O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Jogo de Sedução - Lynne Graham


O vencedor leva tudo...

Quando Sara descobriu que o noivo a traía com sua prima, ela se sentiu duplamente traída. Como por milagre Alex Rossini, seu chefe, está pronto a ajudá-la a se recompor do choque. Entretanto, Sara nunca vira Alex fazer alguma coisa, sem esperar outra em troca. Se Sara desejava aceitar a ajuda que Alex lhe propunha, tinha de estar consciente de que teria de jogar de acordo com as regras impostas por ele... e pagar o preço!


Palavras de uma leitora...

- Meu plano inicial era ler Corações Cativos (acho que o título é esse) depois de ler Olhos Feiticeiros e aí sim ler Jogo de Sedução. Acontece que estou sem tempo e acho que os livros da Sandra Canfield, por serem mais realistas e extremamente emocionais, merecem uma atenção total. Atenção que não tenho tempo de dar no momento. Os livros da Lynne Graham e das outras leitoras mais voltadas para histórias sobre milionários, chantagens, vinganças... Enfim... São diferentes. Os livros dessas escritoras são mais fáceis de ler na correria...rsrs...

- Eu confesso que tive uma surpresa muito agradável com esse livro. Ele foi bastante intenso, emocional.... Mas sei que isso é bem normal nos livros dela. Não podemos nunca dizer que essa maravilhosa escritora economiza nesse aspecto. Há sempre brigas bastante emotivas em seus livros..rsrs... Bem... Mas o mocinho começou a história de um modo especial: carinhoso ao extremo. Isso me surpreendeu e eu adorei. Essa foi a surpresa agradável. Mas depois comecei a ficar cautelosa... só esperando o momento do bote. Quando ele mostraria as asas. Aí o tempo foi passando e ele continuou um amor com a mocinha... Até o dia do casamento, quando eu descobri porque o livro se chama "Jogo de Sedução". A palavra "jogo" foi uma escolha perfeita, pois ele joga com a vida da nossa mocinha. E joga pra ganhar. Na verdade, o livro inteiro parece um jogo. É um jogo desequilibrado no início, parecendo a favor do mocinho, mas a mocinha aprende as regras e faz uma jogada sensacional. É claro que ela perde depois e assim vai... Até que o mocinho se rende no final. Adorei o livro! E o Alex está na minha lista de mocinhos favoritos dessa autora.

- Não odiei nenhum dos dois em momento algum. Eu me diverti com os ataques deles e suas tentativas de esconder o que sentiam um pelo outro. Ficou muito óbvio desde o início que eles se amavam. A Sara estava perdendo seu tempo com aquele traste de noivo... Mas o Alex decidiu fazer algo para tirar o Brian da jogada. E mesmo machucando a mocinha com sua atitude, ele não se arrependeu do que fez. Ele faria qualquer coisa para roubá-la para si. E roubou. Dou-lhe parabéns! O Brian não a merecia. Tinha era que ficar com a traiçoeira da Antônia.

Um pequeno resumo:

Ela estava feliz. Seu casamento com o homem que amava aconteceria dali a seis semanas e não imaginava nada que pudesse nublar seu mundo perfeito....Até...

Receber o telefonema de sua prima, Antônia, que mandava ela voltar para casa com urgência. Naquele dia, o mundinho perfeito que ela construiu com muito esforço, foi por água à baixo....

Ao chegar em casa, Sara não podia imaginar a dupla traição que sofreu: sua prima e seu noivo estavam na cama...prestes a fazerem amor. A dor a cegou e ela saiu do apartamento sem saber pra onde iria. Como sempre, Antônia sempre lhe roubava tudo que possuía. Será que nunca teria algo realmente na vida? Algo para chamar de seu?

Desnorteada, Sara voltou para o escritório da filial londrina das Indústrias Rossini, onde trabalhava como secretária de Rafael Rossini. Ela não sabia mais o que fazia e nem como controlar a dor que a sufocava e resolveu se embebedar para ver se a dor passava. E foi num estado lamentável que Rafael a encontrou naquele dia. Agindo de maneira contrária ao que ela imaginava, ele não lhe deu sermões ou broncas. Pelo contrário, a tratou com carinho e consideração. Como se ela fosse alguém importante e especial para ele. Ela não entendia sua mudança tão repentina e não imaginava que o frio Rafael Rossini pudesse ter um lado caloroso. Apenas se deixou levar, como se o amanhã não existisse...

E assim, foi para a cama com seu chefe, no mesmo dia que soube da traição do noivo, e entregou sua tão bem guardada inocência para o homem que julgava detestar...

E Rafael não perdeu tempo. Fez todo o possível para fazer de Sara sua esposa.

Só que eles ainda terão que enfrentar muitos problemas antes de serem felizes para sempre. E o principal inimigo desse casal é a insegurança de ambos.

- Como disse, amei esse livro. Acho que posso considerar um dos melhores que já li da autora. Eu gostei muito mesmo. A história é intensa em todo tempo e o casal conseguiu me surpreender, pois é totalmente imprevisível. Quando eu pensava que estava tudo bem... lá vinham problemas! E os dois me surpreenderam com seus jogos chantagistas. Se o Alex não gostava de algo que a Sara dizia, ele falava que o casamento não ia dar certo e blá blá blá... Tudo palavra de momento. Depois batia o arrependimento e ele tentava amenizar as coisas com carinhos, sexo e tratamento gentil... Aí, não satisfeita, a mocinha é quem vinha com os problemas, tocando em assuntos estúpidos e por aí vai.... Eles brigam várias vezes na história e as brigas são intensas. Em uma dessas brigas, a mocinha fala algo que sentia na alma. Ela estava magoada nesse momento e disse uma verdade que ele não gostou, pois não era verdade pra ele... E como resposta à essa "afronta" da Sara, ele, já casado com ela e em lua-de-mel, mandou uma criada lhe entregar uma bandeja com o cheque de dois milhões de dólares. Vocês vão entender a ofensa se lerem a história. Eu, no lugar dela, teria pegado a bandeja, atacado na cabeça dele, depois amassaria o cheque, o faria comê-lo e ainda lhe daria uma bofetada! Mesmo que ela o tenha provocado, ela estava com razão. Ele havia mentido e se o cafajeste do ex-noivo dela não tivesse usado a pouca inteligência que tinha para juntar dois mais dois, ela nunca descobriria a mentira de Alex. Mas não odiei o Alex por lutar por ela não. Na verdade, ele não fez nada de tão errado. Simplesmente a fez abrir os olhos antes que fosse tarde. Também não o odiei pelo episódio do dinheiro. Sabe por quê?! rsrs... Eu gritei de felicidade nesse momento.... rsrsrs... Ele soube dizer "desculpe" que é o mesmo que pedir perdão. "Sinto muito" e "Estou arrependido" são as palavras que não considero pedidos de perdão. Mas "desculpe" dito com toda sinceridade e próximos da maneira que estavam naquele momento... Foi a palavra certa a se usar. Ele abraçou ela por trás e colocou a cabeça encostada na sua... Depois fez o pedido. Eu achei lindo e verdadeiro. Ele se arrependeu por sua atitude impulsiva e ofensiva.

- Gostei muito da mocinha também. E adorei como ela aprendeu a jogar como ele. Se era chantagem que ele queria, então chantagem teria...rsrs... Ela o chantageou assim como ele fazia sempre com ela. E sua chantagem foi muito eficaz. Fez ele sair de Paris desesperado e voltar para Londres no meio da chuva e ainda dirigir por ruas esburacadas e ensopadas... Atolar o carro, se molhar da cabeça aos pés e ficar cheio de lama. Alex, antes dela fazer algo assim, era um homem que nunca se sujaria de lama por mulher alguma, mas ficou ensopado. A cena foi muito engraçada e nem tinha água quente na casa para onde ela havia ido para esperá-lo...rsrs.... Ele teve que tomar banho frio quando estava fazendo muito frio... Coitadinho! Gostei muito dessa virada no jogo. Estava na hora dele provar o sabor do próprio veneno. Mas ele não aprende a lição...rsrsrs... Basta o ciúme bater para começar tudo de novo.

- Enfim... Eu amei o livro. A Monica que me indicou o livro que eu nem conhecia. Depois a Carla também reforçou a recomendação ao dizer que adorou esse livro. E agora eu também o adoro!

Ah, também gostei do irmão e das irmãs do Rafael. O Marco é muito engraçado e maravilhoso apesar de ficar perturbando a mocinha tentando convencê-la a posar nua pra ele...rsrsrs... Ele é um amor! rsrs... Acho que gostaria de ler um livro escrito por essa autora, com esse Marco como protagonista. Ele é diferente do padrão dos mocinhos dela e mesmo assim, acho que ela saberia construir uma boa história pra ele.

15 comentários:

Lulu Sempre Romantica disse...

Hummmmmmmmm conheço essa capa d e algum lugar rsrsrs, tenho esse livro aqui na minha velha estante, adorooooooooooo.

Beijos

Anônimo disse...

rsrs Me deu vontade de ler de novo. Esse está nos meus favoritos mas já li faz tempo e muita coisa eu já não lembro, mas sei que eu amei esse mocinho. Cara determinado. Ele quer e vai buscar. kkk Mas o que eu gostei nele é que apesar de determinado e do jogo ele ainda é muito diferente daqueles gregos e italianos prepotentes que deviam voltar lá para trás para a Idade da Pedra. kkkk Ele é o máximo e um sonho. rs

Bjs
Carla

Anônimo disse...

Paixão Selvagem, tb da Lynne G. Eu ri muito com algumas tiradas do Cesare... kkk E tadinho dele ele ficava doente de ciúmes. Gostei muito dele.

http://skoob.com.br/livro/resenhas/88658

bjs
Carla

Luna disse...

Lu,

rsrsrs... O livro é mesmo muito bom. Eu tbm o adoro! Adoro tudo nele!

Bjs!

Luna disse...

Carla,

Concordo com vc...rsrs... "Ele é o máximo e um sonho"...rsrsrs... Dessa vez a escritora arrasou!

Estou justamente lendo um livro sobre um mocinho muito prepotente. É o livro Traições e Desejo - Michelle Reid. Eu fui caçar na net um livro da autora, por causa do resultado da enquete. Esse título me chamou a atenção, mas, por enquanto, estou me arrependendo. Tenho vontade de matar esse cara. Já o mandei para o inferno várias vezes e o xinguei de todos os palavrões que conheço. Em pensamento, é claro. Não gosto de falar "palavras de baixo calão"... Mas no pensamento vale...kkk... Esse tal de Enrico, que pensa que é uma versão moderna de algum deus, está testando minha paciência...

O livro Paixão Selvagem eu já li. Faz mais de um ano e gostei muito do livro tbm. Não lembro de todos os detalhes, mas acho que a mocinha viveu uma noite de prazer com o chefe e depois foi despedida acusada de fraude e ainda sem recomendação. Aí ela foi embora e depois de alguns anos, o mocinho vingador e cheio de luxúria..rsrs... A encontra, chantagea, faz amor com ela(quase imediatamente após o reencontro), descobre que tem uma filhinha, obriga a mocinha a se casar com ele e a leva para um lugar onde quer mantê-la presa sob o seu poder... Aí quando descobre a verdade desaba feio... Gostei muito do livro. Principalmente por causa da queda do vingador...rsrsrs...kkk..

Já leu Laços de Vingança - Lynne Graham? A Beta do blog Literatura de Mulherzinha, odeia o mocinho dessa história e tem motivos para isso... mas acredita que eu não consegui odiá-lo? Não me pergunte porque, pois não sei...rsrs... Só sei que gostei muito do livro.

Bjs!

Anônimo disse...

Sim, Paixão Selvagem é esse mesmo.

O Cesare é demais. Ele consegue que eu goste até das frases machistas dele. Veja só essa parte:

"Cesare percorreu-a com o olhar, da cabeça aos pés, demorando-se na altura dos seios.

- Tenho você. - Ele repetiu. -E no lugar onde sempre a quis. Total e absolutamente dependente...

- Como ousa?

- Talvez ainda não descalça, grávida e na cozinha. Mas dê-me tempo. - Ele tinha um ar divertido."

kkkkkkk Isso dito por ele me soube a mel!


Coloquei esse que você mencionou na lista para ler. Penso que ainda não li, não..

bjs

Carla

Anônimo disse...

Michelle Reid eu não tenho lido ultimamente. Tenho encontrado uns mocinhos muito prepotentes, machistas e irritantes. Houve uma fase que cansei dela, achava as leituras parecidas. Mas estive olhando o meu skoob e tem lá um dela que eu classifiquei 5 estrelas (Doces tardes de verão). Não lembro bem da história mas se classifiquei assim é porque gostei bastante. Mas a maioria dos livros dela eu não gosto muito. Um deles me irritou tanto que abandonei. Odiei a mocinha, não sei explicar porquê (Uma questão amorosa). Li um outro (De repente, pai) em que odiei o mocinho. Durante 3 anos fez de conta que não era pai, porque botou na cabeça que havia sido traído. E no final do livro ainda beija outra mulher. Ele diz para a mocinha que não a estava traindo pois estava beijando a noiva de um amigo. Na boca?? Que safado. rs


Bjs
Carla

Luna disse...

Carla,

rsrsrs... Esse Cesare é demais mesmo. Essa frase é engraçada e divertida, apesar de ofensiva....rsrs.... O Alex (de Laços de Vingança, é mais ou menos como o Cesare, mas o livro é mais estressante, embora eu tenha gostado muito dele... não sei bem porquê...rsrsrs)

Dos três livros que vc falou, li Doces tardes de verão. Os outros dois ainda não li, não. DE REPENTE, PAI, é um livro do qual estou fugindo. Já li resenhas nada agradáveis sobre ele e já detesto o livro antes de ler... Principalmente, pq ele só reconhece a menina como filha quando ela está no hospital. De tudo, o mais imperdoável é rejeitar a filha. Acho que vou fugir desse livro pra sempre, ou então, a Michelle Reid tbm terá um de seus livros na lista de romances que odiei. E pra falar a verdade, talvez isso acontença muito em breve: depois de eu terminar de ler TRAIÇÕES E DESEJO. O Enrico está me estressando demais!

Um livro que li da autora e considerei o melhor até agora é A FALTA QUE VOCÊ FAZ. Há traição e a família está mesmo quebrada... o casamento em verdadeira crise.

Bjs!

Ah, Uma Questão Amorosa: já ouvi falar desse livro, mas não lembro onde. Vou passar longe tbm...rsrs...

Anônimo disse...

Há traição mesmo? :( Não sei se consigo encarar! kkk

Esse que você está lendo no momento, tb acho que vou evitar. rsrs

Eu estou lendo um que estou adorando. Se chama Uma Garota de Sorte, de Alison Fraser. O título tem tudo a ver. Ela dá uma sorte danada quando se cruza com ele. E ela não é boboca, nem submissa. É até bem atrevida nas respostas que dá, é independente e dz na cara do mocinho "você é bonito... as mulheres devem cair todas aos seus pés". rsrsrs Muito gracinha ela e ele é maravilhoso. (pelo menos tem sido até agora) :)


Carla

Anônimo disse...

Com relação à sua enquete, vários livros lá eu não li por isso não posso opinar (outros eu li e não faço parte dos time das que odiaram) mas tem dois que não estão lá que eu mudaria o final, ou pelo menos gostaria de nunca ter lido.

Da Itália com Amor - Anne Weale (esse foi o único livro que eu li na vida sem final feliz)... A mocinha se casa com outro e vai de lua de mel. O mocinho termina chorando no quarto. Eu NUNCA MAIS li nada dessa autora. Confesso que me perdi em determinado momento e pensei: Será que o mocinho da história era o outro?? MUITO MAU.

O outro é Amigos e Amantes da Daphne Clair. A mocinha deveria terminar SOZINHA. Ela trai o marido, o coitado é completamente FIEL. E ainda perdoa ela, fácil, fácil. VADIIIAAAA kkkkkkkkkkkkk


Carla

Luna disse...

Carla,

Há traição, mas não ao ponto do infeliz ir pra cama com sua adovogada "querida". Ele mentia para a mocinha quando dizia que iria chegar tarde pq estava trabalhando... Na verdade, todas essas vezes, ele estava com a advogada. E quase chegou ao ponto de completar a traição. A mocinha da história tem atitude e inferniza a vida dele...

Vou colocar Uma Garota de Sorte na minha lista.

Estou quase terminando de ler Traições e Desejo e tenho quase certeza que o livro vai ganhar uma passagem só de ida pra a lista de romances que odiei. Ultrapassou os limites! Não dá mais para perdoar o mocinho!

Sobre Da Itália com Amor: eu já li um livro da autora, mas creio que não foi esse, senão, estaria na lista de romances que odiei. No caso, vc gostaria que a mocinha ficasse com o outro, né? Bem... É exatamente por um motivo assim que NUNCA MAIS li outro livro da Janelle Taylor. Me arrependi amargamente de ter lido Entre Dois Amores. A mocinha da história é uma traidora miserável que só esperou o Navarro virar as costas para se casar com outro. O Navarro havia sofrido muito e seu sofrimento só aumentou depois de conhecer essa vagabunda sem vergonha. Eu odiei o livro! Ele está com uma amiga há meses e assim que ela me devolver eu vou queimar... Só pelo prazer de ver o livro virar cinzas...

Sobre Amigos e Amantes: eu ouvi uma garota criticar muito esse livro em um dos grupos... Ela chamou o mocinho de Corno manso....rsrsrs... entre outras coisas. Vou passar longe do livro.

Quando a enquete terminar, eu vou colocar os dois livros e os finais que você desejaria...

Bjs!

Anônimo disse...

"Ele está com uma amiga há meses e assim que ela me devolver eu vou queimar... Só pelo prazer de ver o livro virar cinzas..."

Eu já dei aqui boas risadas à conta disso que você disse. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Queima, sim. Aproveita e regista o evento e coloca aqui para a gente se sentir vingada tb. rs

No livro "Amigos e Amantes" eu apenas achei ele bom demais para ela. Não achei ele corno manso, pelo menos não olhei para ele desse modo. Achei que ele merecia alguém muito melhor e não uma vadia. Deveria era ter dado uma surra nela e expulsado de casa.

Em "Da Itália com Amor", eu acho que a mocinha da história deveria ter sido OUTRA! Uma que não se envolvesse com outro cara, porque o que essa fez eu registei na memória e ainda não ultrapassei. Esse livro tem uma continuação. Não lembro do nome agora mas tem um outro livro com a história do mocinho que finalmente encontra outra pessoa. Mas acho que não fez muito sucesso, não. Acho que não dá para esquecer que a outra é a segunda opção.

Janelle Taylor, é? vou anotar esse nome, para um dia não ler por engano. :)

Luna disse...

Carla,

rsrsrs... Pode deixar. Vou registrar sim...rsrsrs...

Tbm acho. Ela merecia mesmo ficar sozinha.

A mesma coisa que vc disse, eu acho que deveria ter acontecido com Entre Dois Amores. A Jessica deveria ser outra mocinha. No início ela até parece uma boa pessoa, mas depois... Eu simplesmente senti vontade de matá-la. O Navarro merecia uma mulher de verdade.

Bjs!

Beatriz Solano Pinzon disse...

É um bom romance, gostoso de ler. Adoro mocinhos super apaixonados que não medem esforços para conquistar a mulher amada como foi o Alex, amei a determinação dele. E depois de tantas idas e vindas desse quarteto amoroso (e mais para o final quase se tornou um quinteto), e muito e muito ciúmes de todos os lados, tudo se acertou... agora vamos combinar que com uma prima igual a Antônia ninguém precisa de inimigos, me deu até um friozinho na barriga porque eu até pensei que a priminha Antônia iria se voltar para o Alex e tentar conquistar e tomar o marido da prima Sara de novo!

Luna disse...

Beatriz, fico muito feliz que tenha gostado deste livro! É um dos meus preferidos da Lynne Graham! Amo!

O Alex é raridade. Apesar de todo ciúme e temperamento, é um dos mocinhos mais apaixonados da LG, que ama a mocinha com loucura e faria qualquer coisa por ela. Ele sim a merecia.

E realmente, com uma prima como aquela ninguém necessita de inimigos.rsrs

Bjs!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.