcou. Muito. E que, mesmo desejando, não poderei esquecê-lo. É uma história pesada, que nos mostra um lado sombrio do relacionamento entre duas pessoas e, sobretudo, nos mostra até onde pode ir uma pessoa... as coisas horríveis que um ser humano é capaz de fazer contra o outro. Além disso, também nos faz ver como a vingança é perigosa e como uma pessoa pode se perder até já não saber mais quem é. Obcecada por vingar a morte da irmã, Nora entra num mundo fatal, colocando não apenas sua vida em perigo, mas também sua essência... tudo que ela era. Cega pelo fascínio que o Michael despertava nela e o jogo que ele fazia, manipulando-a até controlar não só seu corpo como também sua mente, Nora acaba por seguir um caminho sem volta. E é difícil acompanhar a queda dela, ver como ele a reconstruiu da maneira que ele queria. Michael é um dos piores vilões que já tive o desprazer de encontrar nos livros. O livro é intenso e a autora brilhante! Ela conseguiu escrever algo original e muito bem desenvolvido, que nos envolve e nos prende, mesmo quando desejamos fechar o livro e arremessá-lo longe! 




"Eu não ia parar de chorar por Will, nem de amá-lo, nem de sentir falta dele, mas minha vida parecia ter aterrissado de volta no presente."

- E para fechar a lista com chave de ouro... :) Meus olhos se enchem de lágrimas só em lembrar desta história, gente. Estou aqui tentando não chorar. Sofremos muito com o fim do Will no primeiro livro. Quando terminamos... a dor ainda está ali. Queremos mudar o final, queremos trazê-lo de volta.... para a Lou. Como ele poderia deixá-la daquela maneira? Como podia simplesmente ir embora? E apesar de entendermos tudo o que o levou a tomar aquela decisão... é muito difícil aceitar. E para mim, Depois de Você foi essencial. Eu necessitava deste livro. Precisava demais dele. É uma história que cura um pouco da dor que o primeiro livro deixou. É um livro belíssimo! 



Feliz 2017!!!! Que seja um ano maravilhoso para todos nós! E, claro, com muitas leituras preciosas! :D

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.