O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Escravos da Paixão - Lynne Graham


Sob o sol escaldante da Sardenha ela viveu uma intensa noite de amor!

Frankie acreditava que nunca mais veria o ex-marido, quando Santino Vitale retornou à sua vida com notícias estarrecedoras. O casamento deles jamais fora anulado, e agora Santino reclamava a noite de núpcias que nunca tiveram!
Frankie teria três semanas para pagar o débito, então ficaria livre para sair da Sardenha, pedir o divórcio e esquecê-lo para sempre.
Mas Santino não contava com a possibilidade de se apaixonar novamente ou de que Frankie pudesse estar esperando um filho dele. Em breve não seria apenas Frankie torcendo para que aquelas três semanas fossem as mais longas de sua vida!

Palavras de uma leitora...

A explicação absurda pela qual Santino disse que se casou com Francesca, não colou. Ah, por favor! Nenhum homem hoje em dia pode ser obrigado a se casar... Acho que nem antigamente. Se ele casou com ela foi porque quis e se nunca fizeram amor foi por culpa exclusiva dele. Senti bastante raiva de Santino e dos pais de Francesca. Vou explicar meus motivos após um pequeno resumo do livro.

Um pequeno resumo:

Frankie foi o "acidente" da bela e jovem modelo, Della Colgan. Sua mãe a criava por obrigação e após o divórcio entre os pais, a vida de Francesca foi de mal à pior. Marco Caparelli, pai de Frankie, a sequestrou e levou para viver com a família dele e depois de morrer num acidente, Francesca acabou presa na Sardenha com os parentes que só ficaram com ela por obrigação.
Francesca odiava aquele lugar e sempre tentava fugir na primeira oportunidade. Quando conheceu Santino Vitale, tinha apenas doze anos e pelo fato dele falar inglês, viu nele um elo com sua antiga vida em Londres. Amá-lo para ela foi algo natural... E esse amor foi ficando cada vez mais forte. Santino sabia que ela o amava muito, mas mesmo assim se casou com ela. Entendeu? Vou explicar. Francesca, quando completou dezesseis anos, soube que Santino não teria mais motivos para voltar a Vila Sienta, onde ela morava com o avô e as tia-avós. Decidiu então, que também não teria mais motivos para permanecer ali. Decidiu pegar carona com Santino sem que ele soubesse. Entrou no porta malas do carro para poder fugir daquele lugar. Quando Santino parou num posto de gasolina a descobriu e decidiu levá-la de volta mesmo que fosse a força. Quando chegou na casa dela, já era madrugada. O avô dela "obrigou" Santino a se casar com ela, porque depois de passar a noite fora, sua reputação estava arruinada. Ele aceitou e assim alimentou as ilusões dela. Mas se negou a dormir com ela, mantendo-a em sua casa mais como uma irmã do que como sua esposa. E como se não bastasse, ainda a traiu com outra.

Cinco anos depois, Santino atrai Francesca para Sardenha e decide mantê-la em seu poder por três semanas. Os motivos que ele alegou também não me convenceram. Eu acho que o motivo verdadeiro para ele tê-la feito voltar foi que havia se arrependido de tê-la traído. Ele queria de volta o casamento que destruiu com as próprias mãos. Mas como um típico mocinho-vilão da Lynne Graham, preferia chantagear a mocinha em vez de admitir seus próprios erros.

Os dois possuem temperamentos fortes. Ele é italiano. Ela é metade inglesa metade italiana. Ele quer dominar. Ela detesta ser controlada. Ele não resisti a uma loira. Ela não admite traição. Ele quer vingança. Ela quer ser amada. Ele quer três semanas da vida dela. Ela quer lhe dar toda sua vida. Ele é rico. Ela é classe média. Ele gosta de viver em Sardenha. Ela odeia Sardenha. Ele a considera uma prosmícua. Ela é virgem.  E ambos não estavam preparados para uma gravidez...
Há chance de dar certo? Eles querem coisas diferentes... Não confiam um no outro e vivem brigando. Trocam ofensas e se aproveitam da fraqueza um do outro. Há lugar para o amor? Ou ambos precisam crescer antes de sequer pensarem no amor?

A Lynne Graham gosta de nos fazer sentir raiva da maioria das suas personagens para depois apresentar justificativas para as atitudes delas. Só que dessa vez não consegui sentir muita compaixão pelo Santino e os pais da Francesca, não.

O Santino me decepcionou, pois eu esperava que ele quebrasse a cara e pedisse perdão a Frankie. Só que não aconteceu nem uma coisa nem outra. Ele achou que ela merecia passar pelo que passou nas mãos dele porque havia omitido o fato das acusações dele sem falsas. Ele a culpou por ter pensado o pior dela e uma de suas frases foi: "Se alguém teve o castigo que merecia por ter mentido..." Achei esse comentário tão frio... Mas por que me surpreendi? Santino é um dos homens mais frios dos livros da Lynne. Não posso dizer que ele foi excessivamente cruel, mas ele não era dotado de emoções. Nem ao menos pediu perdão a Francesca e a boba ainda o perdoou. Justificar-se não é pedir perdão.

Santino é arrogante, frio, vingativo, carente de amor, mas egoísta o suficiente para pensar só nas necessidades dele e esquecer as de Frankie.

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.delua@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.