O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Pertinácia - Sue Hecker

(Editora: Harlequin
Edição de: maio/2018)


Série Mosaico - Livro 5


A vida de Rafaela nunca foi fácil. Da infância passada em um orfanato à mudança para São Paulo, ela sempre teve que superar diversos obstáculos que surgiam em seu caminho. Quando tudo parecia entrar nos trilhos e a jovem enfermeira pensava ter encontrado o amor, um erro lhe tirou tudo, e ela não sabe como recomeçar.

É exatamente em seu momento mais frágil que Rafaela conhece Jonas, um advogado confiante, sexy e vaidoso, que parece determinado a seduzi-la. Mas, depois de uma grande desilusão, Rafaela não quer ceder à atração que sente por Jonas e correr o risco de se machucar de novo. Será que essa jovem inocente e pertinaz conseguirá resistir aos encantos de um homem experiente?

Pertinácia é uma história sobre conquista: de confiança, de objetivos e, especialmente, de amor. 




Palavras de uma leitora...



- E bota experiência nisso! Jonas tem experiência para dar, vender, trocar...rsrsrs Quanto mais o conhecia mais puritana me sentia.kkkkkkkkk... E olha que sou bem mente aberta e leio livros de diversos gêneros (o que não significa que aprecio todos eles). Ocorre que quando iniciei esta leitura estava com uma ideia diferente da história. Achava que era um romance que tinha cenas calientes, mas que tratava de temas fortes, de superação, recomeço e tudo mais. E realmente ele aborda tudo o que eu imaginava, porém vai mais para o gênero erótico, algo que eu não esperava por mais que a capa fosse um indício.rs 

Considerando que é um livro adulto, obviamente, não é recomendado para todos. É um livro para maiores de 18 anos, ok? Aviso dado, prossigamos!


Tendo crescido num orfanato, não sabendo quem eram seus pais ou por que a tinham abandonado, Rafaela teve que lutar muito para conseguir ter uma profissão. Desdobrando-se entre trabalhos temporários e as horas de estudo, mal dormia ou se alimentava, contando muitas vezes com a compaixão de seus colegas que dividiam lanches com ela. Assim, tinha todos os motivos do mundo para agarrar com as duas mãos a grande oportunidade que era trabalhar para o Dr. Marco, como enfermeira particular de sua filhinha, um anjo que nasceu com anencefalia e nenhuma esperança de sobrevivência. 

"A cada história que eu contava, sentia que ela apreciava ouvir minha voz.
A cada carinho que fazia, era como se ela pudesse retribuir."

Só que o que era para ser um primeiro passo na sua carreira acaba por se transformar na sua ruína quando, guiada por uma ilusão criada em sua cabeça, decide que está apaixonada pelo patrão e que deseja ser a mãe de sua filha. Tudo não seria tão grave se ele não fosse comprometido, estivesse noivo de outra mulher... E se Rafaela tivesse se limitado a sonhar com isso e não partir para a ação. 

Rejeitada por ele e dispensada logo em seguida, vez que a continuação da relação de trabalho era impossível, ela ficou sem chão. Não tinha mais emprego, o homem que julgava amar não a queria e com sua inconsequência ainda foi obrigada a se afastar da bebê que tanto amava... Seu mundo não poderia ficar mais bagunçado.

"O que foi que eu fiz?! Eu destruí tudo."

A luz no fim do túnel aparece quando ela é contatada pelo advogado de Marco, um homem arrogante e sexy que descobre-se encantado pela jovem enfermeira. Sensibilizado por sua dor e levado também pelas segundas intenções que um só olhar para seu corpo já despertou, após tratar da rescisão contratual dela, resolve indicá-la para trabalhar na casa de sua irmã, já que possuía um sobrinho com leucemia e a gravidez da irmã era de risco. Desta forma, além de ajudar a família com a qual realmente se importava ainda contaria com a vantagem de voltar a ver a mulher que tanto o enfeitiçou. E, quem sabe, ensiná-la a apreciar tudo o que seu mundo tinha a oferecer... Com ele talvez ela não vivesse o conto de fadas dos seus sonhos, mas teria algo melhor. Mais quente, mais cru e... mais apaixonante. Estaria ela preparada para se entregar sem reservas? Para ser sua musa, sua fonte de admiração e desejo? 

E seria o desejo que o consumia, que o fazia querer tê-la nua em seus braços e em sua cama... um primeiro passo para um sentimento mais forte e duradouro? Nunca tinha amado. E na verdade não estava disposto a render-se a tal sentimento.Todavia, se mandássemos em nosso coração a vida seria mais fácil... e chata

"A cota de dor em minha vida já foi o suficiente. Os sonhos românticos de encontrar minha outra metade não existem mais. Aprendi com os meus erros."

- Logo que conheci a Rafaela, no prólogo da história, quando descobri qual foi a grande merda que fez, não simpatizei muito com ela. E o Marco (que mal aparece na história) ganhou toda a minha admiração por tê-la dispensado, por não querer mais que trabalhasse para ele. Tinha sido contratada como enfermeira, o que não incluía ficar nua em sua frente e se oferecer como se não soubesse que ele estava noivo. Eu não sou tolerante com traição. E não existe maneira de alguém considerar a conduta dela correta ou profissional, certo? Fossem quais fossem os seus motivos, estava errada. E mereceu sim ser demitida.

Isso não significa que atirei pedras nela, claro. Condenei o que fez, mas também fiquei com os olhos cheios de lágrimas com a cena em que ela se despede da bebezinha que tinha aprendido a amar e que foi seu maior motivo para desejar mais do que uma relação profissional com seu chefe. Além de vê-lo como o homem que era tudo o que tinha sonhado ainda existia a pequena menina, que precisava dela e tinha ensinado tanto em pouco tempo. Não duvidei do amor da mocinha por aquele anjinho e foi realmente muito triste vê-la se separando dela. Partiu meu coração logo no início do livro. :(

E mesmo irritada por ela própria ter se colocado naquela situação (compreender seus motivos não me impediu de desaprovar totalmente sua estúpida conduta), torci para que conseguisse dar a volta por cima, se libertasse de um sentimento que só a fazia sofrer e se permitisse conhecer alguém que retribuísse o seu amor e que, evidentemente, não fosse comprometido.rsrs

Sendo assim, quando Jonas e Rafaela se conhecem, eu vibro com a eletricidade que corre entre os dois. Com a troca de olhares, as frases de duplo sentido, a química que faz a temperatura subir. Eram duas pessoas solteiras e não havia nada no mundo que impedisse os dois de se conhecerem e se entregarem ao que desejassem. Eu torcia muito por isso. 

"Jamais imaginei querer alguém tanto quanto eu a quero. Tudo o que preciso, sinto e sei é que, de alguma forma, ela deve ser minha."

Só que não demora nada para a autora nos revelar mais sobre o Jonas.rsrs Para nos fazer conhecer seus segredos... seus fetiches. Ela nos conta o seu passado... quando ele descobriu que era adepto de determinada coisa. Eu não fiquei apenas com um pé atrás, não. Foram os dois!kkkkkkk... Recuei por completo, levantando todas as defesas contra o mocinho. Afinal de contas, tudo o que sabia sobre esse fetiche não era muito agradável. E eu não estava disposta a aturar certas cenas. É por coisas assim que evito livros eróticos. Não são minha praia, confesso. 

Após o choque inicial e a minha mente imaginar todas as coisas que ele devia fazer (estou tentando não soltar spoiler), continuei dando uma chance ao livro, vez que a leitura estava fluindo bem e eu queria saber mais do que nunca como se desenvolveria a relação dos dois e o que ele estaria disposto a fazer com ela. E mais importante ainda: se ela aceitaria esse tipo de relacionamento. Porque tudo o que sabia era que eu não aceitaria.kkkkkkkk... Por mais lindo e irresistível que o mocinho fosse. 

E conforme a história foi acontecendo, a relação dos dois evoluiu, pude perceber que apesar de se permitir certas coisas (e curtir bastante cada momento) antes de envolver-se com a Rafaela, definitivamente não estava disposto a incluir isso em seu relacionamento com ela. Não abandonaria seu fetiche, pois fazia parte do que era, de sua personalidade, de sua essência. Mas isso não significava que faria tudo o que fazia antes. E isso eu pude aceitar. Porque não era esse desejo profundo e secreto que ele tinha o problema em si, na minha opinião. Mas sim o que isso geralmente incluía, entende? E já que ele se torna mais inflexível (era isso o que eu queria dizer mesmo) ao se apaixonar por ela pude voltar a olhar para o cretino com bons olhos.rsrs 

"[...] Porém, no fundo, Rafaela tem algo que me faz querer cuidar, proteger, algo que não sei distinguir."

Embora o foco do livro seja a relação quente e carnal dos dois, que cresce até tornar-se amor, a história também aborda o tema das crianças especiais, que nascem com má formação e acabam sendo tratadas de maneira discriminatória pelas pessoas, até mesmo rejeitadas pela família. No orfanato em que cresceu, Rafaela conviveu com crianças assim e foi o que a motivou a estudar enfermagem. Ela especializou-se para tratar dessas crianças e acabou por envolver-se mais profundamente com a pequena Vitória, uma bebê condenada desde antes de nascer, sem esperanças de vida, mas que foi muito amada por todos. O pai dela, Marco, não a rejeitou. A quis demais e daria tudo para que ela não sofresse. Achei muito positivo a autora abordar tal tema. É raro vermos coisas assim nos livros, costumo ver com mais frequência só nas histórias da Catherine Anderson ou da Deborah Smith. 

Além disso temos o Guilherme, sobrinho do Jonas, que sofre de leucemia e enfrenta dolorosas sessões de quimioterapia. É trabalhando como enfermeira dele que a Rafaela fica mais próxima do Jonas, mas acaba por fazer parte de toda a família em si. Guilherme é um menino forçado a amadurecer por causa da doença, que não se sente como as outras crianças e fica muito desanimado por conta dos efeitos colaterais do tratamento. Porque não era só perder os cabelos... tinha a falta de apetite, os enjoos e vômitos, a fraqueza... Não era nada fácil. E entrando no tema da leucemia, a autora fala da importância de ser um doador de medula óssea, como isso pode salvar vidas. A esperança de Eliana, Felipe e Jonas (pais e tio do Gui) era que o bebê que a Eliana esperava pudesse salvar o menino, pois ele estava na fila de espera há muito tempo e ainda não tinha aparecido ninguém compatível. :( 

"Sinto que ela precisa se sentir tocada, amada e idolatrada. Não canso de lê-la e me fascinar com cada emoção explícita e descrita por ela. Sei que precisa se conectar a mim da forma mais primitiva e rápida possível. Não me importo de trazê-la para a profundidade do meu desejo. É lá que ela necessita estar e é exatamente para lá que vou levá-la, a fim de esquecer quaisquer lembranças do passado."

- Em síntese, esta é uma história que provoca calor, não tenham dúvidas.rs Romances eróticos possuem tal capacidade e a autora criou as cenas certas para nos fazer sentir que a temperatura estava muito elevada, que era verão em pleno outono. Jonas e Rafaela realmente pegavam fogo quando estavam juntos. Apreciei todas as cenas? Não.rs Apesar de ter gostado de muitas delas, não foram de todas, pois eróticos não são minha praia, como já disse. E existiram algumas que iam além do que eu podia aceitar (como uma que envolvia certa janela num certo lugar). Mas considerando o livro todo, os temas reais e importantes, o fato dos personagens serem muito humanos, com qualidades e defeitos comuns a todos nós, dei 4 estrelas. E é um ótimo livro sobretudo para quem ama esse gênero. E sei que existe muita gente que é apaixonada por romances assim. :) Até porque é um erótico com conteúdo. Não é vazio, falando só de sexo e nada mais. Não. Ele tem bastante conteúdo e por isso merece as 4 estrelas do Skoob. 

"- Você é minha querida e apaixonante Rafaela."

- Algo que não poderia esquecer de dizer: claro que amei quando eles dançaram ao som de Despacito, não é? :D Quem não sabe que sou fã incondicional do Luis Fonsi certamente não me conhece. Eu amo esse cantor e compositor fantástico há anos. Me apaixonei por suas músicas mais de uma década antes de Despacito surgir e estourar no mundo todo. É uma realidade que ele tem dezenas de músicas mais lindas e envolventes que essa, mas amo Despacito também e me orgulha demais ver o sucesso que meu cantor tão querido está fazendo. E a música combinou bastante com a história do Jonas e da Rafaela. :)

*Este livro foi recebido em parceria com a editora Harlequin. E a Sue Hecker é uma autora nacional. Assim, mais uma vez a Harlequin me ajudou na minha meta de ler mais nacionais este ano. 

- Pesquisando pela internet, descobri que o Marco (que demitiu a Rafaela com toda a razão do mundo) é protagonista de outro livro da série Mosaico. Que é uma série que não precisa ser lida em ordem. Eu, por exemplo, só li Pertinácia

Série Mosaico

1- O Lado Bom de Ser Traída (Bárbara e Marco)
2- Tutor (Beatriz e Pedro)
3- Sr. G 
4- Eu, Ele e o Sr. G
5- Pertinácia

14 comentários:

Aline M. Oliveira disse...

Oi Luna! Achei a capa deste livro maravilhosa, e embora eu não conheça a escrita da Sue, eu não me interessei de fato pela história. Já fiquei com o pé atrás da protagonista ter confundido tudo com o patrão e depois você menciona que o mocinho tem um certo fetiche, e que o livro é bem puxado pro erótico, o que não faz de jeito nenhum minha praia. Achei legal a autora ter inserido no contexto o trabalho dela como enfermeira de crianças bem doentes, porque a gente não lê isso em livros mesmo, mas eu passo a leitura. Quem sabe em uma oportunidade. Obrigada pela resenha!


Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Luna do céu vendo a capa do livro jamais imaginaria um Despacito, adorei!! E adorei a trama com direito a abordar o tema de crianças especiais. Parece ser uma baita drama e no bom sentido! Quero ler agora!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

gabriela quaglia disse...

Uauuuu
Oi, tudo bem?
Primeiramente queria dizer que Amei a sua empolgação na resenha hahaha fiquei empolgada tb!
Adorei o contexto da história, nunca li a série mosaico, mas como uma amante de romances parece ser obrigatório coloca-lá na minha lista de leitura!
Obrigada pela dica!
Beijos - www.anneandcia.blogspot.com.br

D e s s a disse...

Eu não conhecia essa série, e nem a autora. Gostei de saber que é uma série nacional. Eu gosto de romance adulto, principalmente quando tem um bom desenvolvimento como esse aparenta ter.
Vou colocar nos desejados, pois fiquei louca para ler!
beijos

Dayhara Martins disse...

Eu nao sabia da existencia dessa série mas se é da Harlequin já sei que é coisa boa haha e ainda ajudou na sua meta de ler mais nacionais, quer coisa melhor que isso? Dica anotada, porque apesar de ser uma série que ja esta no livro 5, merece ser lida.

coisas da vida disse...

que capa mais linda a historia me pareceu super involvente e bem escrita mais me encantou mais em saber que é uma serie nacional de livros

Book Obsession disse...

Olá!
Ainda não tinha lido sobre esse livro, tenho curiosidade em ler essa série e estava confusa até então com a quantidade de livros, pois tem vários ebooks na Amazon mostrando que fazem parte da série.
Gostei do desenrolar e a escrita da Sue Hecker parece bem fluida e gostosa de acompanhar.
Beijos!

Camila de Moraes

Luna disse...

Olá, Camila!

Esses ebooks são "extras", sabe. Livros físicos só tem 5 até agora. Mas existem alguns ebooks que foram disponibilizados como prequel.

Bjs!

Maria Luíza Lelis disse...

Oi, tudo bem?
Vou te falar que a história não me atraiu nem um pouco. Não sou muito fã de romances eróticos, mas até que leio quando o conteúdo me atraiu. Porém, apesar desse trazer alguns assuntos sérios, não fui com a cara de nenhum dos personagens. Além disso, o próprio enredo também não despertou minha curiosidade.
Enfim, fico feliz que apesar da sua desconfiança inicial e das suas ressalvas você tenha gostado da leitura, mas vou passar a dica desta vez.
Beijos!

Tay Meneses disse...

Tenho muita vontade de ler essa obra de tanto que estou vendo falarem dela por aí. Sua resenha me deixou curiosa e já me alertou sobre alguns pontos do enredo. Gosto muito de começar a ler uma obra sabendo o que vou encontrar ali e acolá, ao contrário de muitos leitores. Bexus :*

Dryh Meira disse...

Oiee ^^
Eu ainda não conhecia esse livro - e não reconheci o nome dos outros - mas é o exato tipo de livro que eu não gosto de ler...haha' então acho que não o lerei, pelo menos não tão cedo. Mas fico feliz em saber que você gostou e se envolveu tanto com a história.
MilkMilks ♥

Salvattore Mairton disse...

Olá,
Não sou muito fã de livros do gênero, por isso não me interessei muito pela leitura. Essa questão de romance quente, que tenta até inserir um pouco de amor no enredo não cola para mim. Mas que bom que a estória conseguiu te envolver.

Rafaelle Vieira disse...

Oi, Luna!
Peguei esse livro para ler e estou com boas expectativas apesar de ter evitado livros com essa premissa e também do gênero erótico por ter ficado um pouco saturada. Estou apostando na leitura porque a autora é bem elogiada. Espero gostar!
Beijos,
Rafa -Fascinada por Histórias

Garotas Devorando Livros disse...

olá!

Não conhecia esse livro, mas adorei a recomendação. Faz muito meu estilo de leitura e eu espero gostar bastante da história quando chegar minha vez de conferir.

Beijos

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.