O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Escrevendo Sem Medo - Janeiro



Das Coisas Mais Importantes na Minha Vida


Olhando para trás... Mais de quinze anos atrás... consigo ver com clareza a menina que um dia fui. Que não fazia ideia do que aconteceria em poucos dias. Que estava prestes a perder uma das coisas mais importantes de sua vida. Uma das pessoas mais importantes. 

Ela era extremamente grudada a essa pessoa. Para onde quer que a pessoa fosse, a menina ia atrás. Estava sempre com uma boneca (daquelas bebês gigantes, sabe) nos braços e uma mão agarrava com força a roupa de sua pessoa amada, ainda que ela já não tivesse idade para isso. Mas a amava tanto... que queria sempre estar ao seu lado. Aquela pessoa era sua avó. Sua avó materna. Que se foi cedo demais. Antes que a menina tivesse tempo de dizer o quanto ela era especial em sua vida. 

Dizem que o tempo cura qualquer dor. Mas se isso realmente é verdade, ainda não passou tempo suficiente para que eu tenha superado a perda da minha avó. Nós éramos muito ligadas. Parecia que estávamos unidas por uma força inexplicável. E perdê-la foi o maior golpe que já enfrentei. E podem ter certeza que estou chorando enquanto escrevo este texto. Mas não me importo. Se era para falar do que é mais importante para mim, precisava começar por ela. E onde quer que ela esteja, ela sabe o quanto ainda a amo e sempre irei amar. 

Desde pequena sempre dei pouco valor às coisas materiais. Embora seja ciumenta com as minhas coisas, dou muito mais valor às pessoas que fazem parte da minha vida. E os meus animais de estimação que são como filhos para mim. Que amo com todo o meu coração.

Quando penso no que realmente me importa... penso na minha família. Na mãe que sempre se sacrificou muito para me dar tudo o que achava que eu precisava e até hoje pensa mais nas filhas do que em si mesma, que vive por nós, não importa o quanto eu diga para ela pensar nela, se importar um pouco mais com ela. Minha mãe pode ter inúmeros defeitos e nós podemos brigar como cães e gatos na maior parte do tempo, mas eu a amo demais e nunca irei esquecer tudo o que ela já fez por mim.

Também penso no meu pai, que um dia esteve distante, mas que se aproximou de mim de novo, se tornando um pai que eu já não tinha esperanças de que ele aprendesse a ser. Sei que ele se importa comigo, hoje sou capaz de sentir que ele me ama e ele é especialista em me fazer rir quando estou triste, de fazer com que os problemas não pareçam tão grandes, sabe. Adoro o humor dele, a maneira como ele leva a vida, de forma tão leve e espirituosa. 

Penso na minha irmã, para quem nunca posso contar um segredo, claro. Senão ela o usará contra mim.kkkkkkkk... Mas que me defende se eu precisar. E que sempre busca em mim um espelho, alguém que a aconselhe mesmo quando ela não está interessada em levar os conselhos em consideração.rs Que diz que minhas roupas são horríveis, mas as usa mais do que eu própria.kkkkkk... Que pega minhas maquiagens escondida e depois jura que não pegou. Que aprendeu a enxergar minha gatinha como sobrinha e realmente a trata como parte da família e a ama demais.  

Penso na minha tia, nos meus primos que são como anjos em minha vida e amo com todas as minhas forças, por quem eu daria minha própria vida se fosse necessário. Eu os vi logo após nascerem. Estive com eles sempre. Dava banho, alimentava, ajudava a cuidar quando estavam doentes e até hoje viro criança sempre que estou ao lado deles. E eles riem tanto que só isso é capaz de iluminar todo o meu dia. Quando eles me veem correm na minha direção e me abraçam com tanta força, me beijam e sei que sou amada antes mesmo que eles digam que me amam. E eles dizem isso muitas vezes. E a mais nova se puder fica o tempo todo grudada em mim... o que me lembra de quando eu ficava assim com a minha avó. Eles não a conheceram. Não tiveram essa chance. Tento ser para eles o que ela seria. Tento ensinar a eles o que ela me ensinou. 

E claro que também penso em meus amigos. Naqueles que seguiram seus próprios caminhos e hoje já não fazem parte da minha vida, mas dos quais sempre lembrarei com imenso carinho. Penso nos que conheci através do blog... na Carlita e na Moniquita que se tornaram as melhores amigas da minha vida. Que são como irmãs para mim. Que se tornaram parte de mim. Elas sabem o quanto são queridas e sempre digo que nos conhecemos numa outra vida. É a única explicação para uma ligação tão profunda, para um amor tão forte. :) Para mim, a amizade é uma das coisas mais valiosas da vida. E são poucos aqueles que têm o privilégio de encontrar em seu caminho amigos de verdade. Então, devemos cuidar dos nossos com todo o carinho. Valorizá-los sempre. Eles são raridade, gente. 

O que mais é importante para mim? Meu cachorro e minha gatinha. Que são meus filhos. Fazem parte da minha família e não sei se eu conseguiria viver sem eles. Minha irmã diz que o meu cachorro é filho dela, então eu aceito o papel de tia.rsrs Mas também podemos tratar os sobrinhos como filhos, não é?rs Ele apareceu em nossas vidas quando era bem pequeno e estava doente. Parecia que não iria viver. Mas em pouco tempo, com todos os cuidados e amor ele se mostrou um pestinha, que ama destruir tudo o que estiver pela frente. Meus livros já sentiram o "amor" dele.kkkk.. Estou rindo, mas não fiquei nada feliz na hora. E a minha gatinha... Ela apareceu num dia frio e chuvoso. Foi jogada na rua dentro de um saco de lixo. Ela miava tão alto! E quando eu a peguei ela estava tão agitada e necessitada de amor, que eu senti uma emoção muito grande dentro de mim. Tinha perdido gatos que nasceram aqui. Que eu criava desde que eles eram bebês. Estava sofrendo e acreditava que não teria forças para ter gatos de novo. Que não suportaria a mesma dor outra vez. Mas ela me atingiu com tal força que minha decisão de apenas resgatá-la antes de entregá-la a alguém que quisesse criá-la se desfez quase imediatamente. Eu a queria. Precisava dela. E até hoje ela é a alegria da minha vida. Claro que ela apronta demais. Já rasgou vários livros, deixou sua marca na minha cama e acredito que não tenha um só canto da casa que não tenha um sinal da sua presença. Mordidas e arranhaduras, sabe.rsrs Mas ela é meu coração. É minha vidinha. :)

Emoções à Flor da Pele... Já contei aqui que criei o blog num dos momentos mais difíceis da minha vida. Foi uma maneira de manter a sanidade mental.kkkkkk... E no início eu não fazia ideia de que alguém poderia se interessar em lê-lo. Era apenas o meu cantinho, um lugar no qual eu organizava os livros que tinha lido, no qual falava um pouco sobre o que a leitura tinha provocado em mim... mas era mais uma conversa comigo mesma.kkkkkkkkk... Faço isso direto, acreditem!rsrsrs... Quando as pessoas começaram a lê-lo e comentar... Foi uma surpresa. Uma surpresa maravilhosa. E sim, o blog e todos vocês que o leem são muito importantes para mim. Já não imagino minha vida sem este cantinho tão especial. 

E os livros?! Alguma dúvida de que sejam importantes?! :D O que mais tenho são livros. Sempre que penso em comprar qualquer outra coisa, acabo comprando livros.kkkkkkkkkk... Já não tenho mais espaço para eles aqui em casa, mas sempre dou um jeitinho.rs Não saio sem um livro na bolsa. E isso quando carrego comigo apenas um. Pode não dar tempo de ler, mas eu preciso saber que o livro está comigo. Preciso colocá-lo ao meu lado, segurá-lo, acariciá-lo, folhear suas páginas. Todos que me conhecem sabem o quanto amo ler. A paixão que sinto pelos livros. E meus olhos brilham quando vejo alguém lendo. Posso ser uma pessoa tímida, mas quando se trata de livros, perco toda a vergonha.kkkkkkk... Puxo assunto até com quem nunca vi na vida e começo a dar indicações de leituras, e trocar ideias sobre os livros que lemos.rsrs... 

Também amo músicas. Não passo um dia sem ouvi-las. Não posso imaginar uma vida sem música, gente.kkkk... Não sobreviveria!rs 

Acho que é isso... O texto já ficou enorme! Mas creio que consegui falar um pouco das coisas mais importantes na minha vida. Não sei quais coisas realmente são importantes para você que está lendo este post agora, mas espero que sejam as pessoas que você ama. Não existe nada mais lindo do que o amor. Do que nos sentirmos amados e fazer com que quem nos é importante também perceba o quanto é querido. A vida é curta, gente. Todos sabemos disso. Temos que vivê-la ao máximo e aproveitar o que realmente importa. :)

Se quiserem me contar o que é importante para vocês, sintam-se à vontade! Irei ler com todo o carinho!

Como sabem, este é um post realizado para o Projeto Escrevendo Sem Medo. Estou adorando participar! Como eu disse antes, o tema de janeiro pode até parecer fácil, mas não é. Escrever sem medo é complicado. Sobretudo sobre o que sentimos. Foi preciso muita coragem para escrever este texto aqui. Mas eu quis dividir com vocês um pouco do meu coração. Espero que tenham gostado!

Este projeto foi criado pela Thamiris do blog Historiar. Clique aqui para conhecê-lo melhor.  

2 comentários:

Vanessa Lima disse...

Oi Luna me emocionei agora com vc, rssrs
Amei esse projeto, boa sorte!
Bjos

Luna disse...

Olá, Vanessa!

rsrsrs... Muito obrigada, querida! :) Está sendo um desafio e tanto participar dele!

Bjs!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.