O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Só Se Ama Uma Vez - Johanna Lindsey



1º Livro da Série Malory/Anderson

Regina Ashton já recusou tantos pretendentes à sua mão que a alta sociedade londrina a considera uma snobe sem coração. Não podiam estar mais enganados. Órfã desde cedo, Regina é a sobrinha superprotegida de Lord Edward e Lady Charlotte Malory, a quem é muito difícil agradar. Aos olhos dos tios, nenhum dos jovens candidatos é suficientemente bom. Cansada de tão infrutífera busca, a jovem sai de casa numa noite escura, decidida a informá-los de que não pensa casar… nunca! Mas o seu plano coloca-a no sítio errado à hora errada, e é raptada por engano. A sua ira perante a arrogância do raptor, Nicholas Eden, vai inesperadamente dar lugar a sentimentos contraditórios de paixão e vergonha. Aquela noite não mais lhe sairá da cabeça.

O Visconde Nicholas Eden também tinha um plano: dar uma lição à sua amante descontente, raptando-a ao abrigo da noite. Não contava enganar-se na pessoa e arruinar a reputação de uma menina de família. Mas agora, movido pelo desejo mais desenfreado que alguma vez sentiu, é a custo que reconhece que nunca poderá casar com Regina, apesar do escândalo que paira sobre eles.

Implacável, é o destino que os uniu a afastá-los irremediavelmente, ainda que ambos saibam que um amor assim só se vive uma vez… 


Palavras de uma leitora...


Regina Ashston é uma jovem de 19 anos que sonha em casar e ter filhos... ou não. Na realidade, há tempos que ela se cansara de tal sonho. As palavras "pretendente" e "casamento" naquelas alturas já a deixavam prestes a ter um ataque. Não que ela não quisesse se casar. Mas estava cansada de olhar para cada homem analisando-o, imaginando se ele será ou não um bom marido e, o mais importante, se será aceito por todos os seus tios. Vira um por um, todos os seus pretendentes, serem rejeitados por eles, apesar de serem os mais ansiosos por vê-la casada. Embora apreciasse a boa intenção deles e sua preocupação com a felicidade dela, Regina gostaria de ao menos poder falar abertamente e expressar o quanto na realidade eles a estavam fazendo infeliz. Seu maior sonho naquele momento era que um milagre acontecesse e de repente... ela já estivesse noiva...

Nicholas Eden é um libertino. Um mulherengo que empenha-se dia após dia a arruinar por completo a própria reputação. Não leva a sério mulher alguma e toda vez que se cansa as descarta sem ligar a mínima para seus sentimentos. Determinado a não se casar, leva na realidade uma vida bastante solitária, pois oculta um segredo há muitos anos... algo responsável por fazê-lo representar aquele papel, escondendo da sociedade quem ele realmente é, para proteger seu coração de ser ferido quando a verdade finalmente vier à luz. Era um inferno manter todo aquele sentimento dentro dele. Era desesperador não poder ser ele mesmo em cada maldito segundo dos seus dias, mas seria ainda pior permitir-se se apaixonar por alguém apenas para ter o coração feito em pedaços depois. Não. Não iria se apaixonar. Jamais se permitiria ficar numa situação tão vulnerável. Mas quando um equívoco coloca Regina em seu caminho, Nicholas percebe que o coração não segue regras. E muitas vezes não liga a mínima para o que temos a dizer...

"– Eu não quero o amor dela, quero o ódio dela – rugiu Nicholas. E queria-o agora, disse a si mesmo, não depois de estar habituado ao amor dela, de ter começado a depender dele e o retribuir. Não conseguiria suportar o ódio dela nessa altura."

- Estou há anos querendo ler esta história. Desde que tive o prazer de ler Amável Tirano, terceiro livro da série, que anseio pelo momento em que conseguiria ler a história da tão querida sobrinha dos Malory, responsável pelas brigas e pela reconciliação entre os quatro irmãos. No livro do James eu tive a oportunidade de conhecê-la e ao Nicholas também.rs E de perceber o quanto o pobre era "maltratado" pelos familiares da esposa.rs

- Regina é a pequena Reggie... ou Regan, dependendo da opinião de cada tio. Seus pais morreram num terrível incêndio quando ela tinha apenas dois anos de idade. Desde esse momento ela foi criada pelos quatro tios que queriam ter a mesma quantidade de tempo com ela, apesar de morarem em lugares diferentes. Perder a única irmã foi algo que marcou a vida deles e que não puderam superar. Regina era uma parte dessa querida irmã e invadiu o coração deles sem pedir licença. Tivera uma infância nada tradicional, mas recheada de muito amor e que contribuíra para torná-la exatamente a mulher que era. Extrovertida, independente, segura de si e do que quer para a própria vida. Por isso, quando tem a oportunidade de finalmente conseguir aquilo que queria, não se vê nem um pouco disposta a deixá-lo escapar de suas mãos... O que acaba por selar o destino dela e do Nicholas. E dar a ambos a oportunidade que mereciam...

- Eu simplesmente adorei a Regina!rsrs Não existe nada nela que tenha me desagradado. Ela é cheia de vida e com uma personalidade que me fez gargalhar em muitos momentos durante a leitura. Se o Nicholas sabia ser terrível, ela podia ser mil vezes mais. De modo algum permitia que ele descontasse sua frustração em cima dela e não sei como ele, e todos os outros moradores da casa, não ficaram surdos.kkkkkkk... Além disso, a cena sobre o escritório é inesquecível. Sem mencionar o momento no qual ela expulsa uma certa... vaca...  da sua casa. Estivesse sofrendo ou não, ela jamais permitiria que pessoa alguma a humilhasse e estava muito mais empenhada em ser feliz do que ligar para o que a sociedade tinha ou não a dizer sobre a sua vida. Foi inevitável adorá-la! Por esse motivo também que acabei por me irritar demais com um certo mocinho...

- No início da história, eu compreendia bastante o Nicholas e não levava muito a sério as idiotices que ele dizia ou fazia. Estava gostando muito dele e sempre me pegava rindo com as suas tentativas de levar a Regina para o mau caminho.rs Que era tudo que ele mais queria em sua vida. Apenas levá-la para o mau caminho, sabe. Arruinar a reputação dela, satisfazendo o desejo que o consumia e depois deixando a garota resolver sozinha todos os problemas que conseguiria com isso. Sim. Ele era um canalha. Por completo! Mas embora no início eu preferisse apostar nele, que no fundo ele tinha sentimentos e que acabaria por se apaixonar por ela e se importar com os sentimentos dela... toda paciência tem limites. Até mesmo a minha. E depois de vê-lo fazer algo bastante covarde, imaturo e intolerável peguei uma raiva muito grande dele, que mesmo agora ainda não passou. Eu podia compreender seus motivos, mas na verdade nada justificava o que ele fez. E não fiquei com a sensação de que ele tenha realmente se arrependido, dado o devido valor ao que tinha feito. E isso prejudicou muito a imagem dele e do livro. 

- Não que eu não tenha gostado do livro. Gostei, sim. Muito. E recomendo a história!  Mas não pude aceitar certas coisas. O Nicholas conseguiu ser um dos mocinhos menos preferidos da autora para mim. Apesar de não tê-lo odiado e de ter até me emocionado com as cenas ternas entre ele e um certo bebê (os bebês sempre amolecem meu coração!rsrs) e de ele ter se transformado num mocinho completamente diferente no final, ainda assim foi intolerável aquela imaturidade num mocinho bastante crescido e experiente. E além disso, os sentimentos que notei por parte da mocinha, só pude enxergar nele no final. E mesmo assim sem aquela profundidade, sem toda aquela intensidade que é tão importante. 

Prefiro pensar que o amor entre os dois estava apenas surgindo e que com o passar do tempo, se tornaria tudo aquilo que eu esperava e que eles mereciam...

- Enfim... Dei 4 estrelas ao livro. E como disse, recomendo sim. Sobretudo a quem já é fã da autora. :) Mesmo que o casal não nos apaixone, vale a pena conhecer os irmãos Malory.rsrsrs... Estou muito ansiosa para ler a história do Anthony! Louca para vê-lo apaixonado. Será algo impagável!kkkkkkk... 


Segundo informações do blog Leituras & Devaneios, os livros que fazem parte dessa série, são:

Série Malory/Anderson & Associados

1-Love Only Once/ 1983 - Trad. Livre: Amar uma só vez (Só Se Ama Uma Vez - em português de Portugal)
Personagens: Regina Ashton & Nicholas Éden

2-Tender Rebel/ 1988 - Trad. Livre: Terna e Rebelde
Personagens: Anthony Malory e Roslynn Chadwick

3–Gentle Rogue/ 1990 - Amável Tirano (Editora Record/ 1994) 
Personagens: James Malory & Georgiana Anderson

4-The Magic of you / 1993 - Trad. Livre: A mágica de seu ser
Personagens: Amy Malory & Warren Anderson

5-Say you Love me/ 1996 - Trad. Livre: Diga que me ama
Personagens: Derek Malory & Kelsey Langton

6-The Present/ 1998 - Trad. Livre: O presente (mais conhecido como “O Marquês e a Cigana”) Este é um conto natalino, onde vislumbramos grande parte dos protagonistas dos livros anteriores, e também conhecemos a história do primeiro Marquês de Haverston Chistopher Malory, com sua cigana Anastasia.

7-A Loving Scoundrel/ 2004 - Trad. Livre: Adorável Safada
Personagens: Jeremy Malory & Danny

8-Captive of my desires/2006 - Trad. Livre: Cativo dos meus Desejos
Personagens: Drew Anderson & Gabrielle Brooks

9-No Choice But Seductions/2008 – Trad. Livre: Sem mais alternativa que a Sedução
Personagens: Boyd Anderson e Katey Tyler

10- Promised to a rogue (That perfect Someone)/2010
Personagens: Richard Allen & Julia Miller

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.