O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Noiva Inadequada - Lynne Graham

(Título Original: Leonetti's Housekeeper Bride
Tradutora: Tina TJ Gouveia
Editora: Harlequin
Edição de: 2016)

Esposa inocente...

O magnata Gaetano Leonetti está sob forte pressão. Até que se case, seu avô não permitirá que ele se torne CEO do império da família. Convencido de que o patriarca enlouquecera, Gaetano está determinado a fazê-lo mudar de ideia, e convence a governanta Poppy Arnold a ser sua noiva de conveniência. Com sua natureza enérgica e estilo incomum, Gaetano sabe que ela não é o tipo de esposa que seu avô tinha em mente. Porém, a dedicada e generosa Poppy acaba conquistando a todos… inclusive a Gaetano. Agora, tudo o que ele consegue pensar é em possuí-la por completo!



Palavras de uma leitora...



- Sabe quando você não simpatiza com um mocinho? Você tenta. Muito. Mas acaba por perceber que o problema está todo nele. O que aumenta ainda mais sua irritação. 

" - Não me envolvo com a criadagem - dissera ele, enfatizando o fato de que ambos não eram iguais e de que sempre pertenceria a uma camada social diferente."

- Mocinhos cretinos, filhos da pontualidade, não são nenhuma novidade nos livros desta autora. E o Gaetano nem sequer é o pior deles. Ele é um miserável? Com certeza. Um completo babaca? Sem sombra de dúvidas! Ainda assim já conheci trastes piores. Só que eu não estava no momento ideal para ler este livro. Daí a raiva e desprezo que ele e a mocinha me provocaram. Porque ele é um filho da p., mas ela é uma estúpida que o deixa tratá-la como bem quer e isso a torna o principal alvo da minha irritação. Em pleno século XXI como uma mulher pode deixar que um homem faça tão pouco dela?! Está mais do que na hora dessas mocinhas entenderem que não estamos mais vivendo no século XVIII.

"- Não fale comigo deste jeito! - disse zangada e em tom de aviso.
 - Posso falar com você do jeito que eu quiser. Estou na minha casa e parece que você é minha funcionária."

- Este trecho condenou o Gaetano sem chance de defesa. Porque ele não merece qualquer consideração da minha parte. É um arrogante que acha que o mundo gira ao seu redor e é capaz de qualquer coisa para conseguir o que deseja, inclusive usar uma lerda que se via numa situação complicada e, não tendo um pingo de amor-próprio, aceita ser usada para que ele atinja os seus fins. 

Não há dúvidas que alguém precisa atualizar este suposto mocinho. De preferência, quebrando algo em sua cabeça. Ele pode falar com ela do jeito que quiser?! Por que ela é funcionária dele?!!! Em que época ele acredita que estamos vivendo? Existem leis trabalhistas neste mundo. E não! O fato de ela trabalhar para ele não lhe dá o menor direito de falar com ela da maneira que ele bem entender. Ela era sua funcionária e não sua escrava. O fato de ele ser podre de rico e patrão de alguém não o torna melhor. Na verdade, levando em conta a falta de qualidades que ele tem, o torna bem pior. 

" - Isto está puramente relacionado ao sexo, bella mia, e espero resolvermos tudo no quarto. O fato de você ser uma virgem ou uma vadia enrustida, não me importa nem um pouco."

- Se um homem falasse comigo da maneira como o Gaetano falava com a lesada, digo, Poppy, ele ficaria sem todos os dentes. Mas como a mocinha não tem um pingo de amor por si mesma, ela permitia tudo e chegava a nem sequer se ofender com algumas coisas que ele falava. Ela até reagia em alguns momentos, mas, de modo geral, deixou ele sambar em cima dela. Até o final do livro. E mesmo após saber o real motivo do cretino ter escolhido justamente ela como noiva de mentira, a tonta ainda ficou com ele! Fez um pequeno show dizendo que iria embora, mas todo mundo conseguiria perceber que não passava de um blefe. 

A história começa quando Gaetano está enfrentando um escândalo em sua vida que ameaça a realização de um de seus principais objetivos: tornar-se o presidente do banco da família. Ele tinha dado uma festa bastante... particular... em sua propriedade. E após fotos de prostitutas nuas começarem a se espalhar pela imprensa, seu avô ficou ainda mais determinado a não lhe dar a presidência enquanto ele não criasse juízo e formasse uma família. Enfurecido por aquele novo obstáculo, ele foi até sua propriedade para despedir a governanta que tinha fornecido as fotos e ainda falado mal sobre ele para os jornais. Mas ao chegar lá, não é a senhora que o viu crescer que ele encontra, mas sim a filha dela, a mulher que na adolescência não escondia o amor que sentia por ele. E a surpresa não poderia ser maior, uma vez que o patinho feio tinha virado um cisne capaz de deixá-lo sem fala (uma pena que ele não ficou mudo pra sempre). 

Embora não tenha ficado nem um pouco comovido pelas justificativas que ela deu para o comportamento da mãe e sua súplica para que ele levasse em conta todos os anos que sua família tinha servido a família dele, Gaetano começa a perceber que poderia usar aquela situação para se ver livre das condições do avô e conquistar o lugar que queria. Nada melhor do que usar o desespero e a ingenuidade da mocinha para convencê-la a desempenhar o papel de noiva... Afinal de contas, ela era perfeita para aquele papel. Não existia ninguém melhor. E quando ele rompesse o noivado, ninguém ficaria surpreso, muito pelo contrário, todos sentiriam alívio por ele ter recobrado o juízo e seu avô teria que reconhecer que ele ao menos tinha tentado.

Mas o feitiço vira contra o feiticeiro... e a noiva que ele julgava tão inadequada e embaraçosa conquista o coração de seu avô, fazendo com que ele não tenha outra opção senão transformá-la em sua esposa... por tempo determinado.

- Até mesmo fazer este pequeno resumo da história fez meu sangue ferver de raiva. Cada coisa que eu lembro do mocinho ter feito me dá vontade de esganá-lo. Não consigo entender o que a imbecil viu nele. Homens lindos existem aos montes por aí. Ela não precisava ficar com um projeto malfeito como ele. Mas como o amor sofre de cegueira incurável... 

"O seu corpo era tudo que ele queria, compreendeu Poppy com uma pontada de dor no peito. Ao menos se fosse sua esposa legalmente, as coisas pareceriam menos cruas, não pareceriam?"

- Será mesmo? Me pergunto como uma mulher de vinte e poucos anos conseguia ter pensamentos tão imbecis como os desta mocinha. Ela própria reconhecia que tudo o que ele queria (depois da presidência do banco) era se perder por algum tempo no corpo dela e que só pretendia se casar com ela por causa do banco. Mais nada! O corpo dela ele sabia que poderia ter a qualquer momento, uma aliança de casamento era desnecessária. Mas aí a tonta pensa que as coisas não seriam tão carnais se ele se casasse com ela. O relacionamento não seria "sujo", segundo os pensamentos dela. Isso confortaria o coração da mocinha, independente do fato de ela saber que o casamento não passaria de uma grande farsa, com prazo para acabar e que ela só teria os direitos que ele quisesse lhe dar. Interferir na vida dele não era um deles. E claro que ela não poderia fazer perguntas sobre nenhuma ex-mulher que insistia em permanecer em sua vida, afinal de contas, ela não era sua esposa de verdade. Era apenas alguém com quem ele transava e levava seu nome. Nada de mais. Isso não a tornava sua esposa de verdade. 

- O que eu acho mais engraçado (só que não) é que no final da história ele vem com aquela conversa fiada de que descobriu que a amava e não podia viver sem ela e o bebê (que ele tinha chamado de pesadelo, já que atrapalhava seus planos), e a retardada acredita, confessa que também e o ama e lá vem o felizes para sempre. Com alguém como ele!!!! Como ser feliz com alguém tão egocêntrico? Nunca vou conseguir entender. Enfim...

- A Lynne Graham é uma das minhas autoras preferidas, mas isso não me torna cega. Não é por amá-la que vou dizer que uma história é maravilhosa quando não é. Noiva Inadequada passa bem longe disso. Jamais seria entediante, pois os livros dela nunca são, mas é impossível não ter desejado que o livro terminasse logo para que eu me visse livre deste casal tão insuportavelmente desprezível. 

- Algo que me deixou bastante surpresa e com uma dorzinha no coração foi perceber que eu fui a primeira a dar 3 estrelas ao livro no skoob. As outras pessoas avaliaram o livro dando 4 ou 5 estrelas. Talvez tenha sido realmente o momento errado de lê-lo. Nunca fico feliz em dar menos de 4 estrelas aos livros da minha autora. Mas não mentiria para vocês e nem para mim mesma. O livro, infelizmente, mal é digno de 3 estrelas, na minha opinião. :(


0 comentários:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.