O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

domingo, 20 de junho de 2010

Os Riscos da Paixão - Jacqueline Baird


Guido Barberi não via a ex-mulher desde que ela o havia deixado - levando consigo uma enorme soma em dinheiro! Mas ele estava determinado a se vingar... dormindo com ela!


Sara fica impressionada por Guido estar ainda mais atraente e perigoso do que nunca, e, apesar de odiá-lo, não consegue resistir à paixão. Mas se render ao desejo pode trazer consequências que a impedirão de se afastar dele...para sempre!

Palavras de uma leitora...

Hoje eu acordei e pensei: "vou ler uma série da Lynne Graham para me irritar" rsrsrs. Mas meus planos mudaram no instante que visitei o blog da Beta, o Literatura de Mulherzinha. Lá havia uma postagem sobre a história: Os Riscos da Paixão - Jacqueline Baird. Como sou muito curiosa, acabei adiando a leitura do livro: Prisioneira da Paixão - Lynne Graham e decidi ler o tal livro que me deixou curiosa. Se o que eu queria era ficar irritada, consegui. Embora o mocinho-vilão desse livro não seja tão vilão como os mocinhos-vilão da Lynne, chegou bem perto. Acho que as duas autoras podem dar as mãos e sair andando.

Um pequeno resumo:

Sara já havia sofrido muito na vida. Perdeu as pessoas que mais amava quando ainda era muito nova. E foi obrigada a viver num orfanato, prisioneira daquelas grades que tanto a assustavam. A garota segura, feliz, morreu com sua mãe e no lugar dela, nasceu uma garota insegura e assustada. Somente uma boa amiga, que a acolheu e orientou foi capaz de restaurar a Sara. Ela foi para a faculdade otimista, segura e feliz. Tinha sonhos e acreditava na vida... Até conhecer Guido Barberi. O desgraçado que desgraçou sua vida....

Cega pela paixão, foi para a cama dele sem pensar e com ele aprendeu tudo sobre o sexo, mas também aprendeu que os contos de fadas não passam disso: conto de fadas. Não existe príncipe encantado nem fada madrinha.. Mas uma coisa existe: o demônio. Mas ao contrário do que dizem, ele não é feio, grotesco... Não. Ele é belo, sensual, milionário, viril e italiano... E se chama Guido Barberi. Sara o conheceu pessoalmente e com ele viveu o inferno na Terra.

Sara ficou grávida de Guido e por isso ele se viu "obrigado" a casar com ela. Até aí tudo bem. Ele poderia se acostumar com a situação. O sexo era maravilhoso e estando casados ele teria sexo ilimitado. E além do mais, não teria que tolerá-la o tempo todo: pretendia deixá-la trancafiada com a diabólica família dele, na Itália, pela maior parte do tempo. Sara não passava de uma menina na época, tinha só dezoito anos e só não enlouqueceu por misericórdia divina. Tudo que a família de Guido queria era trancafiá-la num hospício e por pouco não conseguiram.

Após perder o bebê, Sara vai embora disposta a nunca mais voltar a ver Guido Barberi. Ela queria distância daquela peste. Mas o destino, como sempre, fez as coisas de sua maneira: dez anos depois Sara se viu cara a cara com Guido. Será que o seu tempo de paz acabou? Será que cometeu algum pecado muito grande numa vida passada e estava pagando por ele?

Tive vontade de abrir a cabeça daquele italiano para ver se havia alguma coisa dentro. O que ele fez com a própria vida? Desperdiçou 10 anos de sua vida apenas por se negar a ouvir e enxergar!!! Ah, para! Ele não é nenhuma criancinha que pode ser enganada com facilidade. Acho que até as crianças não são tão idiotas como ele. Primeiramente, quem casa quer casa. Guido tinha condições suficientes para comprar sua própria casa para viver com Sara. E ela não era nenhuma criança que não podia se cuidar sozinha. Então, dessa vez a culpa pelo desastre do casamento é toda do mocinho. Ele conseguiu transformar o casamento num pesadelo para a Sara. E ainda achava que ela tinha que aturar aquela situação pelo resto de sua vida. Acho que se a Sara não tivesse ido embora Guido se tornaria viúvo antes de completar um ano de casado. Ela teria sido assassinada pela aquela família demoníaca. Deus me livre de pertencer a uma família assim!

O livro é bom... Guido é um idiota e Sara é uma mulher que não se deixa intimidar. Colocou Guido abaixo dos seus pés inúmeras vezes e eu me deliciei com esses momentos. Aquele blá blá blá dele não me comoveu, mas achei justo eles terem ficado juntos. Depois de tudo que passaram, depois de tudo que a Sara passou, Guido tinha que ficar amarrado à ela pelo resto da vida.

Agora vou tomar um banho e ler Prisioneira da Paixão da minha querida autora Lynne Graham.

1 comentários:

wal disse...

Linda historia e quente :)

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.