O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sábado, 22 de julho de 2017

Juízo Final - Sidney Sheldon

(Título Original: The Doomsday Conspiracy
Tradutor: A. B. Pinheiro Lemos
Editora: Record
Edição de: 1992)

Designado pela Agência de Segurança Nacional (ASN) para uma missão ultra-secreta, o oficial da Marinha americana Robert Bellamy se envolve numa imprevisível história de espionagem, que só o genial Sidney Sheldon, o escritor mais aplaudido em todo o mundo, é capaz de criar.

Juízo Final conta a surpreendente trajetória desse protagonista masculino - retomado pelo autor depois de vários personagens femininos - desde o começo de sua grande missão: localizar as testemunhas da queda de um balão meteorológico nos Alpes suíços trazendo informações militares altamente secretas. Mas o que ele descobre é assustador...

A narrativa se torna cada vez mais excitante e atraente na medida em que as testemunhas são assassinadas logo após o interrogatório; e Bellamy percebe, então, que ele é a próxima testemunha: em vez de caçador, Bellamy passa a ser, numa perseguição implacável, a caça principal.



Palavras de uma leitora...


- Antes de tudo, eu cortei uma parte da sinopse da história, pois ela é muito extensa e reveladora. Como quero dar a vocês a oportunidade de lerem ou não spoiler, preferi suprimir algumas informações fornecidas na edição que tenho do livro, algo que eu própria não tinha lido antes de iniciar a leitura da história propriamente dita. Por isso, fiquei bem surpresa quando o personagem deparou-se com aquele segredo bombástico. 

"É o fim do mundo. O Dia do Juízo Final chegou. 
Armagedon está aqui... Armagedon... Armagedon..."

- Tudo começa com a queda de um balão meteorológico que é testemunhada por cerca de dez pessoas. Ao que parece havia entre os destroços objetos importantíssimos e de interesse do governo, o que faz com que designem o protagonista da história para localizar as testemunhas que deveriam ser convencidas a não falarem sobre o que tinham visto. Nada muito complicado, não é mesmo? Exceto por dois motivos: nada se sabia sobre essas pessoas... nomes, endereços, características físicas.... Existindo ainda o fato de os poderosos por trás dessa missão não terem a intenção apenas de conversar com as pessoas que viram a queda, mas sim eliminá-las. 

"Todos os instrumentos haviam sido removidos, como o General Hilliard lhe dissera. 'Não tenho palavras suficientes para ressaltar a importância do que havia no balão'."

- Robert não desejava ser escolhido para aquela missão. Além de tudo ser absurdamente estranho, pois não conseguia entender o sentido de localizar as testemunhas da queda de um mero balão, por mais importantes que fossem os objetos que nele estavam, também já estava cansado daquele mundo de espionagem, disfarces, segredos e mentiras. Queria largar tudo. Aposentar-se e dedicar-se a sofrer por ter tido e perdido a única mulher que amava. Podia parecer patético, mas era tudo o que queria. Só o que ele não poderia imaginar é que aquela seria de fato sua última missão. Não porque depois ele se desligaria, mas sim porque estaria morto. Arquivado. 

O que existiria naquele balão? Por que os governos de diversos países se uniriam para desaparecer com qualquer pessoa que tivesse testemunhado o desastre? E por que Robert havia sido escolhido para encontrá-las? O que antes parecia apenas uma missão absurda, não demora a tornar-se uma luta pela sobrevivência. Na qual amigos podem transformar-se em inimigos dispostos a tudo para calá-lo. Ninguém é digno de confiança. Absolutamente ninguém. Um passo em falso e, ele sabia, seria xeque-mate

"É uma conspiração internacional, e eu estou no meio dela."

- Meus dedos estão coçando para revelar os segredos deste livro, mas não posso fazer isso!kkkkkkk... Não seria justo com vocês, pois realmente acredito que a história torna-se mais fascinante se descobrimos as coisas sozinhos. 

Eu, sinceramente, não fazia a menor ideia do que encontraria nesta história ao iniciar a leitura. Não sabia de fato do que tratava-se, mas esperava muito suspense, perseguições intensas, assassinos implacáveis... coisas que encontrei no livro, claro. Mas nada como aquilo. Foi uma surpresa maravilhosa. Até porque eu acredito no que é contado. Podem me chamar de louca, mas para mim aquilo não é utopia. O ser humano desde o início dos tempos sempre foi arrogante demais, julgando-se privilegiado, no controle, comando de tudo. Valendo lembrar que pessoas já foram consideradas hereges, perseguidas e assassinadas por estudarem o universo e defenderem certas teorias. Teorias que foram confirmadas mais tarde e outras que ainda não. Ainda. Por isso, não achei nada fantasioso e até desejei ver mais daquilo no livro. Porque apesar da história girar em torno daquele segredo me pareceu que teve apenas um "toque" do assunto quando eu desejava bem mais. 

Apesar de amar com todo o meu coração o fato do SS ter, geralmente, como protagonistas as mulheres, foi bem-vinda a opção por um protagonista masculino neste livro. Robert Bellamy é um personagem brilhante, embora seja um tanto lento na primeira parte da história. Fiquei admirada com o fato dele ser tão ingênuo e não notar de cara como as coisas não eram o que pareciam ser. Jura que ele acreditava que estava apenas procurando as testemunhas para uma "conversa"?! Era óbvio que elas seriam silenciadas de uma maneira um tanto definitiva. Mas ele ficou alheio a tudo isso caindo na real muito depois, o que me fez vê-lo como um completo imbecil. Adorava sua inteligência para encontrar as pessoas, mas sua ingenuidade era cansativa. No entanto, na segunda parte do livro as coisas esquentam bastante e ele prova não ser tão tonto assim.kkkkkkk... Robert realmente arrasou na segunda parte, mostrando-se astuto e uma presa difícil de matar. A caçada me deixou sem fôlego. 

Me surpreendi com algumas traições na história, mas de outras eu já suspeitava. Minha experiência com livros de suspense já me mostraram que nunca podemos confiar em nenhum personagem neste tipo de livro. Desconfiamos de todos e assim enxergamos de maneira mais fácil os culpados. 

"Nada mudara; exceto que eu perdi Susan e metade dos governos do mundo estão tentando me assassinar. Afora isso, pensou Robert, amargurado, tudo continua como antes."

- O livro é um tanto parado na primeira parte e por isso não ganhou 5 estrelas. Isso e a lerdeza do Robert somando ainda o fato de eu ter desejado mais daquela ficção científica. Mas dei 4 estrelas à história, pois ela conseguiu me conquistar, envolver, chocar... porque me fez pensar em assuntos nos quais eu já acreditava e me fez levantar diversas perguntas. Além disso, teve muita adrenalina na reta final e Robert conseguiu despertar minha admiração e carinho.rs

Destaque para as notas do autor no final do livro. Impressionantes, gente! Leiam! Quando lerem a história, não fechem sem antes ler as notas do SS. Vão se surpreender! 

- Esta foi minha terceira leitura para a Maratona Literária de Inverno 2017. O livro preenche o Desafio 3: ler um livro que você comprou pela capa. Agora restam 6 livros!kkkkkkkk... E tenho até o dia 30 para lê-los, só para lembrar.rsrs Com Juízo Final eu concluí o Nível Fácil. Entrando agora no Intermediário! :D 

Besitos!

terça-feira, 18 de julho de 2017

Nascida Sob o Signo de Touro - Florencia Bonelli


Título Original: Nacida Bajo el Signo del Toro

Série Nascidas - Livro 1 

Como romper o feitiço dos seus olhos?
Como acalmar as batidas do coração ao som de sua voz? 
Como ensinar ao seu coração que amar é perigoso?

A vida de Camila sofre uma reviravolta drástica no dia em que a empresa de seu pai declara falência. Um apartamento menor num bairro velho e decadente e um colégio público de jornada simples são algumas das mudanças que deve enfrentar. 

Ela detesta a nova realidade, o que a leva a esconder-se na solidão que lhe oferecem seus livros. Até conhecer sua nova vizinha, uma astróloga que lhe mostrará os mistérios das nascidas sob o signo de touro.

E, a medida que transformações profundas começam a acontecer em Camila, a realidade que tanto desprezava passa a ter uma nova cor. Nela, Sebastián, o garoto mais lindo da classe, e Lautaro, o enigmático melhor aluno, serão os protagonistas. 

O segredo está em conhecer seu coração... 




Palavras de uma leitora... 



"Querida Camila, como pode ver, tudo acontece por uma razão. Pelas mãos de alguém teria que começar seu processo de morrer para renascer."

- Eu também me surpreendi logo que soube que a FB, minha autora preferida e também a maior sádica dos romances que conheço (tudo bem, a Diana Gabaldon compete com ela pelo primeiro lugar de autoras que gostam de torturar seus protagonistas e seus leitores), estava escrevendo livros voltados para o público juvenil. Quase não acreditei, sério!kkkkkkkk... Imaginei como ela conseguiria isso, já que ama cenas para lá de intensas, sofrimentos que nos fazem ficar sem forças de tanto chorar, separações que nos partem o coração e outras coisas mais... Mas, após ler a história de Camila e Lautaro, eu soube como ela conseguiu: mantendo sua dose de crueldade neste livro também.rs Claro que ela pegou mais leve! Mesmo assim, me vi em prantos aqui em alguns momentos, fervendo de raiva em outros e desejando esganá-la por tudo o que fez a Camila passar. Todavia, é claro que terminei a leitura completamente apaixonada e desesperada para ler o próximo livro da série! Nunca. Jamais chegará o dia em que odiarei uma história da minha querida FB. 

"Tinha medo de sofrer."

A vida de Camila não estava indo nada bem. Desde que a fábrica de sua família faliu sua vida parecia andar para trás. Nada dava certo. Teve que se mudar do bairro nobre no qual morava e trocá-lo por um bairro desprezível e uma escola onde sentia-se uma intrusa, deslocada e sozinha. Seus pais não passavam um dia sem brigar e a vergonha pela maneira como agora vivia a levou a se afastar de suas amigas. Seu único refúgio era a leitura. Nos livros encontrava prazer, companhia e paz. Sem eles, já teria enlouquecido. 

E tudo apenas parece piorar quando o novo ano letivo inicia-se. Ela não queria ir. Desejava fugir para o mais longe de todos. Porém, seu lado responsável a obrigou a ir em frente e enfrentar a turma que mal percebia a sua existência. Todavia... aquele seria um ano diferente. Muito mais do que ela poderia imaginar. 

"- Professora, não se irrite. Estou dizendo à Camila, a melhor aluna da turma, que será minha companheira de grupo. Isso deveria alegrar-te, professora. 
- Camila está comigo - O som incomum da voz de Lautaro silencionou o murmúrio permanente da sala, surpreendendo inclusive a docente.
Camila sentiu, ao mesmo tempo, um nó na garganta e o salto de seu coração."

Acostumada a ser invisível desde que começara a estudar na nova escola, Camila não poderia ficar mais chocada com o interesse repentino de dois de seus colegas de classe. Um, aquele que ela amava em segredo, o garoto mais lindo de todo o colégio. O outro, quem ela sempre acreditou que a odiava, pois toda vez que se dignava a lhe lançar qualquer olhar parecia desejar matá-la. Para aumentar sua surpresa, acontecimentos inesperados fazem com que a menina mais popular da escola de repente deseje ser sua amiga. O mundo tinha enlouquecido, talvez? As coisas realmente estavam fora de lugar. E quando uma correspondência entregue na casa errada a faz conhecer sua excêntrica e amorosa vizinha, Camila percebe, por fim, que após aquele ano nunca mais seria a mesma. 

"Seguiu resistindo, tentando invocar a força do touro com a qual havia nascido para escapar. 
- Solte-me! - murmurou por fim. 
- Não! - A puxou sobre si, e as costas de Camila golpearam o torso de Gómez. Seus braços prenderam-na. Debateu-se mesmo sabendo que seria em vão. 
- Solte-me, Lautaro! - exigiu entre dentes.
- Não - teimou e a obrigou a voltar-se."

Não saberia dizer o que aquele garoto de olhar tão frio e misterioso provocava em seu interior. Sabia a quem amava, sabia quem desejava ter ao seu lado. Mas... bastou um trabalho de Geografia para que já não tivesse certeza de nada. Lautaro sempre a tinha desprezado, então, por que agora insistia em estar por perto? Por que se aproximava daquela maneira tão intensa e possessiva? Quem, na realidade, era o nerd da classe, o rapaz de quem a turma debochava e parecia não se importar com insulto algum? E por que seu coração disparava cada vez que ouvia o som da sua voz e sentia o toque de sua pele? 

"Eu te beijei porque gosto de você. - inclinou-se e roçou seus lábios, provocante - Gosto muito. - um beijo suave - Muitíssimo. - outro mais - Estou louco por você, Camila."

- Nunca julgue um nerd pela capa! Tudo bem, a frase correta é "nunca julgue um livro pela capa", mas o sentido é o mesmo. :D Sério, gente! Que nerd mais maravilhoso a FB nos apresenta nesta história! Teve horas que me senti mal, pois eu amava o Lautaro com todas as minhas forças e ele só tinha dezesseis anos.kkkkkkk... Será que isso é pecado?!rsrs Mas o que posso fazer se a FB faz qualquer leitora se apaixonar por ele, independente de sua idade? A culpa não é minha, claro! É toda da autora! Nossa! Quando o Lautaro olhava para a Camila... eu própria sentia calor. Ele era um adulto com idade de adolescente. Seus olhares, seu comportamento, a intensidade do seu amor pela Camila, seu jeito controlador e possessivo, seus ciúmes... eu amava tudo nele. Absolutamente tudo! E torcia muito para que nossa mocinha percebesse que ele havia sido feito para ela e não o musculoso estúpido pelo qual ela achava que estava apaixonada. Porque o que ele tinha de músculo faltava de cérebro.rsrs E claro que inteligente e madura do que jeito que era, a Camila não demora nada a se dar conta da confusão de sentimentos que o Lautaro provocava em seu interior. Do quanto desejava sentir seus lábios, seu toque... simplesmente estar com ele. Em cada momento. 

"Você é tudo para mim."

- Quando comecei a leitura, eu não tinha muita certeza do que iria encontrar. Sabia que era um romance juvenil e que se tratava do início de uma série com personagens que nasceram sob determinados signos. Mas nada foi como eu imaginava. O livro me prendeu ainda nas primeiras páginas, me envolvendo com a história da Camila, fazendo com que eu me apaixonasse pelo jeito calado e misterioso do Lautaro e me divertisse com a confusão que era nossa protagonista. Sem falar de como me emocionei e suspirei com a história de amor entre esses dois. São tão lindos juntos! Cada vez que se beijavam, que diziam o que sentiam, daquela maneira tão espontânea e verdadeira, eu sonhava acordada aqui, como sempre acontece quando leio os livros da FB. É completamente impossível não amar este casal. Mas é óbvio que isso não significa que não passei raiva. Houve um momento que jurei que mataria o Lautaro com minhas próprias mãos! 

Camila é uma menina de apenas 15 anos quando a história começa. Ela é do signo de touro e nunca tinha se fixado muito em astrologia até ir à casa de sua vizinha entregar uma correspondência. Logo que entra naquele lugar, percebe que todo um mundo novo se apresenta, algo que a fascina, atrai... que a faz querer estar sempre ali. Assim, seduzida pela oferta de emprego como babá do filho da tal vizinha, Camila começa a passar longos momentos naquele ambiente, conhecendo mais sobre si mesma e permitindo-se crescer como pessoa e aceitar-se como era. 

Nossa protagonista era cheia de complexos. Tinha uma autoestima muito baixa, julgando-se inferior a todos, o que aumentava sua timidez e fazia com que os outros a vissem como alguém metida e mantivessem distância. Ela odiava o próprio corpo, pois se considerava gorda e esquisita, alguém por quem garoto algum seria capaz de interessar-se. E estava tão preocupada em se autocriticar que não enxergava o quanto era bonita e inteligente. Somente quando começa a frequentar a casa da vizinha e aprender sobre a personalidade das pessoas nascidas sobre o seu signo, inicia o processo de aceitar a si mesma e enxergar-se pelo que era e não como acreditava ser. Só que nada acontece da noite para o dia, é claro. 

É muito interessante acompanhar a luta da Camila com ela mesma. A maneira como ela se via, como se criticava, como preferia acreditar que não era ninguém e que pessoa alguma seria capaz de amá-la, se importar com ela. Camila é uma pessoa comum, é gente como a gente, sabe? E isso apenas aumenta o nosso carinho por ela e envolvimento pela história. Ela é uma personagem que queremos proteger, que desejamos sacudir para forçar a ver como era preciosa e querida por tantas pessoas. E quanto mais a conhecemos mais a amamos e torcemos para que ela vença os obstáculos que construiu ao seu redor para poder ser feliz ao lado do garoto que a amava e não estava nada disposto a deixá-la escapar. 

" - Não tenho medo de nada, Camila. Sou ferozmente protetor do que é meu. E você é minha."

- O que posso falar do Lautaro? Suspiros! Ele é um rapaz de dezesseis anos, que não é considerado "belo" por nenhuma pessoa que o conheça (talvez só por sua mãe e irmã) e que estava mais do que acostumado a sofrer bullying de seus colegas de turma. Eram muitos os apelidos que usavam para debochar dele, sobretudo o garoto mais popular do colégio, Sebastián, que parecia apreciar particularmente cada momento de implicância e deboche. Mas nada o atingia, para frustração de seus perseguidores. Calado, de olhares capazes de fazer gelar o sangue da pessoa mais calma, ele mantinha-se distante das provocações, nunca mostrando qualquer sinal de alteração. E, por mais incrível que pareça, ele realmente não se importava. 

Lautaro é um personagem complicado e irresistível. Como posso explicar? Não sei!kkkkk Ele é único, sabe? Não é belíssimo como os mocinhos da autora costumam ser! Na verdade, pela maneira como o descrevem, ele nem sequer chega a ser bonito fisicamente. No entanto, algo nele causa atração. Existia em Lautaro uma força, uma energia capaz de seduzir. Era o garoto mais inteligente do colégio, o que estava sempre em primeiro lugar, mas não era um nerd típico, não era tímido e introvertido. E se preferia o silêncio era porque não se dava ao trabalho de desperdiçar palavras com pessoas idiotas.rs Ele sabia o que desejava, a quem amava e quando decide lutar por ela não mede esforços para mostrar-lhe exatamente o que sentia. E nesses momentos... Deus do céu! Que mocinho!rs

"É você que eu amo. Com toda minha alma."

- Lautaro é um dos melhores mocinhos que já conheci. Ele é uma pessoa maravilhosa sem nem tentar ser. Tudo nele era natural. Fazia as coisas da maneira que queria sem se importar com a opinião dos outros. Não dava a mínima para o que achavam dele ou para as provocações infantis de seus colegas. E ao amar... era capaz de tudo pela mulher amada. Sabe aqueles detalhes que muitos homens não percebem? Ele percebia. Era terno, capaz de gestos emocionantes. Era paixão, levando a mocinha ao limite e fazendo-a perder o fôlego (e nós leitoras também). E não nega para ninguém o quanto é possessivo e ciumento, querendo a Camila só para si, enfurecendo-se apenas com o fato de alguém se atrever a olhar para ela!kkkkkkk... E ai daquele que a tocasse! Estaria assinando sua sentença de morte.rs Porque ele podia não ser musculoso como Sebastián... Na verdade, é um rapaz magro, aparentemente inofensivo. Isso até alguém entrar numa briga com ele. :D 

"[...] Sinto que algo rompeu-se para sempre entre nós, algo que não se pode reconstruir."

Mas é claro que nem tudo são flores nesta história. Lembrem-se que se trata de um livro da Florencia, nossa querida autora sádica. É claro que ela aprontaria das suas, fazendo o casal sofrer e sentir que tudo estava perdido. E foi aí que comecei a passar raiva. E quis assassinar o Lautaro, esquecendo-me do fato que o amava. 

Os mocinhos dessa autora têm o péssimo defeito de apreciarem "dois pesos, duas medidas". "Você não pode conversar com fulano de tal, você não pode isso, não pode aquilo. Mas eu posso, é claro. Por que não poderia?" Ou seja, tudo o que eles achavam que as mocinhas não podem fazer, eles faziam. Se visse o Sebastián a dez metros de distância da Camila, o Lautaro já se irritava. Mas não via problema algum em manter garotas perto dele, pois era ela quem ele amava e jamais se interessaria por nenhuma outra. Será que a Camila não era capaz de ver isso? Argh! Mas se fosse só isso, gente! Houve determinado momento da história em que um segredo muito importante foi revelado e que desencadeou a separação do casal e fez os dois viverem os tormentos do inferno, um de cada lado. Entendi completamente as atitudes da Camila... ela tinha motivos para sentir-se daquele jeito, para estar furiosa e querer explicações. Foi o comportamento do Lautaro que fez meu sangue ferver, que me decepcionou e feriu. Não esperava algo assim dele. Não esperava mesmo! Fiquei tão furiosa com as atitudes dele que desejei com todas as minhas forças que a mocinha ficasse com outro, que desse uma chance para o Sebastián, por mais que eu não simpatizasse muito com esse cérebro de enfeite. Tudo o que eu queria era que ela fizesse aquele escorpião filho da pontualidade (para não dizer outra coisa) provar do próprio veneno. 

"[...] Por que está fazendo isso comigo, Lautaro? Não percebe que está matando-me?"

- Acompanhar o sofrimento da Camila me fez sofrer também. E cada nova coisa que o cretino fazia aumentava a minha raiva! Cheguei a não desejar mais que os dois ficassem juntos, ainda que simplesmente pensar nisso partisse meu coração. Mas eu estava tão furiosa! Só que as coisas vão se resolver, não se preocupem! Lautaro se comporta como um cafajeste, mas se arrepende dos seus erros e nos recompensa por tudo o que nos faz passar. Não, eu não perdoei o que ele fez. Mas acabei perdoando a ele, no fim das contas.rs 

Eu poderia passar horas e horas falando da história. Todavia, acredito que já falei demais. Não contei o livro inteiro nem nada. Na verdade, não dei spoiler algum, o que é um milagre. Recomendo muito esta história, gente! Sem pensar duas vezes! É um livro maravilhoso, que nos envolve, nos encanta, nos faz sonhar acordadas e passar a raiva necessária. :) Devorei cada página, ansiando sempre por mais. Foi incrível conhecer a maior parte dos personagens desta história e não acreditei quando soube quem seriam os protagonistas do próximo livro! Estou aqui morrendo de vontade de ler logo a segunda história! Será que simpatizarei com o Sebastián no livro dele?! Pois é. O implicante deste livro aqui será o protagonista da segunda história. Ele realmente mudou bastante com o passar do tempo e cheguei a sentir carinho por ele, mas nunca imaginaria que a autora fosse escrever sua história. Mas por que me surpreendo? O protagonista de Marlene, meu amado Carlo, era um cafetão e mesmo assim se tornou um dos mocinhos que mais amo nesta vida. 

"- Fiquemos os dois - suplicou-lhe e Gómez a abraçou, cheio de ternura - Lautaro, não me importa morrer, se estou com você."

- Nacida Bajo el Signo del Toro ainda não existe em português, apenas em espanhol. É provável que logo, logo seja lançado em Portugal, pois alguns livros da autora já foram lançados lá. Sonho com o dia em que alguma editora daqui tenha a inteligência de publicar as histórias da FB, em vez de ficar lançando certas "coisas" que insistem em publicar. 

O título do livro, sinopse e trechos foram traduzidos de maneria amadora por mim. Não estão perfeitos, pois não sou nenhuma especialista, mas fiz com todo carinho. :) 

Esta foi minha segunda leitura para a Maratona Literária de Inverno 2017. O livro preenche o Desafio 1: ler um livro com a capa azul. Agora restam sete desafios, sete livros. Continuem me desejando sorte!kkkkkkkkk... 

Vale mencionar que através deste livro eu conheci uma música linda. Insensitive, da Jann Arden. Passei boa parte da leitura ouvindo essa música, pois ela é o tema do casal da história. Os dois são apaixonados por ela! :)

sábado, 15 de julho de 2017

O Estrangulador - Sidney Sheldon

(Título Original: The strangler
Tradutor: A. B. Pinheiro de Lemos
Editora: Record
Edição de: 2011)


A polícia está em polvorosa. 

Um perigoso maníaco vem desafiando as mais brilhantes cabeças da Scotland Yard. Não deixa rastros. Exceto uma intrigante coincidência: o criminoso só ataca em dias de chuva. 
O sargento Sekio Takagi está desesperado. Não há tempo a perder. Precisa urgentemente desvendar o quebra-cabeças mais terrível de sua carreira. Nesse momento, o boletim meteorológico anuncia: "chuvas ao final da tarde sobre a capital inglesa"...
É dado o sinal para mais uma arriscada caçada humana, que só o mestre Sidney Sheldon é capaz de criar. O leitor acostumado a muito suspense e emoção, com os consagrados Corrida pela herança e A perseguição, irá viver em O estrangulador surpreendentes momentos de ação e suspense. Nesta audaciosa aventura, o tempo é precioso e cada segundo pode ser fatal. 



Palavras de uma leitora... 



- Este livro estava na minha lista de leitras há algum tempo... Como já li quase todos os livros do meu SS, fiquei adiando algumas de suas histórias... Mas a meta deste ano e a Maratona Literária de Inverno acabaram me fazendo lê-lo! E não me arrependi, é claro! :)

"Um estrangulador estava à solta nas ruas de Londres. Até agora, já matara seis mulheres, e a polícia se mostrava frenética. O medo dominava a cidade."

A sinopse é bem completa ao falar da história e como o livro possui apenas 178 páginas, não darei muitos detalhes. Não posso contar a história toda.rs 

Quem conhece os livros do Sidney Sheldon sabe que ele é mundialmente conhecido e consagrado por seus suspenses destinados ao público adulto. São livros como Se Houver Amanhã, Conte-me Seus Sonhos, O Reverso da Medalha, O Outro Lado da Meia-Noite, A Ira dos Anjos (e muitos outros!) que o tornaram tão querido por milhões de fãs espalhados pelo mundo. Sou incondicionalmente apaixonada por ele e por seus livros e por isso decidi ler tudo o que ele tinha escrito. Entre eles, os romances infantojuvenis. 

Eu amei Os Doze Mandamentos e A Perseguição. E O Estrangulador segue o mesmo caminho que os outros dois, mantendo o ritmo alucinante das histórias do autor, sendo, porém, mais leve, não se aprofundando em acontecimento algum. Tudo acontece bem rápido e quando vemos o livro já terminou, nos deixando aquele gostinho de quero mais, sabe?rs 

O livro já começa tenso, pois há um assassino em série aparentemente impossível de deter. Ele não parece seguir um padrão na hora de escolher suas vítimas, exceto pelo fato de todas serem mulheres. Não se sabe como ele as atrai para depois estrangulá-las com uma corda... sempre em noites chuvosas. 

O protagonista da história, um jovem sargente chamado Sekio, é colocado à frente das investigações por ter um talento para resolver casos difíceis. Todos estão desesperados, pois são frequentes os dias de chuvas e assim o número de vítimas cresce. Até que... o assassino comete seu primeiro deslize e uma de suas vítimas escapa com vida. A partir daí, as coisas ficam ainda mais frenéticas e inicia-se uma dupla caçada. A polícia reúne seus maiores esforços para prendê-lo numa armadilha. Em contrapartida, furioso por existir uma sobrevivente que pode identificá-lo, o psicopata passa a ter como seu principal objetivo encontrar a garota que escapou e terminar aquilo que havia começado. 

- Gostei muito do livro! Em vários momentos tive a sensação de que eu própria estava correndo!kkkkkk...Tudo acontecia de maneira tão acelerada que quando acabou, continuei agitada.rs Achei que o livro foi muito bem-sucedido no que se propunha, considerando que é voltado para o público infantojuvenil. Quem o lê sem saber para quem ele se destina, talvez fique um tanto decepcionado. Mas eu gostei bastante! 

Achei bem interessante o fato de conhecermos a identidade do criminoso desde o princípio. Sabemos seus motivos, a maneira como ele atua... só a polícia não sabe. Desta forma, estamos sempre um passo à frente deles. 

O toque de romance na história também foi muito bem-vindo! Tornou tudo ainda mais leve e prazeroso de ler. Claro que recomendo!


- Este foi um dos meus escolhidos para a Maratona Literária de Inverno 2017. Ele preenche o segundo desafio: ler um livro com menos de 200 páginas. Agora me dedicarei ao livro do Desafio 1. Não se esqueçam que escolhi nove livros que terei que ler até o dia 30 de julho.kkkkkk... Vamos ver se consigo cumprir! :D

Sei que disse que a maratona iniciaria amanhã, dia 16. Mas hoje, a partir das 16:00 horas, começou o esquenta de 12 horas de leitura, para dar um gás, sabe? Estou amando cada instante! 

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Jogo de Sedução - Nora Roberts

(Título Original: Playing the odds
Tradutora: Fabia Vitiello
Editora: Harlequin 
Edição de: junho/2017)


Os MacGregors - Livro 1

Uma mulher forte, inteligente e audaciosa. Um homem cínico, intenso e cativante. Esta é receita ideal para um romance explosivo e inesquecível. Justin Blade sabia exatamente o que queria quando sentou à mesa de blackjack comandada por Serena MacGregor… e não era vencer o jogo. Com seus olhos hipnotizantes, ela dominou sua mente como nenhuma outra mulher havia conseguido. Parecia que o destino o levara até aquele navio, até aquele cassino. Será também estava encantada. Por mais que não quisesse se envolver, Justin era simplesmente irresistível. Tudo parecia perfeito. Mas será que esse relacionamento vai resistir quando todas as cartas forem colocadas na mesa?



Palavras de uma leitora... 



- Posso começar dizendo que amei esta história???!!! Ai, gente! Como amei! Faz pouquíssimos minutos que terminei a leitura e não paro de sorrir, completamente encantada! 

"Os dedos dele cobriram os dela sobre as fichas. O toque era leve, mas potente o suficiente para fazer seus olhos cruzarem com os dele. Encarando-a, Justin não fez nenhum movimento para retirar a mão." 

- Óbvio que ele não retirou a mão! Existe mocinho mais arrogante, convencido e deliciosamente atrevido? Aquilo que Justin queria ele conquistava. E no momento em que a viu... soube que necessitava dela. E que a teria. Ainda que, no início, Serena quisesse matá-lo. 

Ela estava um tanto entediada com a vida que levava. Não que não adorasse estudar e estar com sua família amada e desordeira, mas queria algo diferente... um pouco de espaço e aventura. Assim, decidiu passar um ano viajando num navio. E para a aventura ser mais completa, ela não poderia fazer parte dos hóspedes, dos clientes e sim da equipe de funcionários. 

Desafiando a si mesma, ela abriu mão dos luxos aos quais estava acostumada, trocando tudo por uma cabine claustrofóbica e um trabalho que exigia muito dela, mas a recompensava por saber que era boa no que fazia, que sempre era capaz de aprender algo novo e tirar o maior proveito daquilo. Todavia, já estava na hora de mudar de ares... Escolher um novo desafio. É quando ele aparece em seu caminho. Cheio de si, acreditando que logo a teria aos seus pés. Mal imaginava que o mais provável é que ela o esganasse antes do fim da viagem...

" - Justin - ela sincronizou o passo com o dele, porque era melhor do que ser arrastada -, você alguma vez aceita 'não' como resposta?
Ele pareceu pensar um pouco antes de balançar a cabeça.
- Não que eu me lembre.
- Achei mesmo que não - resmungou Serena, então parou, olhando de forma fria para ele."

- Justin não estava com muita vontade de fazer um cruzeiro. Há anos habituara-se a trabalhar duro, estando sempre por dentro dos problemas de suas propriedades, preparado para o que pudesse surgir. Mas as insistências de um amigo próximo o levaram a ceder... e aquela havia sido a melhor decisão que já tomara em toda sua vida. Como poderia existir num mundo em que jamais a conhecesse? Apenas uma troca de olhares e ele já estava queimando por dentro. O que aconteceria com ele quando a tocasse? Quando acariciasse aqueles cabelos, aquele rosto que o enfeitiçava e... todo o resto? Porque é claro que a tocaria. Ela já era dele. Por mais que ainda não soubesse disso. 

"- Certas coisas não têm preço, Serena.
Algo em seu tom de voz a fez tremer. Era como se ele já tivesse colocado sua marca nela, uma marca que não conseguiria apagar facilmente."

Irritada com a prepotência dele, Serena faz de tudo para resistir aos seus avanços, deixando claro que a qualquer momento acabaria por matá-lo. Mas o que começa como um jogo entre dois oponentes habilidosos não demora a se transformar numa paixão arrebatadora que abrirá as portas para um sentimento muito mais profundo e intenso. Estariam eles preparados para amar? 

" - Sócios equitativos, Justin. - Ela o encarou de igual para igual. - É a única maneira de me ter."

- Logo que conheci esta mocinha soube que ela se tornaria especial para mim. Porque eu simplesmente adoro protagonistas de personalidade forte, que sabem o que querem e lutam por isso. Serena não é uma mulher submissa e apagada como a do livro Cartas para Uma Falsa Dama. Ela é uma guerreira, ousada, corajosa e dona de si. Que aprecia sua independência e jamais abriria mão dos seus sonhos por homem algum. Se alguém a amasse teria que construir um futuro ao seu lado, sem jamais tentar fazê-la se anular de alguma maneira. Era decidida e não demoraria nada para mostrar ao Justin que naquele jogo ela ditava as regras. 

"- Se e quando eu decidir que quero fazer amor com você, você vai saber. - Ela disse isso com calma, virou-se e foi embora sem olhar para trás."

- Maravilhosa, não é mesmo? Claro que o Justin não é um mocinho fácil.kkkkkkkkk... No início, ele acreditava que seria moleza levá-la para a cama, mas quando percebe que as coisas não seriam tão simples assim, sua admiração por ela apenas aumenta e como ele não resiste a um belo desafio...rsrs... Ambos têm personalidades fascinantes que nos fazem rir e suspirar aqui enquanto acompanhamos os embates dos dois, ora torcendo por um ora torcendo por outro.kkkkkkk... Eu era do time da Serena e ao mesmo tempo era do time dele!rs Será que isso pode? Tanto faz! O importante é que eu queria que os dois ficassem juntos, mas também desejava que ele suasse um pouco para conseguir isso. :D 

"- Quer ouvir um milagre? - perguntou-lhe Serena, passando o botão sob o nariz. - É um milagre que eu não vire esse café na sua cabeça."

- Nunca consigo segurar o riso ao reler o trecho acima! E ela dizia cada coisa com toda a calma que tornava tudo mais divertido. Serena é uma mocinha que só podemos admirar e admirar. Delicada, mas forte. Sonhadora sem, contudo, tirar os pés do chão. Podia chorar e se desesperar, mas jamais perdia a garra que possuía. E ainda que sentisse medo nunca parava de lutar. Isso sim é mulher no poder, gente! Lembra do lema "Elas dão as cartas"? Serena o honra. Ela é um orgulho para nós mulheres. 

"- Olhe para mim - exigiu Justin com uma voz dura de paixão, - Olhe para mim, Serena. [...]
- Você é minha mulher. [...] - Não tem como você voltar atrás agora.
- Nem você."

-  Nem sempre gosto de mocinhos muito convencidos.rs Às vezes estou sem paciência para isso. Mas Justin é uma mistura irresistível de dureza e suavidade, de possessão e ternura. Ele era capaz de coisas tão carinhosas, tão ternas... Suspiros! Serena o dobrava fácil!kkkkkk... Ele podia acreditar que estava no comando, mas nossa mocinha sempre conseguia o que queria, do jeito que queria. E claro que ele amava satisfazer os desejos dela (não estou falando só de sexo, ok?rs) e ver aqueles olhos que tanto o hipnotizavam sorrir. Ele faria qualquer coisa para vê-la feliz. Ele a amou antes mesmo de se dar conta. Já estava preso. E não havia escapatória. 

"- Tudo - sussurrou ele antes de se virar para o vidro. - Droga, ela é tudo para mim."

- Fiquei completamente apaixonada por estes dois! Eles me emocionaram, me fizeram rir, me deixaram com os nervos à flor da pele num determinado momento e depois... o alívio foi tão grande que eu própria fiquei com os olhos cheios de lágrimas. Como eles se amavam! Não tenho dúvidas de que serão muito felizes juntos. E a vida vai ser sempre uma aventura, é claro!rs Serena ainda vai conseguir que os pais sofram um infarto, coitados! 

E falando na família dela... De onde vieram essas pessoas?! Simplesmente incríveis! Eu já estou mais do que louca para ler a continuação dessa série! Toda a família da Serena é fascinante! Seu pai é um grandalhão que uiva, mas é todo amor com sua princesinha. Sua mãe é uma mulher que sabe exatamente do que a filha precisa, estando ali para ela nos momentos de desabafo e sabendo dar o espaço necessário para que Serena seja tudo o que pode ser. E seus irmãos? Duas figuras!kkkkk... As próximas histórias só podem ser sobre eles! Vou amar, tenho certeza! :D

"[...] Só o pensamento que algo pode acontecer me aterroriza. 
- Justin. - Indo até ele, Serena passou os braços em torno dele e comprimiu o rosto nas suas costas. - Você sabe que não há garantias, só probabilidades.
- Joguei com probabilidades toda a minha vida. Não com você."

- Se recomendo a história?! Sem sombra de dúvidas! Dei cinco estrelas e passagem para os favoritos sem hesitar! É uma das melhores histórias que li este ano. Uma pena que seja tão curta. Poderia ter mais páginas. 

O livro possui alguns erros que considerei de digitação. Exceto por um único erro de português gritante (também erro, sou humana e nada especialista em português, mas aquele foi bem evidente), os demais que aparecem vez ou outra me pareceram apenas erros de digitação ou algo assim. A falta de um "de", por exemplo. Um "a" no lugar do "o" e coisas parecidas. Mas não são muitos e não atrapalham a leitura. Podem ler sem medo! 

"- Serena, eu amo você.
As lágrimas brotaram de novo.
- Venha me mostrar - disse ela, antes de desligar."

Vocês perceberão como o trecho acima é lindo quando lerei o livro. Eu fiquei muito emocionada. Serena e Justin são realmente metades que se completam. Nasceram um para o outro. :) 

- Esta foi minha primeira experiência com a Nora Roberts. Agora entendo porque ela é tão amada pelos fãs! Já está entre minhas preferidas! :D 


Segundo a internet (risos), os livros que fazem parte da série Os MacGregors são:

1- Jogo de Sedução 
2- Destino Tentador
3- Orgulho e Paixão
4- Encanto da Luz
5- Hoje e Sempre (flashback do romance entre Daniel e Anna, os pais de Serena)
6- Rebelde (histórico!)
7- Um Mundo Novo (histórico!)
8- Instinto do Amor
9- Beijos que Conquistam
10- Amor Nunca é Demais
11- Um Vizinho Perfeito

Harlequin, um pedido! Se começou a relançar a série, publique todos os livros, por favor! Gracias! :)

Achei as informações sobre a série AQUI.