O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

sábado, 28 de maio de 2011

Quando Te Encontrei - Kim Lawrence



Harlequin Dueto: Amores Inesperados


O imponente bilionário Cesare Brunelli perdeu a visão ao resgatar uma menininha de um carro em chamas. A única pessoa que o tratou com dignidade foi Samantha, uma jovem inexperiente de pele macia com quem teve uma noite de paixão. Agora, ela espera um filho dele... Samantha, no entanto, se depara com uma reação inesperada: Cesare exige o casamento! Contudo, quando ele recupera a visão, Sam tem certeza de que ele trocará sua noiva pequenina e de cabelos de fogo por uma das altas e esbeltas louras com quem costumava sair...




 
 
Palavras de uma leitora...
 
 
 
 
- Bem... Eu havia começado a ler esse livro há algumas semanas, mas por alguns motivos tive que adiar a leitura. Falta de tempo foi o principal motivo, mas fico muito feliz por finalmente ter conseguido terminar de lê-lo. O livro é uma delícia!
 
 
- Mas antes de falar sobre ele, eu gostaria de fazer um comentário não muito agradável. Esse livro é um Harlequin Dueto, certo? Pois é. A outra história que faz parte do livro se chama "Baile do Coração" e é da autora Jennie Lucas. Nunca antes havia lido algo da Jennie e até não queria opinar sobre esse livro antes de conhecer melhor suas histórias, mas não dá para evitar. Ainda sinto raiva daquela droga de livro e tenho que dividir isso com vocês...rsrs... A história "Baile do Coração" é totalmente péssima. Eu detestei e tive que abandonar a leitura do livro. Não consegui prosseguir. Além de acabar completamente com a imagem já prejudicada do Rio de Janeiro, ela criou um mocinho que parecia ter nascido com todos os parafusos faltando e uma mocinha sem sal nem açúcar. Ok. Existem mocinhas da Lynne Graham, Michelle Reid e cia que são submissas, "fracas", mas a personagem da Jennie não me cativou. Eu simplesmente odiei o livro e falar dele me irrita ainda mais...rsrs... Mas o que eu quero deixar claro e aconselhar é o seguinte: primeiramente, as cinco estrelas que o livro recebeu no skoob é pela história da Kim Lawrence. A da Jennie só merece uma estrela e isso porque estou generosa hoje...rsrs... E o conselho que quero dar é que vocês leiam primeiro a história "Quando Te Encontrei". Se começarem pela história da Jennie ficarão tentadas a deixar o livro de lado e nem arriscar ler a outra história. Falo isso por experiência própria. Eu só tive coragem de ler o livro da Kim porque foi uma indicação. Senão, eu nunca teria lido simplesmente por fazer parte desse dueto.
 
 
- Mas agora vamos falar do delicioso, fofíssimo livro "Quando Te Encontrei"! :D
 
 
 
Um pequeno resumo:
 
 
Passar o final de semana com o irmão e a cunhada parecia um programa perfeito para Samantha. Ela queria descansar, relaxar e esquecer da vida na cidade por um tempo. Porém, seu final de semana não foi nada do que ela imaginou... Foi melhor.
 
Ao chegar na casa do irmão, Samantha soube que a cunhada havia ficado doente. E, para diminuir os problemas da coitada que já se matava para administrar um castelo sozinha, Sam se ofereceu para assumir o lugar dela enquanto a outra descansava.
 
Ela imaginou que a tarefa não seria assim tão difícil, mas antes mesmo do dia terminar ela já se sentia completamente exausta e ainda tinha que providenciar as compras para o hóspede misterioso do castelo. O homem que ninguém ali jamais havia visto...
 
Ela foi até o castelo, movida pela obrigação e também pela curiosidade... Quem será que era aquele homem? E por que ele se escondia? Mas ela esqueceu todas essas perguntas quando entrou na cozinha. Samantha nem pôde acreditar no que via... Parecia que um porco vivia naquele lugar... O estado do local era lamentável e, embora não fosse louca por limpeza, se sentiu na obrigação de salvar a cozinha e por isso começou a limpar tudo. Sabia que estava quebrando as regras, pois o homem que havia alugado aquele lugar por seis meses, deixou bem claro que não queria que ninguém invadisse seu espaço para limpar o que quer que fosse. A única obrigação da empregada seria trocar os lençóis da cama, providenciar as compras e depois desaparecer... Mas para Sam isso significaria deixar a cozinha continuar sofrendo e seu coração não permitiu isso...
 
 
Quando terminou, Sam se sentiu orgulhosa. Ainda não estava como deveria estar, mas pelo menos não estava mais parecendo o habitat de um porco... E foi exatamente quando ela havia terminado, que o homem  misterioso chegou, furioso ao perceber que havia outra pessoa na casa.
 
Apesar de intimidada pelo tom furioso dele, ela mal conseguia respirar por um motivo completamente diferente... Embora sentisse medo, Sam sentiu algo que nunca havia sentido antes... Era como se ela estivesse pegando fogo... E não conseguia desviar os olhos de parte nenhuma do corpo do homem mais lindo que ela já vira...
 
Eles tiveram uma discussão acalorada, pois ele estava na sua razão, mas ela não queria aceitar... Havia lhe feito um favor e ele nem sequer agradeceu! Mas o real motivo para ela continuar brigando com ele é que não desejava ir embora... Samantha não entendia o que estava acontecendo com ela... Tudo tinha sido inesperado demais... Ela se sentia queimar só em olhá-lo e um sentimento estranho começou a surgir dentro dela... O que havia nele para deixá-la naquele estado?
 
Perto dele, Sam nem sequer conseguia pensar direito e acabou dizendo palavras que poderiam ter um duplo sentido, fazendo um convite não intencional... Ou será que era? Intencional ou não, aquele homem não parecia interessado em aceitar e isso foi um grande insulto para Samantha. Ela sabia que não era bonita, que um homem como ele jamais lhe lançaria um segundo olhar... Mesmo assim machucava o fato dela parecer invisível para ele...
 
A discussão prosseguiu até o ponto em que ele, muito furioso, jogou vários copos no chão, deixando Samantha chocada. Furiosa também, ela disse que não limparia droga nenhuma e ele se abaixou para limpar os cacos dos copos, mas sua mão foi diretamente em cima dos vidros, causando um corte profundo. Assustada com a quantidade de sangue que saía da ferida, ela fez um comentário cruel...só percebendo naquele momento que ele era cego. Tomada pelo horror pelo comentário cruel que havia feito, Samantha também sentiu algo se apertar dentro dela... Um sentimento totalmente estranho que nem chegava perto da piedade.
 
Ainda mais furiosa por ele estar desperdiçando sua vida trancado sozinho naquele lugar, ela lhe disse finalmente coisas que ninguém mais teve coragem... E finalmente o libertou de seus fantasmas... Provocando também uma aproximação intensa entre os dois... que acabou levando-os a fazerem amor...
 
A noite de amor havia sido perfeita, mas Samantha havia acabado de terminar um relacionamento complicado e não queria se envolver novamente. Por isso, apesar do pedido dele de que ela não desaparecesse, Samantha foi embora ao amanhecer... Disposta a esquecer o homem maravilhoso, teimoso e irritante que havia conhecido... e a quem havia se entregado de corpo e alma...
 
Mas o destino não achou sua decisão muito sensata e acabou lhes dando motivos para voltarem a se ver... Uma noite inconsequente pode trazer sérias consequências e Sam aprendeu isso de forma bem difícil... Estava grávida. Grávida de um desconhecido...
 
Agora, o que será que irá acontecer quando eles voltarem a se ver? Bem... Eu só espero que não tenha mais ninguém no local...
 
 
 
- Bem...rsrsrs... Eu adorei esse livrinho! Muito fofo, muito romântico... Doce, maravilhoso. Ainda estou suspirando aqui apesar de ter terminado a leitura ontem. Eu achei esse casal perfeito com uma química incrível! A autora conseguiu nos fazer sentir as emoções do casal, é como se as letras fossem cheias de emoção, entende? Ficou real... Não era como se eu estivesse lendo um livro vazio de sentimentos... onde a autora apenas narrava a história sem nos convencer dos sentimentos de seus personagens. Nunca antes havia lido nada da Kim, mas agora sei que posso me tornar fã dela...rsrs... E já sou! Espero que ela sempre crie histórias tão lindas, tão suaves e românticas. É um livro ótimo para relaxar e se divertir. Os diálogos deles são muito engraçados... e os pensamentos da mocinha me fizeram dar gargalhadas. A Samantha é louquinha... A maneira como ela fica "perdida" quando o vê é fascinante. Não sou sempre fã de livros onde o casal vai para a cama antes mesmo de se apresentarem de forma adequada, mas esse livro é precioso e acho que ele não seria tão incrível se as coisas não houvessem sido tão naturais.
 
 
- Me convenceu e acreditei no amor à primeira vista deles. Percebi que a primeira coisa que sentiram foi uma atração sexual muito forte, mas houve amor também, entende? Havia um carinho muito especial entre os dois... Mesmo depois da discussão furiosa e até durante... Havia algo no ar além da atração. Tinha amor. O modo como Samantha sentiu seu coração apertar, um sentimento que não era piedade, mas que ela também não conseguia, ou não queria, entender. Acredito que o amor ficou mais forte depois que eles se reencontraram e se conheceram melhor, mas naquele primeiro encontro já havia amor.
 
- Eu me emocionei muito com a primeira noite de amor deles... Tinha um sentimento tão forte que me atingiu. Era mais do que sexo. Havia amor ali e tenho certeza absoluta disso. Não seria tão lindo, tão profundo se não tivesse esse sentimento... E as palavras do mocinho também me encheram de ternura. Eu estou completamente apaixonada por essa história!
 
 
"- Calma, mulher, é só um pouquinho de trovão.
 
Apesar da irritação na voz dele, ela presumiu que a mão sobre seu ombro fosse para confortá-la.
 
- Acabou a luz - disse ela.
 
O rosto dele passou a ser apenas uma silhueta na escuridão, mas a voz saiu isenta de qualquer expressão.
 
- Para mim a luz acabou cinco semanas atrás.
 
Somente cinco semanas! Os olhos dela se arregalaram de choque e por um instante ela nem notava a tempestade.
 
 
- Foi gradual ou..?
 
Os dedos se apertaram no braço dela.
 
- Você quer dizer se eu tive tempo de praticar com minha bengala branca ou se aprendi braille? Não, não aprendi. Foi um efeito colateral depois de uma cirurgia, seguida de um acidente. Mas, vendo pelo lado bom, eu sou o homem que você quer por perto quando acaba a luz. E você tem medo do escuro, meu anjo da guarda?"
 
 
- Eu senti um carinho muito grande pelo Cesare. Apesar de toda rudeza, de toda teimosia e grosseria, ele era apenas um homem que estava sofrendo e necessitava urgentemente de um pouco de paz. Queria esquecer do mundo e das obrigações... Queria fugir dos olhares de pena que ele podia sentir mesmo que não visse com os olhos. Imagino que deva ser muito difícil para alguém que tem deficiência visual... Deve ser horrível querer ver como são as coisas e não poder... e só sentir. Mas creio que é ainda mais difícil para alguém que um dia já enxergou. O Cesare havia feito algo incrível por outra pessoa... Havia impedido que uma garotinha morresse queimada. O carro onde ela estava ia pegar fogo e explodir a qualquer momento e ele teve a coragem de se aproximar e tentar salvá-la. O carro explodiu quando eles ainda estavam perto e ambos acabaram sendo lançados para longe. A menininha ficou em estado grave, mas felizmente sobreviveu. E ele sofreu um traumatismo craniano, pelo que entendi, e teve que ser operado. Após a cirurgia, ele simplesmente acordou cego. Isso deve ter sido horrível e a falta de informações médicas foi ainda pior... Ele não sabia se um dia poderia recuperar a visão... Tudo que ele queria era sofrer sozinho. Claro que a Samantha não estava nem aí para o que ele queria ou não...rsrs... E saiu invadindo não só seu esconderijo, mas também seu coração. Eu achei essa mocinha perfeita para ele. Ela era completamente louca...rsrs... Falava o que queria mesmo que isso pudesse magoá-lo e se metia onde não devia... E claro que mesmo enquanto discutia com ele, ela o devorava com os olhos... Achei isso muito engraçado...rsrs... Vocês tinham que ver como ela o olhava!kkkk... A esperta se aproveitava do fato dele não poder vê-la. Achei que o jeito dela, meio louco e atrevido, contribuiu bastante para tornar o livro maravilhoso. E o carinho que o Cesare sentia por ela, então... Nossa! Suspiro só ao lembrar...
 
 
"Ele ficou deitado em cima dela, sem fazer qualquer movimento, para não interromper a ligação íntima, até que ele gemeu:
 
- Vou esmagá-la, cara - E rolou para o lado.
 
Sam, que havia gostado de ser esmagada por seu corpo másculo, ficou ali deitada, sem saber o que fazer, até que ele subitamente esticou o braço e a puxou para o seu lado.
 
- Você vai ficar com frio aí, anjo. - Ele puxou a coberta sobre ela e a acomodou em seu peito. - Desculpe, eu não durmo há dias, mas agora vou dormir. Não vá a lugar algum."
 
 
- E claro que não irei contar o que acontece quando eles se reencontram...rsrs... Não vale eu contar tudo e deixo para vocês descobrirem como é o reencontro deles e o que o mocinho apronta. Pois é. Ele vai aprontar! rsrs... E, embora eu normalmente fique furiosa com esse tipo de atitude, adorei o que ele fez!kkkk... Tenho que ser sincera, não? Foi machismo, foi golpe baixo, mas ele tinha que tomar uma atitude desesperada para ter a mulher que amava! Ela era muito teimosa...rsrs... Mas acho melhor eu parar de falar... Também pensei em colocar aqui o trecho no qual ele se declara para ela (uma declaração de amor linda demais!), mas também acho que não devo...rsrs... Se quiserem saber como é e o que ele diz, terão que ler o livro... :D
 
 
- Mas existem duas coisas que preciso mencionar..rsrs... Uma delas é que eu amei o modo como a Samantha enfrentou a rival. Eu a admiro muito pelo que fez! Nossa mocinha estava prestes a desmoronar, pois aquela víbora havia sido muito cruel, mas a Sam não se deixou ser vencida. Ela defendeu seu lugar na vida do Cesare, a família que estava criando... Ela colocou a outra no seu devido lugar! Essa cena é imperdível. A vibora era deslumbrante por fora (só por fora, pois por dentro era podre) e a Sam tinha a autoestima bem baixa, mas ela não se deixou vencer por isso... Ela foi muito corajosa. Fez a outra recuar e ainda foi a que terminou a conversa... Ela deu a última palavra...rsrs... Que foi maravilhosa! Mas tbm não direi o que foi que a Sam disse... Sinto muito (não sinto coisa nenhuma! rsrsrs....), mas seria um crime fazer isso...
 
Outra coisa que amei foi a arrogância do mocinho quando ele declarou que nossa mocinha estava apaixonada por ele. Ele disse que ela podia não ter percebido isso ainda, mas ele tinha certeza absoluta de que ela o amava...rsrs... Quanta arrogância, não? Mas eu amei! O jeito dele é maravilhoso! Ao imaginar como ele poderia ser na vida real, eu penso que ele poderia ser como o Santos... com seu sorriso irresistível, forte, maravilhoso...rsrs... Porém não sei porque, mas sempre o imagino como o mocinho da novela "Manancial". O olhar daquele mocinho era incrível... Lembro de uma cena dele arrasado quando a Adriana lhe conta algo horrível... E nunca pude esquecer seu olhar. Ele também era lindo! E imagino "meu" Cesare assim... rsrs...
 
Eu procurei fotos dele no Google, mas a maioria está horrível, longe demais... As mais aceitáveis são dele com a Adela Noriega na novela "Manancial"... Não dá para quem não assistiu a novela saber de qual olhar estou falando, mas dá pelo menos para ver que ele é lindo! Pelo menos, na novela era...
 
 
 
 
 
- Tudo que ele precisa fazer é escurecer bem os olhos (pois os olhos do Cesare são negros) e deixar a pele mais morena. Nada demais. Ele pode colocar lentes e tomar bastante sol. :D
 
 
"Di lo que sientas
Has lo que piensas
Da lo que tengas y no te arrepientas
No te limites
Por lo que digan
Se lo que queiras
Pero se tu misma
Y si no llega lo que esperabas
No te conformes, jamás te detengas
Pero sobre todas las cosas
Nunca te olvides de Dios
Pero sobre todas las cosas
Como te quiero, mi amor"

(Música: El Privilegio de Amar/ Cantores: Mijares y Lucero)


- Esse é apenas um trecho da música que eu ouvi enquanto lia esse livro. A música é muito linda e é da novela "O Privilégio de Amar". Outra novela que tbm amei e ainda amo... Recomendo a música e recomendo muito a leitura do livro "Quanto Te Encontrei". É um excelente livro para ler quando se deseja relaxar, suspirar e sonhar acordada... É maravilhoso e merece todas as cinco estrelas do skoob!

E não posso esquecer de dizer que esse livro foi uma indicação da minha amiga Mónica! Foi uma indicação do ano passado, pelo que me lembro. Demorei para ler o livro, mas finalmente consegui lê-lo. E valeu muito a pena! Amei essa linda história de amor!


Bjs e até a próxima!


P.S.: Tudo indica que a próxima resenha será de um livro de banca, mas sobrenatural. No mês de junho, a Maratona de Banca é sobre livros sobrenaturais. Espero somente não me decepcionar com o livro que escolhi... :)

2 comentários:

Grupo Sol disse...

Amei sua resenha!!! Me deu uma saudade dos personagens que estou muito inclinada a ler esse livro outra vez e penso que não vai demorar muito rsrsrsr...

bjs,

Renata Cristina. Mil Suspiroos(blog) disse...

Esse livro é muito fofinho mesme! Li há algumas semanas mas ainda não tive tempo de postar no blog!

Gostei de tudo nesse livro.

Quanto ao outro livro ... ainda não li, e pelo visto é melhor nem ler, detesto quando filmes ou livros criam uma visão errada do Brasil ou dos brasileiros!

Bjosss

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.