O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

domingo, 1 de maio de 2016

Em abril...


Eu Sei Quem Me Matou foi o único filme que consegui assistir mês passado. :( Tinha planos de assistir pelo menos 4 filmes, mas foi impossível. Espero conseguir vê-los este mês.rs História envolvente desde o início, me deixou presa e louca para saber como tudo iria terminar. Fazia tempo que não me envolvia tanto por um filme e foi uma surpresa, pois na verdade não esperava muito dele. É exatamente o tipo de suspense que me atrai, aquele que nos faz desconfiar de quase todos os personagens e ficar de boca aberta com o final. Não que eu não tenha começado a imaginar que a loucura da personagem poderia ter algo de verdade, mas ainda assim foi surpreendente e perfeito. Recomendo muito! 



Sila - Prisioneira do Amor é minha grande paixão no momento. :D Novela imperdível, que acelera nosso coração e nos faz ansiar pelo próximo capítulo. Que faz com que pensemos nos personagens diversas vezes ao longo do dia.kkkkkkkk... Sempre me pego pensando no que acontecerá a seguir, quantas lágrimas o casal ainda derramará e se os lenços que tenho serão suficientes para as minhas.kkkkk... E que cena foi aquela do Boran vendo a Sila e o Emre juntos (eles não estavam fazendo nada demais. Estavam apenas conversando na rua)?! Ele pega o revólver... e meu coração quase para! Deus! É muita emoção! Se eu sofrer um infarto saibam que a culpa será toda desta novela.rs Não sei dizer qual é a minha preferida, gente. Se Mil e Uma Noites, Fatmagul ou Sila. Todas me conquistaram, enlouqueceram e me fizeram sonhar acordada. Não existem novelas como essas. Já disse e repito: sou fã das novelas mexicanas desde que me entendo por gente, mas as turcas têm algo especial. Algo que as torna únicas, diferentes de um jeito irresistível. E Sila me lembra imenso os nossos livrinhos, por mais diferente que seja.rsrs



Lo Imperdonable segue me fascinando, mas infelizmente não consegui me dedicar à novela como gostaria. Abril foi um mês muito complicado por vários motivos. Enfim... Espero conseguir dar mais do meu tempo ao Martín e a Verónica, pois a história deles sim tem tudo a ver com os nossos queridos livrinhos. Esta história de casamento por vingança e o suposto ódio que ele sente pela mocinha e todas as mentiras nas quais ele acredita e a acusa eu já vi muitas e muitas vezes nos livros. E amo!!! :D



Corazón que Miente está em sua reta final. Sim. Foi uma novela curtinha e que logo, logo dirá adeus. Deixando, sem sombra de dúvidas, uma saudade enorme. A novela não teve só bons momentos. Teve uma fase na qual os protagonistas pareciam dispostos a detonar a história, mas felizmente essa fase não durou e a novela passou a ficar enlouquecedora de novo! O mais incrível é que não é a história dos protagonistas (Alonso e Mariela) que torna a novela tão maravilhosa. Na verdade, são as demais histórias que estão dentro da história central, sabe.rs Não morri de amores pelo romance entre os protagonistas. Morri de amores pela atuação dos atores que interpretaram: os grandes vilões Demián, Rogelio, Rafaela e Renata; a avó Sara; a querida Florencia que nos fez chorar com sua triste e injusta morte; Lisandro, que é todo um amor e vive uma história linda com o Christian. A Lety, sempre engraçada e fiel ao que sente pelo Santiago, por mais que este amor insista em machucá-la. Além, é claro, das cenas entre Fabrício e Renata.rs Não aguento esses dois juntos! E todo o jogo que a Renata faz com o Alonso, fazendo-o comer na palma da mão dela. Ela é má, mas é divertida. Embora também me faça passar raiva. E claro que não estou torcendo por ela.rs Só um pouco.kkkkk... 



Fatmagul - A Força do Amor nos disse adeus. :( Se vocês pudessem me ver neste instante veriam meus olhos cheios de lágrimas. Basta lembrar que esta novela terminou para que eu comece a chorar. Sei. Não sou normal, mas isto já não é novidade.rs Foram tantos momentos... tantos risos e lágrimas. Tanto amor e sofrimento. E o final foi mais que perfeito. A justiça finalmente foi feita. Os monstros foram condenados por todo o mal que fizeram à nossa mocinha. Se bem que nenhuma pena seria suficiente. Eles mereciam muito mais. Nem os tormentos do inferno bastariam. Mas, o mais importante, Fatmagul conseguiu reconstruir sua vida, andar de cabeça erguida e entregar seu coração ao Kerim. Amá-lo sem medo, sem fantasmas e lembranças... Ela lutou muito. É uma guerreira que merece toda nossa admiração. E no fim, ela e o Kerim estavam prestes a serem pais. Vão ter uma filhinha! :D Uma luz em suas vidas. Um recomeço realmente. Nunca poderei esquecê-los. Nunca mesmo. 


Eu queria ter começado a assistir Velho Chico e Liberdade, Liberdade, duas novelas que despertaram e muito o meu interesse, mas não foi possível. E duvido muito que consiga acompanhá-las em algum momento. Já perdi muitos capítulos. E sim. Isso me deixa triste. :(

Sigo lendo A Seleção. Está difícil me dedicar aos livros. Falta tempo. Entre as aulas e o trabalho e todos os problemas que apareceram em minha vida, o tempo para a leitura é quase inexistente. Mas estou dando um jeito de me organizar e conseguir colocar a leitura em dia. Tenho que conseguir!rs 




Todas as imagens foram encontradas no Google Imagens

0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.