O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Como Dois Estranhos - Sara Craven



Mimada e protegida pelo pai, um homem rico e temperamental, Laura cresceu insegura e confusa. E, desde o dia em que se casou com Logan Adair, que ela amava desesperadamente, fez uma bobagem atrás da outra. Agora, sozinha e infeliz, percebia que ela e o marido eram como dois estranhos. Culpa dela! Por que teve de ser tão infantil, dando ouvidos àquela desconhecida que bateu à sua porta apenas para difamar Logan? Por que não falou com o marido, não deixou que ele se defendesse? Por que se manteve tão orgulhosa, fugindo sempre, em vez de lutar pelo seu amor, pelo casamento, pela própria felicidade...



Palavras de uma leitora...


- Eu sei que deveria estar fazendo a resenha sobre o último livro do Clube do Pôquer - Miranda Lee. Acontece que eu resolvi adiar um pouquinho a leitura desse terceiro livro. Mas, para quem está aguardando a resenha do livro A Indomada e o Sheik, não se preocupe que ainda esse mês eu vou fazer a resenha sobre ele. Só aguarde um pouquinho mais...

- Bem... A sinopse está completamente certa. A culpa do fracasso do casamento foi toda da Laura. Oh, mocinha estúpida, viu?! rsrsrs... Mas é verdade. Ela era muito infantil, tola e mimada. Eu sinto muita compaixão pelo Logan. Coitadinho, vai ter que passar a vida inteira ao lado dessa caixinha de problemas...rsrs... Realmente sinto por ele. Desde o dia em que se atreveu a beijar a Laura ele só teve problemas na vida. E quase morreu... Tudo bem que não posso culpá-la pelo sequestro dele... Mas antes de conhecê-la ele não passava por nada disso... Enfim... Eu senti muita raiva da mocinha durante a leitura desse livro. Ela não passava de uma idiota que queria que as coisas fossem sempre da maneira dela e que se deixava manipular pelo infeliz do pai. Ela estava sempre deixando que o pai a controlasse. E, quando conheceu o Logan, tentou controlá-lo assim como o pai fazia com ela. Essa mocinha com certeza não é minha preferida, mas valeu a pena ler o livro porque a história é boa e eu adorei o mocinho :)

- O livro já começa com o casamento do casal fracassado. Para falar a verdade, o casamento já tinha acabado desde a lua-de-mel e tudo por causa da mocinha! Tudo bem que o mocinho também fez algo errado, mas quem provocou tudo foi ela. Uma mulher que ela nunca viu na vida chega na casa onde eles iam passar a lua-de-mel, acusa o marido dela de assassino e ela acredita. Como pode?! Não havia provas! Recortes de jornais???!!! Ela nem ao menos leu esses recortes. Apenas olhou algumas palavras escritas e ouviu tudo o que a maluca tinha pra lhe dizer e já condenou o marido por um crime que ele nem cometeu. E vocês acham que ela esperou o marido se explicar? Claro que não! Ela aproveitou que ele tinha dado uma de romântico e tinha ido comprar champanhe... e resolveu fugir! Foi para as colinas tentar morrer de frio, enquanto estragava a lua-de-mel do Logan... e depois ainda colocou na cabeça que ele tinha que perdoá-la pelo que ela fez e fazer amor com ela naquela mesma noite. É demais! Foi bem feito o que ele fez! Tudo bem que foi humilhante, mas ela mereceu. Eu só senti compaixão pelo Logan... o coitado só sofreu depois de conhecer essa garota... Enfim...

Como disse, o livro já começa com o casal separado. Eles não chegaram a se divorciar, mas viveram em casas separadas desde o segundo dia de casamento (risos). A estúpida estava vivendo com o papai e o Logan viveu um tempo no apartamento dele... depois foi fazer uma reportagem num país árabe e passou um bom tempo vivendo dentro de uma cela. Como disse, ele só sofreu depois de conhecê-la. Onde ia imaginar que acabaria sendo sequestrado por árabes? Passou anos trabalhando como jornalista e nunca tinha passado por nada parecido. Mas bastou colocar os olhos naquela menina para sua vida começar a andar pra trás...


Um pequeno resumo:


Ela tinha acabado de sair da escola. Tinha completado 18 anos e estava muito feliz, pois iria participar da sua primeira festa de adulto. Era o dia da premiação dos melhores funcionários da empresa de seu pai. A única coisa que deixava Laura triste era a recusa de seu pai de deixá-la fazer faculdade. Ela queria continuar os estudos e ser uma mulher de carreira, mas seu pai tinha outros planos para ela e Laura não tinha forças para ir contra a vontade dele. Charles queria que a filha fosse sua acompanhante social durante um tempo e depois se casasse com o homem que ele escolhesse. E faria qualquer coisa para que tudo fosse feito exatamente como ele queria. Inclusive, seria capaz de jogar fora a felicidade da própria filha.

Foi Laura quem distribuiu os prêmios naquela noite. Ela estava linda e feliz. Tudo era novo pra ela... incluindo a atração inevitável que ela sentiu pelo "Jornalista do Ano".

Quando Logan subiu no palco para receber seu prêmio, o mundo deixou de existir pra Laura. E ela mal conseguiu acreditar quando Logan se aproximou dela e a beijou na frente de todos. Foi um beijo leve, rápido, mas bastou para que Laura soubesse que ele era o homem da sua vida.

Ao terminar a premiação, ela foi para o terraço respirar ar puro e pensar, mas Logan foi atrás dela e ambos se beijaram com paixão dessa vez. Logan sabia que estava se metendo em problemas, mas não conseguia resistir. Laura mexia muito com ele...

O tempo foi passando e Laura decidiu que Logan seria seu. E para isso, começou a seduzi-lo. Mas isso não deu muito certo, pois Logan ficou revoltado com a fácil entrega dela e resolveu lhe dar uma lição. Eles brigaram e ficaram sem se ver por um tempo. Mas nem a distância conseguiu fazê-los se esquecerem e, em pouco tempo e apesar de toda a oposição, eles estavam casados.

O casamento não começou muito bem, mas Laura e Logan estavam felizes quando chegaram na casa onde passariam a lua-de-mel. Estavam finalmente sozinhos e poderiam se amar sem se importar com o amanhã... pelo menos por um tempo. Se sentindo feliz e romântico, Logan resolveu ir até a cidade comprar champanhe, enquanto Laura arrumava o quarto...

Mas durante a ausência de Logan, uma mulher neurótica bateu na porta deles e disse um monte de mentiras sobre ele, acusando-o de ter assassinado o marido dela. Laura, já manipulada pelas próprias mentiras que seu pai lhe contou, não hesitou em acreditar naquela mulher e por isso, resolveu fugir do marido.

Quando Logan chegou, Laura não estava. Ao ver os recortes de jornais espalhados pela sala, ele pediu ajuda aos vizinhos para encontrá-la. Demorou horas, mas finalmente conseguiram localizá-la. A lua-de-mel havia acabado...

Naquela noite eles brigaram. Logan não conseguia perdoar Laura pela sua falta de confiança. Ele se sentia traído e machucado. Mas Laura achava que ele tinha obrigação de esquecer o que ela havia feito e ficou furiosa quando ele se recusou a tocá-la naquela noite. Logan, tomado pela raiva, fez algo pelo qual se arrependeu no dia seguinte...

Ele tentou conversar com a Laura, mas ela não quis ouvi-lo e ele desistiu. E naquela mesma manhã, eles voltaram para Londres. Laura voltou para a casa do pai e Logan foi para o apartamento dele.

Mas muita coisa ainda irá acontecer...


- Bem... Nesse pequeno resumo eu contei como tudo começa entre a Laura e o Logan. Foi ele quem começou tudo. Para provocar o chefe (que é o pai da Laura), ele resolveu beijá-la na frente de todos. Mas não foi motivado só por isso, não. Ele também já gostava dela e passou a querer que ela fizesse parte da sua vida, embora soubesse que isso era impossível. Depois daquela noite na qual ele a beijou pela primeira vez, Logan decidiu esquecê-la. Ele era um jornalista famoso, conhecido, mas não era rico. Não poderia oferecer a Laura o que ela estava acostumada a ter. E para ele, isso era uma barreira entre eles. Mas Laura, por ser mimada e também por estar gostando do Logan, decidiu investir. Ela fingiu um encontro acidental e fez com que ele a chamasse para almoçar. Depois se ofereceu completamente (ela realmente teve a coragem de fazer isso quando o viu apenas pela segunda vez) a ele e não hesitou quando ele chamou um táxi e a levou para o apartamento dele. Ela se comportou como uma tola mesmo. Não o conhecia. Não sabia nada dele... Ele poderia ser um doente... Como ela poderia saber? Mas mesmo assim, ela foi para o apartamento com ele... E ao chegar lá, ela ainda não tinha notado que havia cometido um erro. Só percebeu isso quando ele foi tomar banho e ela foi preparar um café... Enquanto fazia o café, ela finalmente percebeu o que estava fazendo e resolveu fugir... Mas aí ele não deixou. E por que deixaria? Ela foi até lá por livre e espontânea vontade. Achou que eles foram para lá fazer o quê? Conversar sobre o tempo? Ela sabia para que eles haviam ido, mas mudou de ideia quando não podia mudar mais... Mas o Logan só queria lhe dá uma lição. Ele não fez nada, exceto mandá-la sumir da sua frente e do seu apartamento. E nossa mocinha ainda se sentiu ofendida...Enfim... Mas ela não desistiu...

- Não quero contar a história toda. Aos poucos, o livro vai explicando mais sobre o passado deles e eu já falei demais. O casal realmente tem problemas para resolver. Passaram muitos meses desde o dia em que se separaram... Muita coisa aconteceu, incluindo o sequestro do Logan... Por falar nisso, deixa eu explicar o que aconteceu com o Logan:

Ele a Laura estavam morando em casas separadas. Ele estava sofrendo e como se não bastasse, estourou uma guerra no Oriente Médio e como correspondente internacional (eu acho que é isso), ele foi enviado para lá. Acontece que o sheik do lugar e seus aliados foram assassinados e o novo líder (que assassinou o sheik), ordenou que todos os jornalistas ocidentais que estavam lá voltassem para os países deles, pois não poderia garantir a segurança deles. Em outras palavras, ele não queria testemunhas das suas maldades. Esse novo sheik pretendia fazer coisas horríveis no lugar e tudo que menos queria é que o ocidente soubesse disso. Mas Logan, como é um teimoso, resolveu ficar. Aí ele foi sequestrado pelos aliados do novo sheik e o monstro anunciou que ele havia sido assassinado. Só que o Logan não morreu porque recebeu a ajuda das pessoas que eram contra o novo sheik (essas pessoas eram árabes tbm) e conseguiu fugir. Ele sofreu durante vários meses, mas finalmente conseguiu sair daquele lugar e voltar pra casa.

Quando voltou, tudo que ele queria era ver sua Laura, mas quando chegou na casa do pai dela, descobriu que ela estava noiva de outro homem... Enfim... Como disse, não vale contar a história toda. Deixo que vcs descubram o resto lendo.

- Eu gostei muito do livro. A leitura é leve e muito agradável. É um florzinha que não é agressivo! Como assim? Eu não tenho preconceito com séries, como por exemplo: Julia, Sabrina, Paixão, Jessica, etc etc... Até porque quase não sei a diferença que existe entre elas....rsrs... Mas, a maioria dos florzinhas que já li são agressivos de um modo ou de outro... Enfim... Mas esse não é. Até rola um tapa nesse livro, mas não foi com intenção de machucar. Foi porque a mocinha estava ficando histérica, aí o mocinho fez aquilo que muita gente faz, como a Monica falou, em filmes, novelas e cia: deu um tapa nela. Não gostei muito disso, não. Mas até que a cena foi bem engraçada...rsrs...  O livro é muito bom mesmo que a mocinha seja uma completa tola. O mocinho não é um santo. Claro que tbm comete seus erros, mas o maior problema do casamento é a mocinha...rsrs... A história é muito boa e é Sara Craven escrevendo de bem com a vida... Pois tem livros que ela escreve que... misericórdia! rsrs.. Tem vezes que ela exagera nas suas histórias. Mas esse está na medida certa. Muito bom!

- A Sara Craven está em 7º lugar na lista de melhores autoras do blog. É aquela listinha que foi resultado da enquete de melhores autoras. Em breve, postarei livros das outras autoras vencedoras. Aguardem...

- Bem... E não posso esquecer de dizer, é claro, que esse livro foi uma indicação da Monica. Muito obrigada, Monica!

2 comentários:

Anônimo disse...

Tenho quase certeza que já li esse livro. Essa capa me é muito familiar (o mocinho para variar, é bonito. Coisa rara nesses florzinhas antigos... kkk). Mas é daqueles livros que li faz tanto tempo que já não lembro bem da história. Mas acho que gostei.


bjs
Carla

Luna disse...

Olá Carla!

rsrsrs...

É. A história do livro é muito boa, eu adorei o mocinho... Só a mocinha mesmo que (na minha opinião) não merecia ser mocinha de livro nenhum....rsrs... Ela é uma chata, infantil e mimada. O mocinho merecia alguém melhor. :)

Bjs!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.