O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!

O AMOR VERDADEIRO JAMAIS MORRE!
O coração de uma mulher é um oceano de segredos

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Amante por um Mês - Miranda Lee



2º Livro da Série Clube do Pôquer


Rico Mandretti é um descendente de italianos charmoso e rico que pode ter tudo o que quiser, menos realizar seu maior desejo: Renée Selensky. Mas as coisas começam a mudar de rumo quando ele ganha um jogo de pôquer em que a aposta principal é nada mais, nada menos do que ter Renée como sua amante por um mês! Depois disso, tudo pode acontecer. Até mesmo o amor.



Palavras de uma leitora...


- Bem... Como amei o primeiro livro dessa série, resolvi ler logo os outros dois livros. Mas isso não foi lá uma completa boa ideia... Não. O livro não é ruim. Pelo contrário, é muito bom. Mas... Eu gostei mais do romantismo do primeiro livro, sabe? O jeito do Charles... Sei lá...rsrs...

- Eu estava ciente de que poderia me aborrecer com o Rico e isso aconteceu. Ele começou tudo de forma errada, pois não tinha coragem de correr o risco de receber um 'não' como resposta. Então, para salvar seu orgulho ele rsolveu fazer a tal aposta. Eu não gosto de apostas, então, isso contribuiu para que eu me irritasse um pouco mais com esse mocinho. Mas ele até que se comportou melhor nesse livro do que no anterior. Embora, mais uma vez, ele tenha decidido que a melhor forma de saber algo sobre a outra pessoa é contratando um detetive particular... Enfim... Ele não aprendeu a lição. O que a sua atitude causou no livro anterior não lhe serviu de lição.

- Algo interessante que tem nesse livro é que a gente não conhece os pensamentos da mocinha. Na maioria dos livros que leio, as autoras costumam deixar os pensamentos dos mocinhos ocultos, enquanto os das mocinhas são transparentes. Nesse livro não. Gostei e não gostei disso ao mesmo tempo. Achei bom saber o que o Rico estava pensando, mas fiquei irritada porque os da mocinha não eram conhecidos. E ainda por cima ela é como aqueles mocinhos da Lynne Graham que costumam não deixar transparecer o que sentem. Mas até que foi um pouco boa essa mudança... Só um pouco...rsrs...

- Eu costumava considerar os livros da Lynne Graham , Michelle Reid, Candance Camp etc, etc... "quentes"... Mas a Miranda Lee pega muito mais pesado, viu?! rsrs... O livro é muito hot, na minha opinião. E acho que isso tbm contribuiu para que eu não gostasse tanto dele. Não chega a ser vulgar, mas eu ainda não estou muito acostumada a ler livros assim. Eu prefiro que tenha mais romantismo. Eles quase não paravam de fazer amor. E o conteúdo??? A história do livro? Eu achei que teve mais cenas de amor do que história. Não posso nem dizer que eles não saíam de cima da cama, pois não existia lugar certo pra eles. Na parede, no chão, tapete... qualquer lugar...rsrs... Enfim... Tudo bem. Eles se amam e não conseguiam desgrudar um do outro, mas eu queria mais. Esperava mais do livro. Queria palavras lindas (embora tenha algumas), aquelas cenas inesquecíveis... e as cenas de amor tbm, é claro. Mas não só isso, entende? Sei lá... Acho que eu queria o que teve no primeiro livro. Queria todo aquele amor... O primeiro livro também é bem quente, mas tem o "algo mais". Tem aqueles momentos lindíssimos... As palavras mais lindas, os olhares de afeto...

- Bem... Tudo começa porque o mocinho já não suporta mais ficar mais um dia sem fazer amor com a mocinha. Ele passou cinco longos anos desejando-a e vivendo atormentado por não ter coragem de convidá-la para sair e tentar conquistá-la. Tinha medo de ser rejeitado e por isso preferiu viver frustrado. Mas a sorte sorriu pra ele durante uma bela noite de sexta-feira. Ele os amigos de sempre (Renée, Charles e Ali) estavam jogando pôquer. O jogo estava muito chato já que A Renée e o Rico quase não se falavam (ela havia lhe dado uma lição de moral no domingo anterior e ele se sentia ofendido). Mas tudo melhorou quando o Rico deu a sorte de estar com cartas invencíveis na mão. Charles e Ali desistiram e o Rico resolveu apostar com Renée. Como ele estava com sorte resolveu aproveitar isso para conseguir o que mais queria: o corpo de Renée. Então, ele disse que não queria apostar dinheiro... Para que entendam melhor como tudo aconteceu, acompanhem esse trecho:

"— Quer que aumentemos o número da aposta para o máximo?
— Não. Estava pensando que podíamos apostar algo que não fosse dinheiro.
Renée pestanejou rapidamente.
— A que se refere?
— Sim, a que se refere? — retorquiu Charles.
— Ao que quiser. Renée pode escolher algo que queira e que eu possa dar-lhe ou comprar-lhe. E vice-versa. Qualquer coisa.
Ela lançou-lhe um olhar desdenhoso.
— Não me ocorre nada que pudesses dar-me que eu quisesse ter.
— Não? O domingo passado tive outra impressão. — Rico olhou para Renée nos olhos e viu que tinha mordido o anzol. Estava a oferecer-lhe a sua parte do cavalo. Se ela ganhasse o seu terço, não lhe custaria muito convencer Charles a vender-lhe o seu e o potro passaria a ser exclusivamente da sua propriedade.
Rico sabia que não poderia resistir à tentação. Aceitaria a aposta e cairia nas suas mãos.
— Não estou muito certo disto — disse Charles, o eterno cavalheiro. — Não me soa bem.
— Trata dos teus assuntos, Charles — lançou Renée, e assim deixou bem claro que já ia a caminho do inferno. — Isto é entre Rico e eu. Então, como sugere que o façamos?
— Cada um escreve num papel o que deseja — sugeriu Rico. — Depois guardamos cada papel num envelope. Mostramos as nossas cartas um ao outro e o perdedor tem que fazer o que o vencedor tiver escrito no papel.
— De maneira que não dizemos abertamente o que estamos apostando — disse Renée, pensativa. — É um segredo.
— Sim. Assim é mais excitante, não te parece?
— O que acontece com o envelope do perdedor? — perguntou ela com os olhos semicerrados.
— Pode recuperá-lo sem que os outros vejam o conteúdo.
— Não imagino o que poderia querer de mim.
— Pode ser o mesmo que tu de mim.
Renée olhou para Rico com dureza.
— Pode ser — disse finalmente. — Mas, de algum modo, duvido. Apesar de tudo, poderia tornar-se interessante...
— Se não ganhar, penso recuperar o meu envelope.
Teria dado qualquer coisa para interpretar o olhar que lhe lançou Renée, mas ela sempre tinha sido especialmente hábil para esconder a verdade quando queria. Por isso, Rico nunca sabia quando estava blefando.
— Nesse caso, arranjemos papel e envelopes — disse ela resolutamente.
— Mas não vamos fazer disto um hábito — disse Ali com a sua autoridade habitual; pois nunca gostara que as coisas se tornassem pessoais na sua mesa de jogo. — Isto é uma exceção — a seguir, chamou o mordomo para trazer à mesa envelopes e papel.
Rico pegou na primeira folha do caderno que lhe ofereceu o mordomo e entregou-o a Renée. Ela pôs-se a escrever de imediato; pelo vistos sabia com exatidão o que queria pedir. No entanto, Rico encontrou-se de repente na dúvida. Quanto devia pedir-lhe? Uma noite com ela? Ou todas as noites de uma semana?
Não era suficiente, decidiu ao sentir que se obstinava ainda mais. De maneira que escreveu:
"Vai ser minha amante durante um mês, a começar por esta noite."
 
- Entenderam como tudo aconteceu? Renée perdeu a aposta e teve que fazer o que ele desejava... O que não foi nenhum sacrifício para ela, é claro.
 
- Bem... Ela começou a realizar o desejo dele naquela mesma noite e eles nem conseguiram chegar até a cama. Também, né? Esperaram cinco anos! rsrsrs.... Enfim... Mas o livro tem alguns momentos engraçados e dramáticos tbm, embora o foco pareça ser as cenas de amor. O mocinho é um traumatizado que acreditava que todas as mulheres belas eram golpistas e a mocinha tinha vários outros traumas. Aí vem a parte que fez com que o Rico ganhasse meu coração: ao descobrir um dos segredos da mocinha, ele lhe confessa que a ama e quer que ela seja sua esposa independente de qualquer coisa. A Miranda parece gostar de deixar o melhor para o final e eu dei quatro estrelas ao livro pelo final. Achei que foi muito bonito.... Lindo, na verdade! Só gostaria que o livro tivesse sido assim o tempo todo. Mas lembre-se que essa é uma opinião pessoal, ok? Até porque existem várias leitoras, inclusive a Lulu e a Beta, que consideram esse livro o melhor da série. Sou eu que não penso assim...
 
- Gente, mas o livro não é ruim! Entendam: ele é muito bom e muitas pessoas o adoram. Eu simplesmente achei o primeiro melhor, entendem? Enfim... Mas não deixo de recomendar o livro, embora não recomende a todos. Recomendo aos fãs da autora e as pessoas que gostam de romance hot.
 
- Enfim... É isso. O livro é bom, a leitura é agradável e até mesmo divertida.
 
- Bem... O terceiro e último livro dessa série é A Indomada e o Sheik.... Sheik.... Que desafio! Ler livros sobre pessoas do Oriente Médio, hoje em dia, é muito complicado pra mim... Mas espero gostar desse próximo livro...
 
- E já que estamos falando de um livro hot... Não sei se já perceberam que há na minha lista de futuras leituras, o livro Festa Particular - Jami Alden. Pois é... Estou disposta a arriscar ler esse tipo de livro. Será um grande desafio... Mas é que eu digo que não gosto desse tipo de livro, mas ainda não li. Tudo bem que só o fato de eu não ter gostado muito do livro Amante por um Mês porque tem mais cenas quentes do que qualquer outra coisa... já dá a entender que é provável que eu não venha a gostar desse tipo de livro. Mas vou ler pra saber. 
 
 
Faz parte da série Clube do Pôquer:
 
A Vingança (Dominique e Charles)
Amante por um Mês
A Indomada e o Sheik (Charmaine e Ali)

5 comentários:

Anônimo disse...

Oi, Luna. Eu acho que tb tem a ver com serem livros da série Paixão. Essa série tal como os Jessica é sempre muito hot, alguns roçam a vulgaridade e as histórias muitas vezes estão muito mal escritas ou nem têm história sequer. rsrs Os Jessica para mim quase todos foram decepcionantes. Os Paixão tb vivo ouvindo meninas se queixando. Daí que eu esteja deixando essas séries de molho. Geralmente eu procuro a autora no skoob e escolho os livros que têm as capas mais antigas. Tenho muito medo dos Paixão e Jessica. Só leio quando me recomendam algum livro.

Bj
Carla

Luna disse...

Olá Carla!

Pode ser mesmo. Eu não sei, pois não reparo nessas séries...rsrs... Se perguntar qual a diferença da série Paixão para a série Sabrina, por exemplo... eu não sei! rsrs...

Bjs!

Anônimo disse...

Oi, Luna. Eu tb não sei muito bem, mas as resenhas que vou lendo ajudam muito. Pelo que vou lendo e pelo pouco que li são histórias mais modernas, séc XXI, com uma componente sexual muito maior, com menos história e em que as histórias não são muito diferentes umas das outras. Tem histórias muito parecidas, estilo magnata italiano ou grego, conhece a mocinha, logo vai concluindo que ela é uma ordinária, trata mal até ao fim do livro..
Antigamente tb tinha histórias assim, mas eram melhores, não sei. Não tinha tanto sexo, os diálogos tinham mais intensidade. Essas mais recnetes às vezes parece que estou lendo um "copy" "paste" de outro livro. Acredita que às vezes eu enjoo quando tem sexo demais? kkkkkk

Mas alguns eu tenho na fila para ler, precisamente por terem sido recomendados. O que eu mais quero é que um me surpreenda para que eu pare de falar mal dessas séries. rsrs

Beijos
Carla

Anônimo disse...

Esqueci de mencionar..

Menina, vc tem que adicionar a Linda Howard na sua lista.

Eu já havia lido um livro dela que amei. Agora estou lendo "A Montanha dos Mackenzie"... esse mocinho é fogo (é índio)! A história é muito fofa e ele é um "selvagem" de coração mole e com uma pegada que não tem explicação. rsrs Estou amando (não é histórico)!

bjs
Carla

Luna disse...

Olá Carla!

Entendo. Eu acho que já li alguns livros que gostei bastante tanto da série Paixão quanto da Jessica, mas só vendo pra lembrar. :)

rsrsrs... Vou colocar esse livro na minha lista! Eu já tenho a autora na lista. Se não me engano, contando com esse que vc indicou, tenho quatro livros dela que preciso ler.

Bjs e muito obrigada pela indicação!

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos!

Porém, existem duas regras:

1º Comentários cujo ÚNICO objetivo seja divulgar seu blog, um sorteio ou algo do gênero, serão excluídos;

2º Comentários ofensivos também serão excluídos.

*Se deseja entrar em contato com a administradora do blog, basta mandar um email para luna.emocoes_leitora@hotmail.com e eu responderei o mais rápido possível.